Conecte-se agora

Com denúncia de irregularidades, conselheiras são e empossadas em Xapuri

Publicado

em

Mesmo com o Ministério Público tendo aberto procedimento contra supostas irregularidades ocorridas na eleição para o Conselho Tutelar de Xapuri, o Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) diplomou e empossou as cinco novas Conselheiras Tutelares do município, eleitas no processo eleitoral realizado no último dia 6 de outubro.

A cerimônia foi realizada nesta sexta-feira, 10, na plenária da Câmara de Vereadores, e contou com as presenças do prefeito Ubiracy Vasconcelos, do presidente do CMDCA, Jurivan Bezerra Rios, da secretária de Assistência Social, Alessandra Barroso, vereadores, suplentes eleitos, convidados e familiares.

O presidente Jurivan Bezerra deu as boas-vindas às novas conselheiras e ressaltou a importância do trabalho que precisa ser continuado em favor da proteção e garantia dos direitos das crianças e adolescentes.

“Sabemos que é uma missão árdua, mas todas vocês sabem que poderão contar com o apoio do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente no cumprimento desse trabalho que tem uma importância tão grande na garantia da proteção de nossas crianças e jovens”, afirmou.

A técnica em enfermagem Maria Lúcia Rodrigues, de 49 anos, foi a candidata mais votada entre as cinco titulares eleitas. Esse será o quarto mandato dela, que já tem 11 anos de dedicação ao Conselho Tutelar de Xapuri, tendo aberto, inclusive, mão de sua formação profissional para exercer o cargo por tantos anos. Para ela, ser conselheira já se tornou uma vocação.

“Eu sou conselheira em tempo integral, e não apenas durante o meu expediente. Não importa qual seja o horário, eu estou disposta e de bom humor para atender uma denúncia, seja na cidade ou na zona rural, e me sinto realizada quando consigo resolver de maneira positiva. Agradeço a Deus, minha família, amigos e a cada pessoa que depositou seu voto de confiança a mim”, disse.

O prefeito Ubiracy Vasconcelos parabenizou as novas representantes do Conselho Tutelar e enalteceu o fato de apenas mulheres terem sido eleitas para o cargo que, segundo ele, carrega uma enorme responsabilidade.

“As mulheres estão mais preparadas para essa grande responsabilidade que os homens, sem desmerecer os representantes do sexo masculino, mas elas têm mais sensibilidade e preparo para cuidar dessa causa do que nós, que somos mais embrutecidos”, disse o prefeito.

Irregularidades

Em Xapuri, algumas candidatas eleitas foram denunciadas pelo Ministério Público em razão de supostas irregularidades cometidas durante o processo eleitoral. Esse fato, porém, não impediu a diplomação e a posse dessas conselheiras.

De acordo com o presidente do Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente, Jurivan Rios, elas assumem o cargo normalmente até que a justiça se pronuncie a respeito de cada caso, conforme a denúncia do MP.

As Conselheiras Tutelares empossadas em Xapuri:

1ª Maria Lúcia Rodrigues dos Santos – 317 votos

2ª Mafra Virgínia da Cruz Cavalcante – 280 votos

3ª Maricksleyda Gondim Artiago – 239 votos

4ª Marilena Pereira de Araújo – 237 votos

5ª Sandra Maria Ribeiro de Lima – 225 votos

Os conselheiros tutelares atuam conforme o Estatuto da Criança e do Adolescente (ECA) e fazem um importante trabalho de atendimento a crianças e adolescentes, para proteção de seus direitos, em parceria com as escolas, organizações sociais e órgãos públicos. Os mandatos vão de 2020 a 2023.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas