Conecte-se agora

Mazinho Serafim implanta primeira Usina de Beneficiamento de Castanha no Cazumbá

Publicado

em

Com grande potencial produtivo de castanha, a Resex Cazumbá-Iracema situada às margens do rio Caeté, em Sena Madureira, atraiu uma Usina de Beneficiamento de Castanha que vai gerar emprego e renda e agregar valor ao produto. A iniciativa é do empresário Mazinho Serafim (Prefeito de Sena Madureira), que fez o lançamento da obra, neste domingo (12), acompanhado da secretária de estado, Eliane Sinhasique, deputada estadual Meire Serafim (MDB), empresários, além de vereadores, extrativistas e comunitários.

Quando começar a funcionar a usina vai gerar 20 empregos diretos e dezenas de outros indiretamente com a colheita e quebra da castanha. Em toda região, aproximadamente 30 mil latas do produto são colhidas durante a safra anual, segundo a Associação de Extrativistas do Cazumbá. “Eu sonhei com esse momento quando pedi a energia trifásica, para poder trazer indústrias. Graças a Deus, hoje podemos dizer que nossa gente poderá contar com uma indústria que trará trabalho às famílias, através do empresário Mazinho Serafim. É importante ressaltar que a Usina não é apenas do Núcleo do Cazumbá, mas de todos os moradores da Reserva e vizinhos”, observou Nenzinho Maia, representante da Reserva.

Atualmente, 43 famílias vivem no Núcleo, praticamente todos estiveram presentes no lançamento da construção do galpão que vai medir 12X30 em alvenaria. “Já trouxemos a máquina de Autoclave, Caldeira, Estufa, Mesas Inox e as Máquinas para descascar manualmente as castanhas. Fiz um compromisso com os moradores e estou cumprindo. Trouxe aqui o empresário, senador Laurinho, de Sergipe, que faz investimentos em várias partes do Brasil e poderá investir aqui no Cazumbá também futuramente. Nessa Usina, Iremos trabalhar com a produção da castanha orgânica que tem uma espécie de Selo Verde, o que agrega ainda mais valor ao preço do produto final, de forma que iremos gerar renda para os castanheiros dessa imensa Reserva Extrativista”, disse Mazinho Serafim, pioneiro na industrialização da castanha em Sena Madureira.

Representando o Governador do Estado, Gladson Cameli, a Secretária de Empreendedorismo e Turismo, Eliane Sinhasique, elogiou o investimento. “Nós do governo estamos satisfeitos com o prefeito Mazinho Serafim por essa veia empreendedora que ele tem, porque o povo precisa de trabalho e quando o Mazinho gera emprego, ele ajuda essas pessoas e o nosso Estado. Por isso, tem o apoio do governo do Acre. Estamos fazendo contatos para criarmos outros investimentos também e atrair mais empresários e pesquisadores para implementar novas alternativas de negócios. Precisamos botar a cabeça para funcionar. O povo acreano tem muito a explorar de forma racional o extrativismo e descobrir outras vocação econômicas, e podem contar com a nossa Secretaria de Empreendedorismo”, disse Sinhasique.

A Usina de Beneficiamento de Castanha deverá ficar pronta nos próximos meses e tem o propósito de entrar em funcionamento na próxima safra da Castanha, em parceria com a Associação de produtores Extrativistas do Cazumbá.

Após o lançamento da indústria, as famílias dos comunitários e convidados participaram de um farto almoço. Houve ainda um torneio de futebol com equipes femininas e masculinas.

Por Aldejane Pinto




Propaganda

Cidades

Morte de jovens em Sena Madureira foi uma das mais perversas da história, diz delegado

Publicado

em

O delegado de Polícia Civil do Acre, Marcos Frank, responsável pela elucidação do caso dos adolescentes Thauan Araújo de Oliveira de 16 anos, e Amanda Paiva Cavalcante, de 14 anos, mortos no dia 20 de dezembro, concedeu uma entrevista ao Portal Yaco News, na manhã desta terça-feira (21), na qual afirma que as vítimas não faziam parte de nenhuma facção.

Os corpos dos dois foram achados enterrados em uma mesma cova rasa no bairro Niterói, em Sena Madureira, interior do Acre.

O delegado informou que na festa que as vítimas (Amanda e Thauan) participaram, os responsáveis pela festa pegaram os celulares das vítimas e teriam acessado a galeria de fotos e arquivos de mensagens.

Eles não gostaram das fotos e mensagens que encontraram e planejaram o crime.

“Houve uma festa onde as vítimas foram convidadas e havia o consumo de bebida alcoólica e suspeitamos de drogas. Acabaram pegando os telefones das vítimas e foi determinado que eles tirassem o bloqueio de telefones, e nisso viram fotos e ouviram alguns áudios que não foi do agrado dos presentes”, afirmou o delegado.

De acordo com o delegado, três menores de idades chamaram o executor, que também decidiu chamar mais dois executores.

“E esse executor, que eu não vou falar o nome devido a Lei de abuso de autoridade, determinou que fosse buscada uma corrente, só que nesse meio, acabou que eles se espantaram com a chegada de veículo (achavam que era um carro da polícia), e os três executores e as duas vítimas foram para outro local. Então, as vítimas foram amarradas cada qual com uma blusa e foram brutalmente assassinadas a golpes de facas”, relatou.

O delegado afirmou que quando a polícia encontrou a cova dos cadáveres, foi solicitado a perícia e após o laudo descobriu que as duas vítimas estavam com traumatismo craniano e muitas perfurações pelo corpo, além do corte de pescoço pela parte de trás em movimento de vai e vem.

“Foi pedido a prisão preventiva de todos os acusados. Dos três que participaram diretamente da execução, o que forneceu a corrente, imaginamos que se ele não autorizou, ele ordenou para que tirassem a vida das vítimas e também de duas pessoas que enterraram e que ocultaram o cadáver”, ponderou.

“Foi pedido também a internação das três menores. E aí que deu as buscas dos acusados e no último domingo (19), a polícia efetuou a prisão do último que faltava. Foram presas seis pessoas, sendo três menores e três maiores de idade”, relatou.

De acordo com o delegado, os acusados devem ser pronunciados e submetidos a justiça acreana. Apenas dois dos três adultos confessaram o crime, os outros se limitaram a ficarem em silêncio.

“Eles irão responder por homicídio qualificado variando de 12 a 30 anos de prisão, além do crime de organização criminosa e corrupção de menores. A estimativa de pena é de 100 anos”, afirmou.

Já em relação aos menores de idade, o delegado disse que eles devem ser submetidos ao estatuto do menor, onde devem participar de audiências e perícias sobre qual pena aplicar.

“Imaginamos que elas devem ficar internas até os 21 anos de idade”, afirmou.




Continuar lendo

Cidades

Ex-BBBs Gleici Damasceno e Wagner Santiago terminam o namoro mais uma vez

Publicado

em

Gleici Damasceno e Wagner Santiago se conheceram durante o confinamento do Big Brother Brasil 18. Ainda na casa, eles se aproximaram e assumiram o relacionamento após a acreana sair vencedora do reality. Porém, depois de idas e vindas, os dois romperam o romance. É o que diz o jornal Extra.

Segundo a publicação, o relacionamento terminou no fim do ano passado. Mas os dois seguem amigos. Recentemente, Gleici se envolveu em uma polêmica com o também ex-BBB Lucas Fernandes. O bafafá teria começado após a acreana questionar se a nova temporada do reality show terá “mais um Lucas”.

O comentário é referente ao episódio de traição cometido pelo modelo. Na época, ele entrou no programa noivo de Ana Lúcia Vilela, mas se envolveu amorosamente com Jéssica Mueller.

Diante da crítica de Gleici, Lucas gravou vídeos nas redes sociais para rebater a colega e fazer uma “mea culpa”. “As pessoas me marcaram falando que a Gleici, que ganhou a edição do BBB comigo, fazendo um comentário extremamente desagradável, questionando se nesta edição vai ter ‘algum Lucas’”, começou.

Fonte: Metrópoles




Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas