Conecte-se agora

Vereadores querem barrar transferência de local da sede da prefeitura de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Na tarde desta quinta-feira, 9, três dos cinco vereadores do MDB: Carlinhos Alves , Romário Tavares e Antonio Cosmo, protocolaram no Ministério Público do Acre, uma ação com objetivo de impedir a mudança da sede da prefeitura de Cruzeiro do Sul do Centro para o bairro Miritizal.

A Câmara Municipal autorizou no último dia 27 de dezembro, que o prefeito Ilderlei Cordeiro dê os prédios da antiga sede da Semec e da Biblioteca Municipal e mais R$ 600 mil pelo prédio da Unopar, que fica no bairro Miritizal, Segundo Distrito de Cruzeiro do Sul. O objetivo é fazer do local um Centro Administrativo onde funcionarão a prefeitura e todas as secretarias municipais.

Nenhum dos três vereadores falou com a imprensa na saída do Ministério Público. Na recepção do órgão, a informação é que só depois do promotor Ocimar da Silva Tales Junior se inteirar dos fatos, falará com a imprensa sobre o caso. Não foi informado que tipo de ação foi apresentada pelos vereadores.

O prefeito Ilderlei Cordeiro disse ter estranhado a ida dos vereadores ao Ministério Público já que o projeto foi aprovado por 7 votos a favor e 5 contrários.

“Os mesmos vereadores que questionam o projeto, tiveram a chance de realizar o debate no parlamento por que tudo foi realizado como impõe a lei. O diálogo sempre foi e continua aberto. As divergências são naturais do processo democrático, mas as decisões legais também devem ser respeitadas para que essa mesma democracia prevaleça. A manifestação dos vereadores de oposição é incompreensível tendo em vista que o Centro Administrativo otimiza recursos e tem como principal beneficiário a população, desenvolvendo um dos maiores bairros da nossa cidade, o Miritizal. Com o projeto estima-se a economia de R$ 300 mil”, concluiu Ilderlei.

Propaganda

Na rede

Advogada acusada de ligação com facção será solta novamente

Publicado

em

Deverá ser libertada nesta quinta-feira, 23, da sede do COE para cumprir prisão domiciliar, a advogada cruzeirense Josimeire Teixeira Pereira, presa sob acusação de tráfico e ligação com uma facão criminosa.

Com parecer favorável do Ministério Público, a decisão do juiz Flávio Mariano Mundi, de Cruzeiro do Sul, proferida no início da noite desta quarta-feira, 22, determina a prisão domiciliar da advogada com tornozeleira eletrônica e várias restrições.

Na decisão o juiz Mundi cita o estado precário de saúde em que se encontra Josimeire, que é diabética. A defesa dela alega a impossibilidade de medicação diária e de alimentação adequada na sede do COE, onde a advogada está detida pela segunda vez. Entre as exigências da justiça, está a apresentação de relatório médico mensal dela.

O advogado de Josimeiere é Sanderson Moura.

Josimeiere Teixeira Pereira foi presa pela primeira vez no dia 23 de outubro do ano passado pela Polícia Federal. Foi solta no dia 30 do mesmo mês com tornozeleira eletrônica. Voltou a ser presa pela Polícia Federal no dia 11 de dezembro. Agora será libertada novamente com monitoramento eletrônico.

Continuar lendo

Na rede

Vídeo mostra mais um assalto de moto em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O vídeo mostra a hora do assalto: era 16 horas desta quarta-feira, 22, na saída do Posto de Saúde do Agricultor, região central de Cruzeiro do Sul, em frente ao Ministério Público.

O assaltante sentado em frente ao posto observa a mulher que falava ao telefone e espera o melhor momento para aborda-la com uma arma e lavar a motocicleta.

Uma pessoa passa próximo, mas não percebe se tratar de um assalto. O ladrão vai embora calmamente levando a motocicleta da mulher.

A Polícia Militar está fazendo buscas pelo assaltante. Essa é a quinta motocicleta  roubada em Cruzeiro do Sul nos últimos 8 dias. Três foram recuperadas pela PM.

Veja o vídeo:

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

welcome image