Conecte-se agora

Cameli confirma permanência de Ribamar Trindade na Casa Civil

Publicado

em

O governador Gladson Cameli confirmou na manhã desta quinta-feira (09) a permanência do advogado Ribamar Trindade de Oliveira como chefe da Casa Civil do Estado do Acre, anunciando também ajustes administrativos em sua equipe governamental.

As discussões em torno das melhorias que Gladson pretende realizar no governo serão iniciadas ainda esta semana com reuniões estratégicas entre o gabinete do governador e a Casa Civil, incluindo ainda o planejamento de todas as secretarias do estado.

“O ano de 2019 nos mostrou os acertos e erros da gestão, e por isso, em 2020 precisamos realinhar ações que precisam serem executadas em várias áreas do estado. Também é necessário que toda equipe esteja consciente de que temos que dar respostas à sociedade sobre suas expectativas a respeito do nosso governo”, disse Gladson.

De acordo com o governador, a permanência de Ribamar Trindade na Secretaria de Estado da Casa Civil é vista com naturalidade uma vez que trata-se de uma das pessoas de sua mais alta confiança e que coordenou suas campanhas para deputado federal, senador da República e governador do estado.

Ribamar Trindade agradeceu ao governador e enfatizou que continuará cumprindo o papel de trabalhar ao lado de Cameli para que o Acre volte a registrar crescimento social e econômico, primando pela legalidade dos atos do Governo do Estado e por melhorias de vida para população acreana.

Propaganda

Acre

Professores em manifesto fecham avenida em frente à Casa Civil

Publicado

em

IMAGEM ILUSTRATIVA - FOTO: SÉRGIO VALE

Dezenas de professores se reuniram na manhã desta segunda-feira, 27, para fazer um ato de protesto em frente à Casa Civil, em Rio Branco. O manifesto fechou parte da Avenida Brasil, na região central da capital acreana. A categoria usou alto-falantes para reivindicar “o que lhes é de direito”, disseram.

Eles cobram a convocação de cerca de 800 professores que fizeram o último concurso público da educação estadual. O governo afirma que já chamou mais de 200 professores até o momento. “Até os policiais que fizeram concurso, o governador prometeu chamar e até agora nada”, disse uma das manifestantes.

“Estamos ansiosos esperando a convocação”, afirmaram os professores durante o ato. Segundo a categoria, a expectativa é de que o governo convoque o restante dos candidatos até o início do próximo ano letivo, previsto para iniciar no mês de fevereiro.

Eles isolaram a avenida em forma de “cordão humano”, em frete à Casa Civil. Funcionários do Batalhão de Trânsito foram ao local orientar os condutores sobre o trânsito modificado. Ficou acordado com os manifestantes que uma equipe do governo deve se reunir ainda hoje com uma comissão representante dos professores insatisfeitos.

Continuar lendo

Acre

Após críticas ao IAPEN, Renê Fontes é exonerado do governo Cameli

Publicado

em

O ex-candidato à deputado estadual pelo PTB, Renê Fontes, que conseguiu mais de 2 mil votos nas últimas eleições, não faz mais parte do time de Gladson Cameli, já que na edição desta segunda-feira, 27, do Diário Oficial, o governador acreano exonerou Renê do cargo de chefe de departamento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional (SEDUR).

Até agora, nem Renê Fontes, nem o governo deram explicações sobre a exoneração.

O ex-candidato que também é policial penal fez duras críticas na semana passada ao diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária, Lucas Gomes, ao afirmar em uma rede social que o gestor comprou uma briga desnecessária com o poder judiciário e que há uma insatisfação muito grande da categoria, entre outras acusações.

A exoneração foi assinada pelo deputado estadual Nicolau Júnior, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Acre e que ocupou a função de governador em exercício nas ausências de Gladson Cameli e Major Rocha, governador e vice, respectivamente.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas