Conecte-se agora

Plano de contingência já é executado na capital e interior

Publicado

em

A cheia dos principais rios no Acre faz com que governo e prefeituras já comecem a executar o plano anual de contingência, visando transtornos decorrentes da alagação aos ribeirinhos. Cerca de 100 abrigos já estão preparados no parque de exposições de Rio para receber famílias em casos de urgência.

As ações estão sendo coordenadas pelo executivo estadual e municipal. O monitoramento do pelo Corpo de Bombeiros aponta que em Rio Branco, o rio Acre mediu 13,84 metros às 15h, ultrapassando a cota de alerta em mais de 30 centímetros. O nível limite de transbordamento na capital é 14 metros.

Em Cruzeiro do Sul, o rio Juruá já chegou aos 13,06, ultrapassando a cota de transbordamento. Segundo a Defesa Civil, o aumento no nível dos rios se deve a incidência das chuvas durante o último final de semana. “Nos deixou em alerta na capital, mas em municípios do interior, como Cruzeiro do Sul, Brasileia, Sena Madureira, Assis Brasil, Capixaba, Xapuri e Epitaciolândia. Já preparamos lugares para abrigar as famílias, caso seja necessária a remoção”, explicou o porta-voz do Corpo de Bombeiros, Major Claudio Falcão.

No ano passado, o transbordamento da bacia do rio Acre ocorreu no dia 18 de janeiro, deixando pelo menos 300 pessoas em situação de desabrigo. Um trabalho foi realizado para a remoção dessas famílias das áreas de risco e, com isso, estima-se que este ano, caso não ocorra enchente, poucas famílias poderão sofrer com os impactos da cheia.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas