Conecte-se agora

MPAC sedia lançamento de campanha para atualização do calendário vacinal

Publicado

em

Como estratégia para aumentar os índices de cobertura vacinal do município, a Prefeitura de Rio Branco lançou nesta quarta-feira, 15, no auditório do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), a campanha de atualização do calendário vacinal 2020.

A meta é imunizar 95% de crianças menores de cinco anos no período de janeiro a maio de 2020. De acordo com as autoridades de saúde, o Acre está entre os estados com pior desempenho nas metas de imunização do Ministério da Saúde. A principal consequência disso é a possível volta de doenças consideradas erradicadas no País, como sarampo e poliomielite, sendo as crianças as mais afetadas com esse cenário.

Em razão disso, o MP acreano articulou em setembro de 2019, um esforço interinstitucional com o objetivo de elevar a cobertura vacinal no Estado. O resultado foi a formação de um grupo de trabalho formado por equipes das secretarias de Saúde, Educação do Governo e da Prefeitura de Rio Branco, MPAC, com apoio do Conselho Regional de Medicina (CRM) e Sindicato dos Médicos do Acre (Sindmed), que realiza reuniões periódicas e organizou a vinculação da regularidade da carteira de vacinação à matrícula e rematrícula para as aulas deste ano na capital.

“A participação do Ministério Público tem sido fundamental, que poderia atuar de maneira apenas a cumprir as prerrogativas de fiscalizar e cobrar ação efetiva do poder público, mas a Promotoria de Saúde tem sempre buscado o diálogo e a resolutividade dessa e de outras situações, visando o bem da sociedade. Por isso, quero reconhecer que o MPAC tem sido parceiro na garantia ao acesso e direito das pessoas à saúde”, disse o secretário de Saúde, Oteniel Almeida.

O promotor de Justiça, Glaucio Oshiro, relatou estar feliz e surpreso com toda a movimentação gerada desde o ano passado pelas instituições envolvidas no enfretamento à melhoria dos índices de cobertura vacinal.

“Poucas são as vezes em que antes das tragédias acontecerem, conseguimos dar as mãos, nós ainda não precisamos enfrentar uma calamidade na saúde, nesse caso, nos unimos e estamos nos antecipando. Quero parabenizar a Prefeitura de Rio Branco e a estratégia antecipada dos órgãos envolvidos nessa ação que tem o objetivo de elevar os índices de cobertura vacinal no estado”, disse o promotor.

A prefeita de Rio Branco, Socorro Neri, agradeceu a parceria do Ministério Público na execução da estratégia de aumento da cobertura vacinal na capital. Ela também apresentou medidas que serão adotadas pela gestão municipal no sentido de melhorar esses índices.

“O MPAC tem abrigado tão boas iniciativas, com a participação sempre efetiva não apenas nessa questão da cobertura vacinal, mas em tantas outras, que buscam fortalecer políticas públicas na nossa cidade”, disse.

Socorro Neri informou que nos próximos dias haverá incremento no atendimento das Unidades de Referência de Atenção Primária (Uraps), que atualmente já funcionam com horário estendido de segunda a sábado, das 7h às 19h. A novidade será o atendimento médico, das 12 às 14h, com isso, a população terá mais opção de acesso aos serviços de saúde.

“O enfrentamento a esse desafio não pode ser responsabilidade somente da Secretaria de Saúde, mas de toda a gestão municipal e da sociedade, uma ação compartilhada, pela proteção e saúde das nossas crianças e adolescentes”, finalizou a prefeita.

Anúncios

Cotidiano

Casal é preso com cocaína durante abordagem da polícia no bairro Vitória

Publicado

em

Uma ação dos Policiais Militares do Tático do 3° Batalhão resultou na prisão de um casal e na apreensão entorpecentes na noite desta quarta-feira, 30. A prisão aconteceu na rua São Raimundo, no Bairro Vitória em Rio Branco.

A polícia estava fazendo um patrulhamento de rotina na região quando avistou o casal em ação suspeita em uma motocicleta CB300, de cor vermelha, placa NXR-9352.

Foi feita a abordagem e durante a revista pessoal foi encontrado em posse do casal 9 sacos pequeno aparentando ser cocaína de em uma bolsa, totalizando 900 gramas da droga.

Diante do fatos foi dada voz de prisão e os criminosos foram encaminhados à Delegacia de Flagrantes (Defla) para os devidos procedimentos.

Continuar lendo

Cotidiano

De 128 internações no Acre, 79 testam positivo para Covid-19 e 32 estão em UTIs

Publicado

em

A taxa geral de ocupação de leitos de Unidade Tratamento Intensivo (UTI) exclusivos para pacientes com a Covid-19 no Acre está em torno de 34,4%. Os dados são do boletim desta quarta-feira (30). Os dados são do Boletim de Assistência ao Enfrentamento da Covid-19, emitido pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre). O boletim mostra a ocupação de leitos do Sistema Único de Saúde (SUS), por especialidade do leito e por regional.

Segundo dados oficiais, das 128 internações em leitos do SUS, 79 testaram positivo para Covid-19, ou seja, a maioria das pessoas que buscam atendimento médico foram infectadas pelo vírus.

Na região do Baixo Acre, que engloba as cidades de Rio Branco, Sena Madureira, Plácido de Castro e Acrelândia, das 70 Unidades de Tratamento Intensivo (UTI), 28 estão ocupadas registrando uma taxa de ocupação de 40%.

Já região do Juruá, que engloba Cruzeiro do Sul, Tarauacá e Marechal Thaumaturgo, dos 20 leitos de UTI existentes, três estão ocupados, registrando 15% de ocupação. Os leitos clínicos somam 95 e 24 estão ocupados, registrando 25,3% de ocupação.

Já regional do Alto Acre, que engloba as cidades de Brasileia e Epitaciolândia, nenhum leito de enfermaria está ocupado, num total de 19 leitos disponíveis. A regional do Alto Acre é a única que não tem leitos de UTI para a Covid-19.

Continuar lendo

Cotidiano

Universidade Federal do Acre lança editais com bolsas que vão de R$ 400 a R$ 750

Publicado

em

A Universidade Federal do Acre (Ufac), por meio da Pró-Reitora de Graduação (Prograd), está com editais de bolsas abertos para inscrições até o dia 6 de outubro.

A primeira bolsa trata da seleção de professores preceptores do Programa Institucional de Residência Pedagógica. Será concedida bolsa ao professor participante do subprojeto no valor de R$ 750 mensais.

Na mesma categoria, a Ufac abriu inscrições para a seleção de alunos bolsistas e voluntários do Programa Institucional de Residência Pedagógica, com bolsa no valor de R$ 400 mensais.

Há também o processo seletivo para composição do Quadro de Bolsistas e Cadastro de Reserva de Supervisores (as) do Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). A bolsa será de R$ 750,00 mensais.

Encerrando a Ufac lançou o processo seletivo para a Composição do Quadro de Bolsistas, Voluntários e Cadastro de Reserva para o Programa Institucional de Bolsas de Iniciação à Docência (Pibid). Será concedida bolsa de iniciação à docência ao aluno e à aluna participante do subprojeto no valor de R$ 400,00 mensais.

Para saber mais informações, clique aqui. 

Continuar lendo

Cotidiano

Funai e Embrapa assinam acordo para apoio técnico ao povo Poyanawa e Yawanawá

Publicado

em

Fundação Nacional do Índio (Funai) e a Empresa Brasileira de Pesquisa Agropecuária (Embrapa) formalizaram nesta terça-feira (29) um Acordo de Cooperação Técnica para o desenvolvimento das cadeias produtivas e conservação da biodiversidade nas Terras Indígenas no Acre, Roraima, Mato Grosso, Tocantins, Bahia, Alagoas, Sergipe e Pernambuco.

No Acre são contempladas as Terras Indígenas Rio Gregório e Poyanáwa, que poderão capacitar agricultores indígenas em Sistemas Agroflorestais (SAFs), realizar o levantamento de solos e recursos genéticos locais de uso alimentar e medicinal; oficinas de boas práticas de produção de farinha; mecanismos de conservação de recursos genéticos.

O acordo vai viabilizar a realização de ações conjuntas voltadas para a implementação da Política Nacional de Gestão Territorial e Ambiental em Terras Indígenas e dos objetivos do desenvolvimento sustentável.

As ações propostas pelo ACT já haviam sido realizadas de maneira pioneira por algumas unidades regionais da Funai em parceria com unidades da Embrapa.

“Da parte da Embrapa, vamos disponibilizar equipes técnicas, com especialidade em diferentes áreas do conhecimento, as estruturas laboratoriais para promover pesquisas a partir de demandas de cada comunidade, compartilhar conhecimentos e soluções tecnológicas adaptadas à cada realidade, com o objetivo de garantir a segurança alimentar, fortalecer cultura e potencializar as iniciativas produtivas ali encontradas”, explicou Eufran Amaral, chefe-geral da Embrapa Acre.

Com prazo de vigência de cinco anos, e renovação por igual período, o ACT possibilita a adesão de novas unidades da Funai e da Embrapa durante a vigência, com a elaboração de Planos de Trabalho específicos, conforme as demandas dos povos indígenas junto às instituições parceiras.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas