Conecte-se agora

Parte da história boêmia de Rio Branco, Flutuante, o famoso “Putanic”, está à venda

Publicado

em

Nem adianta negar, quem tem acima de 40 anos, e é de Rio Branco, um dia na vida já tomou uma cerveja ou dançou no Flutuante.

O bar, que flutua nas águas do Rio Acre apoiado em boias, faz parte da história boêmia de Rio Branco.

Por décadas foi um dos bares mais frequentados da capital acreana.

Nesta época do ano então, quando as águas do rio estão elevadas, se estivesse em funcionamento, seria ideal para apreciar a bela cheia manancial.

No verão, era ponta de encontro para quem ia desfrutar das praias que se formam às margens do rio.

O Flutuante, pela quantidade de pessoas que o frequentavam no final de semana, também foi durante muito tempo o lugar perfeito para uma boa paquera. Não é à toa que foi apelidado de “Putanic”, em referência ao famoso navio Titanic.

Depois de viver tempos áureos, o Flutuante não é mais o mesmo. Em novembro de 2018, o bar sofreu um naufrágio parcial e desde então não voltou a funcionar.

Em novembro de 2018 o bar sofreu um naufrágio parcial e desde então não voltou a funcionar.

Mas a verdade é que o Flutuante pode voltar aos bons tempos. Para isso, basta algum interessado em investir no negócio, já que os atuais donos o colocaram à venda.

O preço é uma pechincha, apenas 60 mil reais.

Jordan Magno, um dos donos, afirma que por falta de tempo resolveu colocar o bar à venda. “Eu e o meu sócio não tempos tempo de tocar o negócio. Lá é um ponto muito bom, conhecido da população, mas precisa de tempo”, diz.

Resta saber se há algum interessado em tocar o negócio e tentar fazer com que o Flutuante volte aos bons tempos. Gente com boas lembranças das farras no local é que não falta em Rio Branco.

Assim que a venda do Flutuante foi anunciada em uma rede social, não faltaram comentários saudosistas sobre o bar. O internauta Alex Aguiar disse: “Foi aí que me casei e arrumei dois filhos”. Já Elissandro Silva afirmou que o “Putanic” tem que ser colocado em um museu. “Tem que comprar e colocar em um museu. Faz parte da história do Acre”. Até uma casa em Acrelândia foi oferecida em troca do bar que já foi um dos mais famosos da capital acreana.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas