Conecte-se agora

Mara Rocha anuncia R$ 20 milhões para o agronegócio do Acre

Publicado

em

A deputada federal Mara Rocha (PSDB) visitou na manhã desta segunda-feira, 13, a sede da Secretaria de Produção e Agronegócio (SEPA). A parlamentar estava acompanhada de assessores e do professor Minoru Kinpara.

Mara Rocha cumprimentou servidores da casa e fez uma prestação de contas do seu primeiro ano de mandato, quando foi escolhida a parlamentar acreana mais atuante no Congresso Nacional.

A parlamentar fez um pedido ao secretário da SEPA, Edvan Azevedo, para que este abra um escritório na Vila Verde, no km 58 da estrada Trasacreana, para atender as demandas dos agricultores daquela região.

A deputada tucana aproveitou para anunciar a liberação de mais de R$ 20 milhões de emenda parlamentar. Os recursos serão destinados ao setor produtivo e irão contemplar a recuperação de ramais nos municípios de Bujari e Sena Madureira. Além da construção do Mercado do Produtor Rural, no Bujari.

“Para alavancar o setor produtivo é necessário investir na compra de equipamentos para a melhoria de ramais. Essa emenda é a nossa contribuição para isso. O que vai possibilitar o escoamento da produção”, destacou Mara Rocha.

De acordo com o secretário da SEPA, Edvan Azevedo, parlamentares como a deputada Mara Rocha contribuem para o desenvolvimento do setor produtivo no Acre.

“São parcerias como essas que vão nos ajudar a elevar o patamar da agricultura no Acre. Queremos investir em mecanização agrícola e na recuperação de ramais. E essa emenda da deputada Mara Rocha será de fundamental importância para que o governo do Estado atinja esses objetivos em 2020”, destacou Edvan Azevedo.

Propaganda

Acre

TCE condena Marcinho Miranda a devolver mais de R$ 500 mil

Publicado

em

O ex-prefeito de Xapuri, Marcio Pereira Miranda, mais conhecido como “Marcinho Miranda”, foi condenado nesta terça-feira (21) pelo Tribunal de Contas do Estado do Acre (TCE) a devolver mais de R$ 500 mil em decorrência de prestações de contas irregulares.

A decisão foi publicada no Diário Oficial do TCE.

Segundo o TCE, ocorreu divergência do saldo de caixa para o exercício seguinte de R$ 438.031,47, o que ocasionou em incorreções nos lançamentos contábeis e a não comprovação de saldo para exercício seguinte.

O órgão decidiu por condenar Marcinho, a devolução aos cofres da municipalidade o valor de R$ 519.475,95 e ao pagamento de multa no valor de R$ 50 mil correspondente a 10% do total a ser devolvido.

Por fim, o TCE determinou ao atual prefeito de Xapuri, Ubiracy Vasconcelos, a recondução imediata dos valores da despesa de pessoal aos limites da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF)

Continuar lendo

Acre

Petecão é o segundo que mais se ausentou para missões fora do país

Publicado

em

O levantamento do Congresso Em Foco mostra que em 2019, o Senado autorizou 750 pedidos de licenças dos senadores. Estes pedidos foram utilizadas pelos congressistas para justificar o não comparecimento em sessões deliberativas destinadas à votação de propostas no Plenário da Casa, às quais os senadores são obrigados a comparecer.

Segundo esse levantamento, não há nenhum senador acreano entre os mais assíduos mas um deles é citado pelo CEF. O senador Sergio Petecão que mais recorreu à Missão com Ônus foi Sérgio Petecão. O senador, diz o levantamento, estava no exterior do país em sete das vezes em que o Plenário da Casa estava em votação. Coreia do Sul, Sérvia, Estados Unidos e Peru foram os países em que Petecão esteve em missão. “Ainda houve outra viagem a um país que não foi informado e não consta nos dados disponibilizadas pelo Senado”, informa o Congresso Em Foco.

O senador Irajá, do PSD do Tocantins, apresentou 8 vezes o requerimento de Missão com Ônus, sendo o senador que mais solicitou este pedido e o que mais se ausentou das sessões por estar fora do país.

O senador Jader Barbalho (MDB-PA) ficou na 1ª posição no ranking dos senadores que mais faltaram às sessões, com ausências justificadas ou não. Ele apenas compareceu a 16 das 75 sessões analisadas, contabilizando um índice de falta de 78,67%. A maioria delas foi justificada por atividades parlamentares (40 vezes) e licença saúde (15 vezes). Porém, o senador finalizou o ano legislativo sem justificar quatro de suas ausências.

Veja o levantamento na íntegra: https://congressoemfoco.uol.com.br/legislativo/senadores-tiveram-750-ausencias-remuneradas-em-2019-veja-os-mais-faltosos/

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas