Conecte-se agora

PSL rechaça dar legenda para Tião Bocalom ser candidato a prefeito de Rio Branco

Publicado

em

O diretório regional do PSL no Acre não pretende dar legenda para o pré-candidato Tião Bocalom disputar a sucessão municipal da capital acreana, informa Cezar Negreiros na edição deste domingo (12) de A Tribuna.

Os “bivaristas” que passaram a dar as cartas no Estado prometem manter-se sem atrelamento ao governo Gladson Cameli e combater os partidos da esquerda acreana que ensaiam continuar governando a Prefeitura de Rio Branco pelo quinto mandato consecutivo. “O ex-prefeito de Epitaciolândia está fora dos nossos planos. Depois da fraude com um áudio, a sua convivência no nosso partido se tornou impossível”, declarou o presidente Pedro Valério.

“Com o tempo de televisão que disponibilizaremos, temos condições de viabilizar uma candidatura de terceira via para a Prefeitura de Rio Branco, como aconteceu na disputa nacional com o presidente Jair Bolsonaro”, aposta Valério.

O cacique quer a população indicado um dos três nomes do PSL como pré-candidato a prefeito de Rio Branco. “Como temos três nomes no páreo da disputa da capital pretendemos promover um amplo debate no estilo americano, o nome melhor avaliado pela sociedade rio-branquense será indicado para a disputa eleitoral”, disse.

O ac24horas tentou contato com Tião Bocalom para saber como ele avalia as declarações de Pedro Valério, mas Bocalom não atendeu às chamadas da reportagem.

Propaganda

Acre 01

Mulher que vinha de Rondônia ao Acre morre atropelada por ônibus na balsa do rio Madeira

Publicado

em

Uma mulher morreu nesta sexta-feira, 24, depois de ser atropelada por um ônibus da Eucatur na saída da balsa que liga Rondônia ao Acre, no rio Madeira. Em nota divulgada, a empresa de transporte diz que está apurando as causas do acidente e que as informações ainda são “inconsistentes”.

Segundo a própria Eucatur, a passageira viajava para Rio Branco (AC) acompanhada de familiares. No processo de travessia da balsa, em Porto Velho, o ônibus acabou passando por cima da mulher. A mulher morreu na hora.

Informações divulgadas pela Polícia Rodoviária Federal (PRF), às 9h55, dizem que foram duas passageiras atropeladas pelo ônibus, sendo que uma morreu na hora e a outra ficou ferida. Os nomes das vítimas não foram divulgados.

A Eucatur diz ter enviado uma equipe ao local do acidente para levantar informações sobre a causa do atropelamento. A empresa ressaltou estar prestando toda assistência necessária aos familiares das vítimas.

Em nota, a Eucatur reiterou que os demais passageiros do ônibus foram realocados em outro veículo e seguiram viagem. A balsa segue operando regularmente no rio Madeira, informou a polícia.

G1/Rondônia

Continuar lendo

Acre 01

Segurança Pública descarta que ação de igreja tenha facilitado fuga de presos do Pavilhão L

Publicado

em

A fuga de 26 detentos do presídio estadual Francisco D’Oliveira Conde, na última segunda-feira, em Rio Branco, ocorreu no Pavilhão L, mesmo local que, no início deste mês de janeiro, sediou três dias de um evento evangélico denominado “Encontro com Deus”. Foi a primeira vez que o presídio permitiu uma ação parecida, reunindo centenas de reeducandos e seus familiares. Dias depois, aconteceu a fuga. Foi o suficiente para algumas pessoas, inclusive do próprio sistema de segurança pública do Acre, cogitarem que a ação religiosa pode ter influenciado no caos.

Diversas hipóteses foram levantadas apontando que as atividades – repletas de músicas, orações e ministrações, podem ter omitido sons e favorecido os presos, que teriam aproveitado o momento de barulho intenso para quebrar a parede sem serem descobertos. Nessa quinta-feira, 24, o secretário de segurança pública, coronel Paulo Cézar Santos, descartou qualquer uma dessas hipóteses.

Segundo o gestor, as igrejas são, hoje, grandes parceiras no processo de desconstrução da juventude que envereda pelo mundo do crime. “Não podemos penalizar a atuação de uma igreja nesse momento. Temos diversas igrejas realizando um trabalho importante para o sistema”, diz Paulo Cézar.

O secretário lembra que o caminho do crime leva a morte ou à cadeia, por isso “nossa grande parceira hoje é a igreja, independente de denominação religiosa, que vem exercendo um papel fundamental em todas as vertentes”, garante.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

welcome image