Conecte-se agora

Balseiros dificultam navegação de catraias e deixam bairro novamente sem água

Publicado

em

Definitivamente, o fim de ano em 2019 não será plenamente positivo para os moradores do bairro Sibéria, localizado no outro lado do Rio Acre, em Xapuri.

Depois de passar o Natal sem água, em razão de um rompimento na rede do Departamento de Água e Saneamento (Depasa), que passa sob o rio, a comunidade está novamente sem abastecimento.

Segundo o relato de moradores nas redes sociais, a tubulação foi mais uma vez rompida pelos balseiros, que chegaram com uma nova subida do nível do rio, que elevou dois metros – 6,12m para 8,12m – nas últimas 24 horas.

O fornecimento de água fora restabelecido na última sexta-feira, 27, depois uma verdadeira operação realizada pelo Depasa para refazer a rede, no entanto, não foram colocados pesos para que a tubulação afundasse.

Na flor da água, os canos começaram a acumular os balseiros e não suportaram o peso, rompendo-se mais uma vez.

O acúmulo de balseiros – troncos de árvores e restos de vegetação arrastados pela enchente – também está dificultando e levando riscos à navegação das catraias entre as duas margens do rio.

Nesta segunda-feira, 30, uma embarcação com passageiros chegou a ser prensada pelos entulhos contra uma das margens, segundo postagem feita pelo vereador Sebastião Teles, morador do bairro.

Outro vereador, Joseni Oliveira, também morador da comunidade, fez críticas à direção do Depasa no município e atribuiu a situação à “falta de competência e de respeito do órgão para com a população”.

O gerente do escritório do Depasa em Xapuri, Marcos Mansour, afirmou à reportagem do ac24horas que “providências já estão sendo tomadas”.

No último rompimento ocorrido, o bairro Sibéria ficou quase 20 dias sem o fornecimento de água tratada.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas