Conecte-se agora

Membro do CV vai sondar membros do B13 e é executado a tiros

Publicado

em

Mais um homicídio foi registrado na capital. O membro do Comando Vermelho, Stanley Fernandes, de 20 anos, foi morto com 5 tiros na tarde desta terça-feira (7). O crime aconteceu em um residencial na rua Vitória, bairro Conquista, em Rio Branco.

De acordo com informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, a facção descobriu que havia dois membros da organização B13 morando num residencial. Stanley foi sondar quem era os rivais que estavam morando no apartamento e, ao chegar no local, os membros do B13 reagiram e efetuaram 5 tiros. Stanley foi ferido com três tiros na cabeça e dois nas costas. Após a ação os faccionários do B13 fugiram do apartamento tomando rumo ignorado.

A ambulância do suporte avançado do Serviço de Atendimento Móvel de Urgência (Samu) foi acionado, mas quando os paramédicos chegaram ao local, nada puderam fazer por Stanley que já se encontrava morto.

A área foi isolada pela Polícia Militar para os trabalhos dos peritos em criminalística, em seguida os policiais colheram informações a respeito dos autores do crime saíram em busca de prendê-los, mas ninguém foi preso.

O corpo foi encaminhado ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos.

Agentes da Delegacia de Homicídios e Proteção à Pessoa (DHPP) já iniciaram as investigações.

A motivação do crime é guerra entre facções.

Propaganda

Acre

Para tentar conter a violência, forças de segurança realizam operação

Publicado

em

Pressionado por apresentar ações eficazes no combate a onda de violência que tomou conta de Rio Branco, o governo do estado, por meio das forças de segurança, realizou nesta quarta-feira, 22, a Operação “Sinapse” na capital acreana e também nos municípios de Cruzeiro do Sul, Sena Madureira, Porto Acre e Bujari.

Segundo a Secretaria de Justiça e Segurança Pública (Sejusp) foram cumpridos cerca de 125 mandados de prisão, busca e apreensão durante a ação que começou ainda durante a madrugada.

Uma coletiva de imprensa foi marcada na sede da Direção de Polícia Civil onde será esmiuçada a operação e seus resultados.

Continuar lendo

Acre

Pai de Santo relata ameaça contra praticantes do Candomblé

Publicado

em

O ativista LGBTQI+ Germano Marino lidera um grande número de ações voltadas à inclusão dos homossexuais na sociedade acreana. Além disso, também é Pai de santo no Candomblé, uma religião afro-brasileira em que Germano é uma figura paternal para seu terreiro, onde cuida, literalmente, de diversas pessoas. Ele relatou uma situação que vem ocorrendo com dois dos filhos de Santo que possui. Segundo ele, “uma barra”. A situação envolve “dois filhos de Santo, com suas famílias evangélicas que não aceitam seus filhos no Candomblé”, afirma.

Marino salienta que um desses filhos está ameaçado de ser expulso de casa, “sendo vítima de todo tipo de chantagem emocional”, garante. “O segundo perseguido pela família, acreditando eles, que o rapaz está entregue ao diabo, porque o pastor disse”, completou.

O ativista lembra que ambos são humildes, pobres e gays e suas famílias negam a homossexualidade dos filhos, agindo com preconceito. “Até entendo que a religião deles não compreenda o Candomblé, mas é perceptível que justificam com a palavra de Deus os seus preconceitos”, destaca Germano.

No terreiro, Marino garante que os pais nem imaginam que a orientação é de que estes sejam bons filhos. “Oriento a estudarem, a fazerem cursos de qualificação, a não se prostituírem, a não procurem qualquer droga, a não estarem jogados ou largados por aí, talvez eles teriam outra visão do que é viver numa casa de Santo, em que aqui, por mais atividade e trabalho que se tenha, ainda é um lugar de acolhimento, respeito e responsabilidade”, assegura o ativista acreano.

Germano lamenta ainda que o homossexual e o Candomblé sofrem muito preconceito. “Se ambos forem expulsos, de nenhuma forma os deixarei no meio da rua. Onde cabe um, cabe outros. Seguindo firme e vencendo esses pré-julgamentos falsos e intolerantes”, finalizou o desabafo.

Sobre o Candomblé

Na religião, o Pai de Santo é uma pessoa espiritualmente elevada, capaz de guiar a vida de seus filhas e filhos de Santo, e se torna responsáveis por cada uma dessas vidas e de suas orientações em seus caminhos.

Na Casa de Candomblé, eles exercem suas posições como psicólogos, aconselhando os seguidores e procurando compreender e ensinar os caminhos da vida de cada um que os procuram. Precisam também acolher aqueles que necessitam de informação e entendimento, tendo assim um trabalho delicado de transmitir da melhor forma a mensagem que recebem dos Santos de acordo com a necessidade daquele que o escuta.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas