Conecte-se agora

Desmatamento e criação de gado são os maiores emissores de CO2

Publicado

em

A capital do Acre acaba de ganhar seu primeiro Inventário de Dados de Gases de Efeito Estufa. O documento foi divulgado pela prefeitura de Rio Branco nesta sexta-feira (3). De acordo com a pesquisa, elaborada com dados de 2012 a 2016, os dois maiores emissores de CO2 na cidade são: desmatamento e criação de animais ruminantes. O estudo foi levantado por quatro especialistas – da Embrapa Acre e da Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

O inventário aponta que as atividades dos setores de transporte e energia também compõem a maior parcela de emissão de gases tóxicos na capital acreana. Por último, está a emissão gerada por resíduos. Para a prefeitura, o estudo deve orientar a cidade com relação às políticas de mitigação e adaptação às mudanças climáticas.

Poucos municípios brasileiros possuem um plano como este recentemente elaborado em Rio Branco. Na região norte, apenas a capital do Acre realizou esses estudos. A prefeita Socorro Neri afirma que a pesquisa se deve a uma “política ambiental desenvolvida pela prefeitura, demonstrando compromisso com a agenda ambiental, mostrando a relevância dos estudos, do diagnóstico, para poder fazer um planejamento que incorpore a sustentabilidade”.

Para o secretário municipal de meio ambiente, Aberson Carvalho, é necessário ter o controle, saber o que uma cidade de médio porte contribui diretamente, ou até mesmo o que ela pode estar produzindo de carbono e só é possível através desse tipo de estudo. “Os resultados vão justamente nortear o nosso Plano Municipal de Mudanças Climáticas”, enfatizou.

Com o inventário, a prefeitura diz que se coloca numa posição de vanguarda em relação ao meio ambiente, no quesito das políticas ambientais para a Cidade, e em relação ao Estado, ao País e ao mundo. “É importante frisar que todo e qualquer lugar do nosso Planeta tem uma relevância direta e indireta com as mudanças climáticas”, pontuou o secretário.

A International Council for Local Environmental Initiatives (Iclei) também ajudou o município a realizar o inventário. Elaboraram o estudo Falberni de Souza Costa, Engenheiro-agrônomo, doutor em Ciência do Solo, pesquisador da Embrapa Acre; Eufran Ferreira do Amaral, Engenheiro-agrônomo, doutor em Solos e Nutrição de Plantas, pesquisador da Embrapa Acre; Cássia Souza de Melo, Engenheira florestal, gerente de mudanças climáticas na Secretaria Municipal de Meio Ambiente e Dalva Araújo Martins, Bióloga, mestre em Ecologia e Manejo de Recursos Naturais, chefe da divisão de gestão ambiental na Secretaria Municipal de Meio Ambiente.

Propaganda

Acre

Zamora será pré-candidato a prefeitura de Rio Branco pelo PSL

Publicado

em

O Partido Social Liberal (PSL) no estado irá apresentar o empresário Fernando Zamora como pré-candidato do partido à prefeitura de Rio Branco. Sua apresentação está marcada para o dia 2 de março, a partir das 8h, na sede do PSL, situada no bairro Habitasa, na capital acreana. Aos 50 anos, Zamora faz parte de uma tradicional família de pecuaristas que veio de São Paulo para o Acre ainda na década de 70.

O ato de lançamento da pré-candidatura deve contar com a presença de filiados do PSL, familiares do empresário e toda a executiva do partido. Fernando Zamora também é Grão-Mestre da Maçonaria no Acre.

Zamora foi um dos homenageados no evento Comenda Volta da Empreza, da prefeitura de Rio Branco, que ocorreu em dezembro do ano passado. Ele recebeu uma das honrarias entregues a importantes personalidades do estado.

Fernando é detentor de propriedades que se tronaram referência na produção de gado de corte e que alavancaram o setor do agronegócio no Acre. O presidente da sigla no estado, Pedro Valério, já afirmou que o PSL tem todas as prerrogativas para ser protagonista nas eleições 2020.

Continuar lendo

Acre

Até 35 mil cartões escolares devem ser emitidos em 2020, diz Sindcol

Publicado

em

O Cartão Escolar é fornecido aos estudantes devidamente matriculados em escolas, faculdades ou ainda cursos técnicos em Rio Branco. O cartão pode ser obtido na OCA da capital.

A expectativa do Sindicato das Empresas de Transporte Coletivo (Sindcol), responsável pela emissão do documento, é de fazer entre 25 e 35 mil cartões para o ano letivo de 2020.

Segundo o informe no portal da OCA, o aluno poderá utilizar o cartão até seis vezes ao dia, e o Cartão Escolar pode ser utilizado também para a realização da integração temporal, ou seja, a continuação de viagem sem a necessidade de ir até o terminal urbano, desde que seja de ônibus de sentidos opostos e linhas distintas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas