Conecte-se agora

Angelim sinaliza que está aberto a conversar sobre candidatura

Publicado

em

O ex-prefeito de Rio Branco e ex-deputado federal, Raimundo Angelim (PT), divulgou em grupos internos do Partido dos Trabalhadores na tarde desta sexta-feira, 17, um posicionamento que acende uma luz vermelha no acirramento público entre o seu partido e o PSB da prefeita Socorro Neri, após ela confirmar rompimento com os vermelhos e afirmar que o ex-senador Jorge Viana estaria usando os vereadores da base para a enquadrarem, na intenção de que ela abrisse mão de disputar a reeleição de 2020.

Em seu comunicado, Angelim afirmou “que cada ser humano precisa de momentos de reflexão, de ouvir o silêncio, de fortalecer vínculos e de repensar a vida”, dando a entender que estava em momento sabático, afastado das atividades partidárias após não conseguir se reeleger ao cargo de deputado federal em 2018.

“Decidi me dar o direito de exercitar, por algum tempo essa prática, o que não significa abandonar as causas sociais e coletivas pelo bem da vida. Amigos tem cobrado uma posição minha sobre o uso de meu nome nas próximas eleições para a prefeitura de Rio Branco. A verdade: nunca declarei ou prometi a ninguém e a nenhum partido que seria candidato a prefeito em 2020, como também não recebi convites”, frisa.

Em relação a que setores da imprensa teria divulgado que Angelim estaria próximo do Senador Sérgio Petecão (PSD), que busca uma candidato de renome para a disputa das eleições, o petista desmentiu esses informes, enfatizando que “não houve conversas e nem está marcada a segunda conversa com ninguém sobre esse assunto”.

Ao final, Angelim destacou que jamais evitará debater uma possível candidatura ou conversa política. “Não me furto, nem me furtarei, em fazer boas conversas, mas não posso validar o que não aconteceu”, ressaltou o ex-prefeito, dando a entender que jamais teve conversas com outros partidos, mas que também não descarta conversar.

Nos bastidores, a informação que circula é que a manifestação de Angelim tem as digitais do ex-senador Jorge Viana e seria uma espécie de sinal informando que caso o PSB não ceda, a possibilidade de lançamento de candidatura pode ser concretizada. O ac24horas apurou que desde o ano passado Viana tem sido um incentivador para que Angelim disputasse as eleições, ao lado de Socorro Neri ou mesmo contra, principalmente após a divulgação de pesquisas de intenção de voto que colocam o petista na frente da atual prefeita.

O ac24horas tentou falar com Jorge para comentar as declarações de Neri, mas o petista desconversou tentando evitar colocar mais lenha na fogueira , afirmando apenas: “Só quero ajudar! Vou seguir assim”, pontuou.

Anúncios

Acre

Acre tem mais 138 casos de Covid-19 e 3 mortes pela doença

Publicado

em

O boletim epidemiológico parcial divulgado pela secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) nesta terça-feira, 11, aponta que o Acre teve 138 novos casos confirmados de coronavírus nas últimas 24 horas.

O Departamento de Vigilância em Saúde salienta que, agora, o número de infectados saltou de 21.619 para 21.757 de um dia para o outro.

Além disso, mais 3 mortes foram registradas nesta terça. Entre as novas vítimas, estão três homens, todos moradores de Rio Branco, com idades entre 50 e 97 anos, fazendo com que o total de óbitos suba de 562 para 565 em todo o estado.

Mais informações estarão disponíveis no boletim completo, a partir das 16 horas.

Continuar lendo

Acre

Duarte diz que povo exige volta do atendimento presencial na OCA

Publicado

em

O deputado Roberto Duarte lembrou na sessão virtual da Aleac da passagem do Dia do Advogado nesta terça-feira (11).

Ele pediu o retorno das atividades presenciais na Central de Serviços Públicos do Acre (OCA) de Rio Branco. Duarte diz que devem ser respeitadas as regras sanitárias para isso. “A população necessita e muito desses serviços”, disse.

Há ainda, segundo ele, problemas na emissão de carteira de identidade. “Esse serviço não está sendo fornecido há mais de trinta dias”, disse.

Continuar lendo

Acre

Jenilson alerta para problemas respiratórios devido as queimadas

Publicado

em

O deputado Jenilson Leite (PSB) disse que a questão da fumaça das queimadas tem influência na pandemia. “Os problemas respiratórios aumentam quando há mais fumaça”, afirmou o deputado do PSB.

O Acre tem registrado, na Amazônia, um dos maiores quantitativos de focos de queimadas –quase 991 neste período de verão. “Queremos pedir que intensifiquem o cuidado com essas queimadas”, pediu.

Ele destacou que a queda nos casos de Covid-19 tem sido lenta. “Qual a tradução disso? as medidas precisam continuar, precisamos continuar quebrando a cadeia de transmissão”, disse Leite, reafirmando o uso de máscaras e todas as medidas de higienização para conter o vírus.

Ele comparou a situação da doença entre países e lamentou a falta de política pública acertada pela presidência da República. “A abordagem política tem influência no resultado”, disse.

Continuar lendo

Acre

Temendo investigação, pastor Nelson pede desculpa aos gays

Publicado

em

Acuado e temendo ser alvo de investigação na justiça por crime de racismo, o pastor Nelson da Vitória usou as redes sociais nesta terça-feira, 11, para pedir desculpas pelas publicações feitas em sua página do Facebook, na qual incitava a disseminação de ódio e a intolerância às pessoas transgênero.

O pastor, pré-candidato a vereador, pediu desculpas pelos transtornos causados a toda população LGBT, principalmente, aos homens trans e mulheres trans.

“Nunca tive intenção de ofender, discriminar, criminalizar ou incitar a violência e o ódio. Na ocasião, foi polemizada nas redes sociais, uma ação promocional de “Dia dos Pais” de uma famosa empresa de cosméticos, e, no calor dos debates sobre o assunto revesti-me, ao que me parecia, do princípio da “Liberdade de Expressão” provenientes do Estado Democrático de Direito, sem me dar conta que feria o direito conquistado de outras pessoas de existir”, afirmou.

Nelson reconheceu que a luta LGBT é legítima e importante para o combate a LGBTfobia.

“Pactuo com a decisão do Supremo Tribunal Federal quando decidiu que homofobia era crime equiparado ao de racismo e respeito à orientação sexual, religião e opinião de todo cidadão e cidadã. Sou humano e consciente que, bem como todos, sou suscetível a erros e por tudo isso, lamento”, encerrou.

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas