Conecte-se agora

Pacientes “quebrados” lotam o PS à espera de cirurgia ortopédica  

Publicado

em

Nova estrutura física, mas os velhos problemas de sempre.

Imagens enviadas à redação do ac24horas mostram que depois de uma breve melhora, os corredores do novo Pronto-Socorro de Rio Branco estão mais uma vez lotados de pacientes.

Segundo relato de quem está em um leito improvisado no corredor ou dos familiares que acompanham e confirmam a triste de realidade de perto, mais uma vez o problema é com as cirurgias ortopédicas.

Se antes a reclamação era a quantidade de profissionais insuficiente para atender toda a demanda que deve ser atendida entre pronto-socorro e Fundação Hospitalar, agora há também a queixa de falta de material.

Segundo um familiar que com medo de represália prefere não se identificar, a própria equipe do hospital afirmou que faltam materiais para a realização dos procedimentos, inclusive estariam faltando pinos que são colocados em alguns tipos de fratura.

“Tem uma fila grande de pacientes na espera. Paciente chega aqui, ele pode esperar até quase 1 mês para fazer cirurgia. Ou seja, daqui pra lá pode haver muitas complicações com pacientes, fora o risco por infeções hospitalares”, afirma.

A indignação foi tão grande que a família resolveu tirar o paciente do pronto-socorro e tentar atendimento particular.

“Nós não temos muito, mas vamos nos submeter aos preços caros nos hospitais particulares em busca de algo melhor. É a única solução para que não aconteça algo pior”, afirma.

O ac24horas entrou em contato com a Secretaria Estadual de Saúde e com direção do pronto-socorro e aguarda um posicionamento sobre o assunto.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas