Conecte-se agora

Mesmo com dinheiro em caixa, veículos do Detran estão parados por falta de combustível

Publicado

em

Você que tem carro, já sabe. Para rodar é preciso abastecer. Para abastecer é preciso dinheiro, principalmente com o valor atual dos combustíveis.

Agora como é que se explica ter dinheiro, e muito dinheiro em caixa, e mesmo assim seus veículos não estarem rodando por falta de combustível.

A situação acontece do Departamento Estadual de Trânsito do Acre (Detran). Todos os serviços estão parados por falta de combustível nos veículos. Engenharia de trânsito, fiscalização, educação de trânsito. Até o serviço de office-boy está sem funcionar.

O ac24horas, apurou que a falta de combustível é resultado do atrapalho dentro da administração pública. O Detran tinha um contrato com uma empresa que venceu em dezembro e estava pronto para ser republicado. Só que a Secretaria de Planejamento e Gestão (Seplag) determinou que fosse feita uma nova licitação. A empresa vencedora ainda está fazendo o cadastro de veículos e por isso não tem condições ainda de abastecer os carros.

O Detran informou que não tem prazo para que o abastecimento volte ao normal.

A administração da autarquia também é apontada como responsável pela falta de limpeza dos prédios do Detran, já que não há licitação e simplesmente os servidores são obrigados a limpar as salas e os banheiros dos setores onde trabalham. Um servidor, que prefere não se identificar, afirma que até água para beber faltou nos últimos dias em alguns setores do Detran. “Estamos vivendo o caos. Desde que entrei no Detran nunca tinha vivido uma situação como essa”, afirma.

Propaganda

Destaque 4

“As ruas de Rio Branco respiram medo”, diz rapper que gravou clipe sobre a violência no Acre

Publicado

em

O artista de rap Zedequias Alves, o “Mano Z”, 24 anos, morador da Baixada da Sobral, em Rio Branco, ganhou as redes sociais quando gravou um clipe chamado “Vivências”. O clipe retrata o momento que o Estado do Acre vive.

“Escrevi a letra do meu rap sobre esse momento que estamos enfrentando [violência] nosso Estado. Sinceramente, as ruas do nosso estado respira medo”, explicou.

Em entrevista ao ac24horas, o artista conta que descobriu o Rap, em 2010 e, em 2013, o Samyron, dos Cobras Dance, o convidou para participar de algumas atividades de rap em Rio Branco.

“Me apaixonei pela cultura e estou aqui até hoje. Antes do Hip-Hop, eu não estudava, quando conheci, já me matriculei na escola novamente. Fiz um curso técnico, iniciei uma faculdade. Vivo na periferia e, por aqui, é difícil estudar e trabalhar ao mesmo tempo, por isso tive que trancar minha faculdade. Hoje, eu quero que outros jovens de periferia escutem minha música e pense positivo. É ruim saber que tem amigos e pessoas tão jovens se matando”, afirmou.

O desejo de “Mano Z” é mostrar através do clipe que a cultura pode salvar pessoas.

“Meu foco é esse, que eles conheçam e aprendam que a cultura salva. O Augusto do Hip-Hop foi o primeiro a me ceder um estúdio. Desde então sonho em viver disso: em colocar o Acre como referência no cenário de rap e batalhas. O rap me salvou, e eu quero salvar outras pessoas com minhas letras”, contou.

“Eu quero transmitir através das minhas letras que as pessoas acreditem mais em si. Quando comecei diziam que não levava jeito, e que fazer esse estilo de música no Acre era pedir pra morrer de fome, que não daria futuro, então, escrevi sobre alguns frutos que conquistei com minhas rimas, minhas letras”, contou o jovem que já foi um dos finalistas da batalha de rap em Belo Horizonte e Minas Gerais.

Veja o vídeo:

 

Continuar lendo

Destaque 4

Mailza Gomes é a que mais compareceu ao trabalho no senado em 2019

Publicado

em

Do trio acreano, Mailza Gomes é a que mais comparece ao trabalho no Senado da República, marcando presença em 85,33% das sessões ocorridas em 2019. Mailza teve 11 ausências justificadas e uma não justificada.

Em segundo lugar, o senador Márcio Bittar bateu ponto em 78,67% das sessões, teve 16 ausências, mas nenhuma sem justificação.

Sergio Petecão esteve em 74,67% das sessões do Senado no ano passado. Faltou em 19 e, tal como Mailza, teve uma falta não justificada.

Os dados são do Congresso Em Foco (www.congressoemfoco.uol.com.br), que apontou Sergio Petecão o 2º que mais viajou para o exterior em missão para o senado.

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

welcome image