Conecte-se agora

No Acre, metade das chamadas ao Samu não são emergenciais

Publicado

em

Mais da metade das ligações telefônicas que o Samu de Rio Branco recebe são de ocorrências que não se destinam ao Serviço de Atendimento Móvel de Urgência. De janeiro a dezembro de 2019 a central responsável pelo atendimento do Samu 192 recebeu quase 80 mil ligações, mas 46 mil delas não eram destinadas ao serviço.

Para reduzir o problema, o Samu está orientando a população a ligar para o 192 em casos graves, como agressão por arma de fogo ou arma branca; afogamentos; choque elétrico; acidentes com produtos perigosos; suspeita de infarto ou AVC; queimaduras graves; trabalhos de parto em que haja risco de morte da mãe ou do feto; tentativas de suicídio, entre outras situações consideradas de urgência ou emergência, com risco de morte, sequela ou sofrimento intenso.

O Samu também atenderá urgências em situações de natureza clínica, cirúrgica, traumática, pediátrica, psiquiátrica, entre outras. “Possuímos médicos 24 horas nas centrais de regulação, onde são realizadas as orientações ao solicitante de como proceder. O profissional classifica as chamadas e despacha as ambulâncias. O que acontece é que todo e qualquer agravo à população acaba entrando em contato com a central solicitando ambulância em situações como diarreia, dores crônicas, troca de sondas, infecção de urina e febre prologada”, relata Pedro Pascoal, coordenador do Samu.

São situações, diz Pascoal, que não levam o paciente a ter riscos de morte, sendo possível o transporte em veículo particular, o que caracteriza que não são ocorrências classificadas para o Samu.

(Com Agência de Notícias do Acre)

Anúncios

Acre

Acre compra helicóptero com seguro da aeronave danificada

Publicado

em

A frota do Centro Integrado de Operações Aéreas (Ciopaer) recebe na próxima sexta-feira, 2, mais uma aeronave, um helicóptero Esquilo B2. Batizado de Hárpia 04, a aeronave foi adquirida pelo governo do Acre com o dinheiro do seguro do Hárpia 02, totalmente danificado em um acidente sem vítimas no início deste ano.

Desde a semana passada, a equipe do Ciopaer está em São Paulo agilizando a documentação e testando a aeronave para o voo até Rio Branco. O coordenador do Ciopaer, Naick Trindade, disse que na segunda e terça-feira, os pilotos fizeram voos para testes na aeronave e avaliaram todos os itens de segurança. Um mecânico também integra a equipe da Secretaria de Segurança na missão.

O governador Gladson Cameli afirmou que o transporte aéreo no Acre não é luxo, mas uma necessidade, principalmente para as populações que vivem nos lugares mais remotos e distantes das cidades. “A vinda desse helicóptero será muito importante para darmos continuidade aos serviços realizados com muita competência pelos nossos guerreiros do Ciopaer em todos os municípios acreanos. O nosso objetivo é fortalecer a frota de aeronaves do governo, para que possamos atender quem mais precisa e ajudar a salvar vidas”, afirmou Cameli.

O novo Harpia é do mesmo modelo do anterior, um Esquilo B2, porém mais novo, moderno e com menos horas de voo. Tem capacidade para transportar seis pessoas, incluindo a tripulação. O helicóptero, fabricado em 2013, possui cerca de 500 horas de voo.

Fonte: Notícias do Acre

Continuar lendo

Acre

Edvaldo Magalhães quer avaliar melhor o orçamento do Estado

Publicado

em

O deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) discorreu nesta quarta-feira (30) na sessão virtual da Assembleia Legislativa sobre o artigo 270 do regimento interno da casa. O dispositivo trata da data de ingresso das despesas discriminativas, que é 30 de setembro.

Ele pediu que a Mesa Diretora da Casa disponibilize à peça do orçamento do Estado. No ano passado, houve problemas no andamento da votação do orçamento e ele quer evitar que se repita.

O comunista também condenou a tentativa de privatizar o Depasa do modo como vem sendo feito e se somou ao deputado Daniel Zen, que criticou duramente o que considera sucateamento proposital para vender à qualquer preço o Depasa.

Continuar lendo

Acre

Zen critica sucateamento proposital para venda do Depasa

Publicado

em

O deputado Daniel Zen (PT) criticou nesta quarta-feira (30) durante sessão virtual da Assembleia Legislativa a declaração do governador Gladson Cameli acerca da privatização do Depasa. Ele afirmou que o posicionamento do governo apenas referenda sua opinião de que o sucateamento da autarquia é para vendê-la a qualquer custo.

“Querem dizer que sob os cuidados públicos não funciona, faltam produtos, tudo para justificar que tudo que é público é ineficiente”, disse.

“As coisas estão aos Deus dará para justificar o discurso de que a privatização é a solução”, completou o deputado, repudiando o que considera postura irresponsável do governo.

Zen também condenou a retirada de recursos do Fundeb para custear o Renda Cidadã, o novo programa social do governo Jair Bolsonaro e não poupou críticas ao senador Márcio Bittar (MDB), relator do Orçamento Geral da União.

“Usar dinheiro dos precatórios para compor o Renda Cidadã. Isso é criminoso e é um calote”, disse o petista.

Continuar lendo

Acre

Anteprojeto de Jenilson propõe aquisição da vacina contra Covid

Publicado

em

O deputado estadual Jenilson Leite ( PSB), que é médico infectologista, e um dos profissionais da linha de frente no combate ao novo coronavírus, nos hospitais do Estado do Acre, apresentou , na sessão desta quarta-feira (30), um Anteprojeto de Lei que permite ao governo do Estado do Acre fazer a aquisição da vacina contra a covid-19.

O infectologista destaca que muitos estados já tomaram a iniciativa e estão fazendo parceiras para a aquisição da vacina que se encontra na terceira e última fase nos laboratórios russos, chineses e americanos. A vacina russa é que está mais avançada.

O médico destaca que o governador de São Paulo, João Dória, anunciou que até fevereiro de 2021 toda população paulista estará vacinada.

O Instituto Butantã, órgão do governo paulista, em parceira com uma fabricante chinesa de vacina estão na terceira fase do medicamento que vai imunizar as pessoas.

Para Leite, o governo do Acre também precisa buscar parcerias, já que o governo federal está alheio ao assunto. ” A aquisição da vacina deve ser prioridade do governo do Estado do Acre. É a única forma de imunizar as pessoas e salvar vidas”.

Segundo Jenilson, a notícia de que em breve estaremos vacinando as pessoas, é um alento. ” Vivemos um momento de dor, com a perda de amigos e familiares. E essa notícia que estamos na terceira fase para termos algo que vai imunizar as pessoas, é um alento. É um sinal que podemos voltar a normalidade”, disse o médico bastante entusiasmado.

O Acre já tem mais de 27 mil infectados pela covid-19.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas