fbpx
Conecte-se agora

SESACRE dá nova data para pagamento de servidores do Hospital do Juruá e sindicato dos enfermeiros quer grevar

Publicado

em

O impasse continua. O governo do Estado ainda não repassou os recursos e a Anssau não pagou o salário de dezembro dos servidores do Hospital do Juruá.

O Sindicato dos Enfermeiros do Acre convocou uma Assembleia Geral Extraordinária para esta sexta-feira, 17, às 18 horas com indicativo de greve para a próxima quarta-feira, 22.

O presidente do Sindicato, Jenson Medeiros diz que também deverá entrar com ação na justiça do trabalho “já que pela CLT a Anssau deveria ter pego os salários até o quinto dia útil do mês”.

O governo do Estado já estabeleceu três datas para a quitação do pagamento: a porta-voz Mirla Miranda disse que o orçamento do Estado será aberto dia 30 de janeiro, quando haverá o repasse para a Anssau. Em Cruzeiro do Sul o governador Gladson Cameli deu entrevistas anunciado o pagamento para o último dia 15, o que não ocorreu. Já a diretoria de Comunicação da Secretaria Estadual de Saúde afirmou que o Orçamento será aberto dia 20. A partir desta data será efetuado o pagamento dos servidores da unidade hospitalar do Juruá.

O representante dos médicos, Theobaldo Dantas, afirmou que esse atraso de repasse de dezembro e a retenção de parte do repasse de novembro para a Anssau acarretam prejuízos ao atendimento ao público no Hospital, mas por enquanto descartou uma paralisação da categoria. “Aqui não há politicagem. Nossa política é a saúde e nossa missão como médicos é prestar o melhor atendimento aqueles que buscam os serviços de saúde no Hospital do Juruá. Na gestão anterior suspendemos o serviços várias vezes mas no momento atual entendemos desnecessário tal medida porque são momentos distintos e há uma epidemia de dengue na cidade. Seria desumano com a população de Cruzeiro do Sul uma greve agora. Por outro lado há empenho real da gestão atual em equacionar o problema dos repasses para a gestora do hospital do Juruá”, cita o médico.

Propaganda

Na rede

Petecão irá lançar candidatura de Henrique Afonso a prefeito de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Logo depois do carnaval, o senador Sérgio Petecão (PSD) vai fazer um grande ato para marcar o lançamento da pré-candidatura do ex-vereador e ex-deputado federal, Henrique Afonso, a prefeito de Cruzeiro do Sul.

Para Petecão, Afonso, que está filiado ao PSD há três meses, tem grandes chances de vencer a eleição de outubro. “Henrique Afonso sempre foi bem votado e tem um nome forte em Cruzeiro do Sul. Vamos fazer um grande lançamento dessa pré-candidatura”, diz o senador.

O pedagogo Henrique Afonso, que é professor da Universidade Federal do Acre (Ufac) em Cruzeiro, está animado com a candidatura e cita que tem sido procurado por pessoas que buscam práticas políticas diferenciadas. “As pessoas estão cansadas e buscam uma opção. Acho que no PSD, liderado pelo senador Petecão, vamos fazer um arco de aliança muito forte com muita chance de vencer as eleições municipais de Cruzeiro do Sul”, ressalta.

Henrique Afonso é ex-vereador de Cruzeiro do Sul e foi deputado federal por três mandatos. O nome dele não apareceu na pesquisa recém-divulgada, mas ele conta que em enquete feita em uma rede social, empata e vence, em alguns momentos, Fagner Sales, filho do ex-prefeito Vagner Sales.

Um nome para esquentar o cenário político atual de Cruzeiro do Sul, que tem a indefinição da possibilidade de Ilderlei ser candidato a reeleição (TRE decidirá pela cassação e ilegibilidade ou não no próximo mês) e os nomes dos filhos de Vagner Sales, Cezar Messias e do ex-governador Orleir Cameli.

Continuar lendo

Na rede

Após audiência de custódia, Idelcleide e demais detidos pela Polícia Federal seguem presos

Publicado

em

A Audiência de Custódia dos presos da Operação Presságio, ocorrida na tarde desta segunda feira, 17, regida pelo juiz Flávio Mariano Mundi, não liberou nenhum dos acusados de desvio de dinheiro em Cruzeiro do Sul. A irmã e ex-chefe de gabinete do prefeito Ilderlei Cordeiro, a advogada Idelcleide Cordeiro, segue presa junto a outros seis envolvidos no esquema que envolveria o desvio de verbas federais da saúde e educação por meio da CBCN e outras empresas.

O Ministério Público do Estado não pediu a prorrogação da prisão temporária nem a conversão para preventiva, o que indica que amanhã, terça-feira, 18, quando vencer o prazo da temporária de cinco dias, os acusados poderão ser soltos.

As prisões foram feitas pela Polícia Federal na última sexta-feira, 14, em cumprimento da decisão da 1° Vara Criminal de Cruzeiro do Sul, que tem como titular a juíza Adamarcia Machado. Nas férias dela, os mandados de prisão e apreensão foram expedidos pelo juiz Flávio Mariano Mundi, bem como a Audiência de Custódia.

No sábado, 15, a desembargadora Denise Bonfim já havia negado um pedido de Habeas Corpus impetrado pela defesa de Idelcleide, que tem como titular o advogado Hilario de Castro Melo.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Leia Também

Mais lidas