Conecte-se agora

Petecão garante que não irá lançar candidato para satisfazer PSD

Publicado

em

Apesar da recomendação do presidente nacional do PSD, Gilberto Kassab, para que Rio Branco tenha uma chapa majoritária na disputa pela prefeitura, o presidente do diretório regional no Acre, senador Sérgio Petecão, diz que a capital acreana pode não apresentar um candidato, caso não definam um nome à altura do cargo. A afirmação foi proferida pelo parlamentar nesta terça-feira, 7, durante entrevista ao programa Gazeta Entrevista, apresentado pelo jornalista Itaan Arruda.

Petecão aproveitou para desmentir um possível atrito que teria acontecido entre sua esposa, Marfisa Galvão e a sindicalista Rosana Nascimento. Segundo ele, pessoas externas tentam semear discórdia dentro do PSD, “Tivemos uma conversa, eu e Marfisa, e Rosana nunca falou no nome da Marfisa. Plantaram que existia atrito entre as duas. Ela mesmo publicou em rede social que hoje está preocupada somente com a família e não é autorizada a falar pelo PSD”, garante o senador.

Ainda de acordo com o parlamentar, se Marfisa tiver que ser candidata, será um processo construído a várias mãos dentro do partido e não como uma imposição.

Questionado sobre possíveis nomes na disputa pela prefeitura de Rio Branco, Petecão confirmou o desejo por algumas figuras, como a atual prefeita Socorro Neri, o ex-prefeito Raimundo Angelim e o deputado estadual José Bestene.

Mas por enquanto, as articulações continuam sendo desenhadas dentro do PSD. “É uma decisão do PSD nacional lançar candidatura majoritária em todas as capitais, mas isso não significa dizer que somos obrigados a lançar, se chegarmos a uma conclusão. Lançar uma candidatura é fácil, difícil é lançar um candidato que possa dar respostas na gestão e retorno político ao partido e à população”, explicou.

O presidente do diretório regional do PSD no Acre diz que “não quer lançar o um candidato para satisfazer suas vaidades ou as vaidades do PSD”. Na sua visão, Socorro, Bestene e Angelim são bons nomes para gestão. “É uma decisão que tem que ser amadurecida. Angelim, por exemplo, jamais tomaria uma decisão dessa sem conversar com as pessoas que o acompanham”, salientou Petecão.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas