Conecte-se agora

Gladson elogia Peixes da Amazônia, mas diz estar até acendendo vela para que empresários comprem o complexo

Publicado

em

No primeiro programa de rádio ‘Fale com o Governador’ de 2020, Gladson Cameli voltou a falar sobre seu plano de incentivar o trabalho das iniciativas privadas no estado. Como exemplo, citou o empreendimento Complexo de Piscicultura Peixes da Amazônia, que encerrou suas atividades no Acre em janeiro do ano passado por falta de capital de giro. Cameli foi enfático: “estou até acendendo uma vela para quem quiser investir, vir e levar ela [empresa Peixes da Amazônia]”.

Segundo ele, a grande política de seu governo voltada ao agronegócio é justamente o abrandamento dos trâmites burocráticos para os empresários que queiram investir no estado. “Acabar com a burocracia e deixar trabalhar quem quer trabalhar”, ressaltou.

Gladson disse que essa é sua forma de governar, deixando quem quiser investir, investir. “O que valia 10, hoje custa 100”, disse se referindo à valorização das terras locais após sinalização de apoio de seu governo ao agronegócio, que segundo ele, valoriza as áreas.

Sobre a Peixes da Amazônia, ele afirma que tudo referente ao empreendimento está em bom estado. “Tudo novo. É um empreendimento magnífico, mas tem que aproveitar enquanto está novo, pra que a gente possa fazer movimentar e gerar emprego”, disse ele, afirmando que elogios a obras de governos passados não diminui sua gestão.

A Peixes da Amazônia mantém uma dívida de mais de R$ 12 milhões entre passíveis trabalhistas e débitos bancários. O principal credor da empresa é o Banco da Amazônia (Basa).

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas