Conecte-se agora

Ilderlei e Vagner batem boca por causa de conta de energia da prefeitura de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Em balanço de final de ano, o prefeito de Cruzeiro do Sul, Ilderlei Cordeiro , diz que encerrou 2019 com “chave de diamante”: realizou Concurso Público com 511 vagas e está pavimentado a cidade.

Ilderlei diz que poderia ter feito mais, não fosse a dívida de R$ 75 milhões que encontrou dos antecessores Zila Bezerra e Vagner Sales, e que paga mensalmente . Desde o início de sua gestão até agora, o preveito já pagou R$ 13 milhões e cita que este recurso, junto com os R$ 15 milhões, que está investindo na pavimentação da cidade, “seriam suficientes para asfaltar Cruzeiro do Sul por inteira usando o polímero”.

A dívida de R$ 75 milhões corresponde a R$ 3,5 milhões de Precatórios, R$ 52 milhões com o INSS ( só até 2012) e R$ 19,5 milhões junto a Eletrobras. Ilderlei afirma que Vagner Sales “nunca pagou uma conta de energia da prefeitura nem parcela do INSS em todo o seu mandato”.

Apesar das dificuldades, com a prefeitura de Cruzeiro do Sul ficando dois anos sem ter acesso a Recursos Extras, a equipe conseguiu reverter a situação e agora a gestão é de adimplência. ” É por isso que conseguimos fazer o empréstimo de R$ 15 milhões junto à Caixa Econômica Federal para a pavimentação da cidade e para a realização do Concurso Público, com 511 vagas”, explica Ilderlei.

Procurado por ac24horas, O ex-prefeito Vagner Sales nega que tenha ficado todo seu mandato sem pagar energia elétrica e INSS. Conta que houve intervenção da justiça para manter a energia ligada porque o débito de prefeitos anteriores chegava a R$30 milhões.

“Nos últimos dois anos de gestão com apoio do então senador Gladson Cameli, renegociei a dívida, paguei R$ 7 milhões de entrada e parcelei em 350 vezes. O INSS também paguei porque do contrário todas as contas da prefeitura estariam bloqueadas por que é assim que funciona”, afirma Sales.

Propaganda

Na rede

Policiais penais frustram tentativa de fuga no presídio Manoel Neri

Publicado

em

Seis presos do Complexo Penitenciário Manoel Neri em Cruzeiro do Sul, tentaram fugir do local no final de semana, mas o início do buraco no teto de uma cela foi descoberto pelos Policiais Penais durante revista no fim da tarde de sexta-feira, 24.

Os presos que planejaram a fuga são do Bloco 02 e pertencem a uma facção criminosa.

O diretor do Complexo, Missael Melo, conta que o teto é uma laje e que os presos usaram ferro para iniciar o buraco. “A princípio os presos começaram o buraco com o ferro que fica no eixo do ventilador, com esse eixo eles tiram mais ferros da parede. A fuga foi evitada por conta da intensificação das revistas estruturais realizadas pelos polícias penais”, conclui o diretor afirmando que em Cruzeiro do Sul os presos não fazem greve de fome, como a que acontece no presídio na capital.

Continuar lendo

Na rede

Homem tenta matar ex-mulher a facadas e diz que vai voltar para terminar o serviço

Publicado

em

A dona de casa Edna Lima de Souza, 21 anos, foi à Delegacia da Mulher de Cruzeiro do Sul na manhã desta segunda-feira, 27, denunciar o ex-marido, Roberto Abreu Silva, 24 anos, desempregado, que tentou mata-la à facadas no início da noite de ontem, 26. O caso aconteceu na Vila Santa Luzia, na BR-364. “Ele me bateu e o deixei. Desde a separação ele me ameaçava de morte, mas achei que não teria coragem”, conta a mulher.

Ela cita que viveu com Roberto durante 4 anos, mas há 2 estão separados e homem não aceita o fim do relacionamento. Segundo Edna no início noite de domingo estava sentada em frente à casa de uma amiga, quando ele chegou embriagado e queria conversar .Como ela se recusou, Roberto saiu e voltou com uma faca, passando a lhe golpear.

Com três perfurações Edna foi levada a unidade de saúde do Santa Luzia. Roberto foi até o local, disse que compraria uma arma de fogo para “terminar o serviço”.

Edna foi trazida para o Hospital do Juruá, em Cruzeiro do Sul, onde foi atendida, recebeu 8 pontos e foi liberada. Ela teme que o ex marido volte para tentar mata la novamente.

O titular da Delegacia da Mulher (DEAM), Alexnaldo Batista, cita que pediu à justiça, a prisão de Roberto e uma Medida Protetiva para Edna. ” Ele tentou mata la e ainda a ameaçou voltar. Nós estamos nas buscas para prende-lo”, conta o delegado.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas