Conecte-se agora

Cheia no interior: Rio Tarauacá ultrapassa cota de transbordamento e já inunda ruas e casas

Publicado

em

O rio Tarauacá, que se encontra com o rio Muru amanheceu nesta terça-feira, 31, já ultrapassando a cota de transbordamento do manancial. Hoje, o rio está marcando 9, 90 metros, 40 centímetros acima da cota de transbordamento, que é de 9, 50 metros.

Na tarde de ontem, já era perceptível que as águas começavam a atingir residências de bairros próximos à margem do rio, como o bairro da Praia, um dos bairros mais afetados com a cheia dos rios. Dezenas de famílias já tiveram suas casas atingidas com a chegada da água nos quintais. Nesta manhã, a água já havia invadido as ruas e cômodos de algumas residências.

Ainda não há informações de famílias removidas do local. Autoridades locais já trabalham em alerta para medidas de urgência.

Há dois anos, uma cheia no rio desabrigou cerca de 21 famílias e 112 pessoas foram retiradas de casa de bairros ribeirinhos. Os bairros mais afetados com a cheia foram Triângulo e Senador Pompeu, conhecido como bairro da Praia.

Anúncios

Acre 01

Após ligação da Avancard, Rocha insinua vazamento de dados por parte da SEPLAG

Publicado

em

O vice-governador, Major Rocha (PSL) usou as redes sociais para comentar que recebeu logo cedo pela manhã desta quarta-feira, 30, uma ligação de São Paulo perguntando se ele teria interesse em adiantar o salário ou ainda se havia interesse em fazer empréstimos do cartão Avancard.

Em um longo texto, Rocha afirma que tudo seria normal “se não fosse a forma nebulosa e os questionamentos que envolvem a chegada dessa empresa ao Acre”.

Logo em seguida, Rocha lembrou que a empresa Fênix, com sede em Manaus, chegou ao Acre criando embaraços entre o Governo do Estado e a empresa consignatária anterior, a Zetrasoft, com sede em Minas Gerais.

“O rompimento unilateral do contrato com a Zetrasoft foi realizado sem os esclarecimentos devidos, a Avancard assumiu a prestação do serviço através de uma contratação direta, sem abertura de processo licitatório. Por mais que existam possibilidades legais para tal ato administrativo, a ausência de licitação não demonstraria direcionamento e favorecimento à empresa manauara?”, questiona.

Em outro trecho, Rocha afirmou que em nenhum momento autorizou ou deu o seu número para a empresa e questionou quem teria sido o responsável pelo vazamento de suas informações pessoais.

“Resta a dúvida, quem forneceu? Estaria a SEPLAG repassando informações pessoais dos servidores públicos para que estes sejam importunados pelas equipes de telemarketing do cartão de crédito Avancard?”, questionou o vice-governador.

Rocha pontua que uma simples ligação pode representar muita coisa e que os acreanos não podem naturalizar o que está acontecendo [as ligações e as ofertas da avancard.

“O estado não pode ser um paraíso para empresas de outros estados que vem aqui e levam o nosso dinheiro e deixam prejuízos irreparáveis ao bolso dos acreanos. Penso que há necessidade de adentrar ainda mais na questão e procurar os órgãos fiscalizadores e, constatado indícios de crime, irei ao MP denunciar, reforçando a palavra já dita por alguns parlamentares acreanos”, destacou.

O vice-governador mencionou a lei aprovada na Aleac que limita em 35% o teto máximo para concessão de empréstimo, porém, Cameli ao publicá-la, permitiu a concessão de um cartão de crédito com percentual de 15% ao servidor público, além do previsto já em lei que é de 35% da margem consignável.

“Com a empresa, o servidor ganhou um “plus” que chega aos 50%, o que pode fazer com que exista um super endividamento dos servidores, uma vez que houve um aumento do percentual consignável a uma taxa exorbitante de juros”.

Por fim, Rocha falou acerca dos juros altíssimos, praticados fora do padrão do mercado financeiro.

“A taxa de juros adotada pela empresa de Manaus é astronômica. Enquanto bancos estão oferecendo condições de taxas com média de 1,2%, a nova consignatária chega a 5,5%. Estaria a empresa tentando tirar até a última gota de sangue do servidor público em um curto espaço de tempo?”, encerrou.

Entenda

O debate acerca desse cartão Avancard tem sido tão intenso na Aleac, que o deputado Edvaldo Magalhães (PCdoB) propôs até a edição de um decreto legislativo para sustar o parágrafo único do Decreto 6.398, de 21 de julho deste ano.

Já no último dia 24 de setembro, os deputados Edvaldo Magalhães e Fagner Calegário, protocolaram à promotora de Justiça Alessandra Garcia Marques, da Promotoria Especializada de Defesa do Consumidor, uma investigação acerca da burla da margem consignável de 35% e a criação do cartão Avancard, que tem juros de 5,5% ao mês.

Os deputados pediram uma investigação para apurar todo o processo de contratação das empresas FênixSoft e Prover Promoção de Vendas. As duas têm como sócios-proprietários Alberto Rodrigues da Silva e Albérico Rodrigues da Silva.

Continuar lendo

Acre 01

Zequinha Lima desabafa e diz que não tinha “voz” como vice de Ilderlei Cordeiro

Publicado

em

O candidato a prefeito de Cruzeiro do Sul, Zequinha Lima (PP), disse nesta quarta-feira, 30, que não tinha voz como vice-prefeito na gestão de Ilderlei Cordeiro. Se vencer a eleição, ele afirma que com o vice dele na chapa, Henrique Afonso (PSD), será diferente.

“Henrique vai governar comigo. Saberá de todos os problemas e vai encontrar as soluções”, afirmou se referindo também à falta de medicamentos na gestão de Ilderlei. “Eu era vice, não resolvia sobre compras. Mas na minha gestão não faltará medicamento, nem terá posto de saúde fechado na zona rural. Saúde precisa ser modernizada”.

Os maiores desafios, segundo Zequinha, serão moralizar a gestão pública e gerar empregos e renda. Com relação à moralização, Zequinha disse que aprendeu com os pais que só deve ficar com o que é seu. “O dinheiro público não é meu e nos vários cargos que ocupei, nunca houve um caso de corrupção ou desvio de dinheiro”.

Para executar os serviços que gerem emprego, segundo ele, contará com apoio total do governador Gladson Cameli, deputados federais e estaduais . Também fala em descontos em impostos para empresas, para aquecer a economia e gerar empregos.

Continuar lendo

Acre

Dos 7 candidatos a prefeitura de Rio Branco, somente dois são acreanos

Publicado

em

Com a definição das candidaturas a prefeito de Rio Branco, muitos eleitores perguntam sobre a origem dos 7 candidatos postos na disputa. O ac24horas fez um levantamento que mostra que do montante apenas dois são “acreanos do Pé Rachado”, ou seja, nasceram e se criaram no Estado.

Candidata a reeleição, Socorro Neri (PSB), que conta com apoio do governador Gladson Cameli é uma das acreana legítimas. Nascida em Tarauacá, ela que tem 54 anos faz parte de uma das famílias mais tradicionais da região.

Outro que também é acreano da gema é o deputado estadual Daniel Zen (PT), 40 anos. Natural de Rio Branco, o advogado e professor universitário milita no Partido dos Trabalhadores desde criança.

Além dos acreanos, dois candidatos tem origem no Estado do Paraná. Trata-se de Tião Bocalom, 67 anos, (Progressistas) que é natural de Bela Vista do Paraíso (PR) e o empresário Jarbas Soster, 50 anos, que nasceu em Alto do Piquiri (PR).

Nascido no Rio Grande do Sul, o deputado estadual Roberto Duarte, 51 anos, candidato pelo MDB, é natural de Porto Alegre. Já o policial federal, pastor e engenheiro Jamyl Asfury de 47 anos nasceu na cidade de Parnaíba, no Piauí.

Já o professor e ex-reitor da Ufac, Minoru Kinpara, 51 anos, é de origem japonesa, mas nasceu em Itapaci, no interior de Goiás.

Continuar lendo

Acre 01

Ministro garante que DNIT já está elaborando projeto da ligação da BR-364 com o Peru

Publicado

em

O ministro do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, garantiu nesta sexta-feira, 25, na cidade de Cruzeiro do Sul, que o Departamento Nacional de Infraestrutura de Transportes (DNIT), já está elaborando o projeto básico da construção do trecho da rodovia que vai ligar o Brasil ao Peru, dando continuidade da BR-364 via Parque Nacional da Serra do Divisor. O anúncio foi feito durante o II Encontro Brasil/Peru – Avanços na Integração na tarde de hoje, no Sesc, onde a imprensa teve acesso restrito.

Além de Marinho, o ministro das Relações Exteriores, Ernesto Araújo, também esteve no evento e assegurou a políticos e empresários locais que o Itamaraty também passará atuar junto ao governo peruano para acelerar a integração.

O senador Márcio Bittar, relator do Orçamento da União para 2021, apresentou um vídeo do DNIT sobre a elaboração do projeto executivo da obra da rodovia para licitar ainda este ano. Com relação à ponte da travessia sobre o Rio Juruá entre a BR-364 e Rodrigues Alves, Bittar assegurou que o governo do Estado está concluindo o projeto para licitar e incluir no orçamento da União do próximo ano.

“Eu sou o relator do Orçamento e vice-líder do presidente Bolsonaro no Congresso. Então não há a menor chance do Orçamento ser
aprovado sem o recurso da rodovia estar incluído”, assegurou o senador lamentando que o governo central peruano esteja agora criando dificuldades do ponto de vista ambiental para a aprovação da obra da estrada. “Temos inimigos do progresso no Brasil e no Peru. Do ponto de vista econômico, temos que estar virados para o oceano Pacífico e não para o Atlântico”, citou.

Sobre a ligação com Pucallpa, o governador Gladson Cameli disse que ficou surpreso com a celeridade do trâmite de projetos e andamentos. “Essa é a vantagem do governo Bolsonaro. Quando dá, dá, não tem enrolação. Agora vamos nos preparar para esse desenvolvimento que virá”.

A preparação da indústria e comércios locais para a ligação com o país vizinho e o restante do mundo via pacífico, lembrou o vice-governador Major Rocha, está bem adiantada por parte de instituições, como o Sebrae e Federação das Indústrias (FIEAC). “Essas instituições então dando suporte técnico para as empresas estarem aptas para aproveitar o novo momento que virá”.

Duplicação da AC-405 e melhoria da AC-407

Outro anuncio feito em Cruzeiro do Sul foi de recursos da ordem de R$ 45 milhões para a duplicação das rodovias estaduais, incluindo a AC-405, que liga Cruzeiro ao aeroporto. R$ 15 milhões foram garantidos por emenda do senador Márcio Bittar. “Essa obra é importante para os cruzeirenses, que já têm um lindo aeroporto”.

Cameli explica que o governo já tem R$ 40 milhões para duplicar a estrada até o aeroporto. E os R$ 15 milhões de Bittar serão empregados na duplicação até Mâncio Lima e para melhorias na AC- 407 até Rodrigues Alves.

Fazem parte da comitiva os ministros das Relações Exteriores, Ernesto Araújo e do Desenvolvimento Regional, Rogério Marinho, senadores Márcio Bittar, Sérgio Petecão, deputados federais Mara Rocha e Alan Rick, presidente da FIEAC, Adriano Silva, presidente da Assembleia legislativa, Nicolau Junior e deputado estadual, Luís Gonzaga.

O prefeito de Cruzeiro do Sul, Clodoaldo Rodrigues, destaca que os cruzeirenses que cresceram ouvindo falar dessa integração “agora estão vendo tudo se tornar realidade e estamos todos muito felizes”, concluiu.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas