Conecte-se agora

Limite de juros para cheque especial começa a valer no dia 6 de janeiro, diz Banco Central

Publicado

em

Modalidade de crédito com taxas que quadruplicam uma dívida em 12 meses, o cheque especial terá juros limitados a partir da próxima segunda-feira (6). Os bancos não poderão cobrar taxas superiores a 8% ao mês, o equivalente a 151,8% ao ano.

A limitação dos juros do cheque especial foi decidida pelo Conselho Monetário Nacional (CMN) no fim de novembro. Os juros do cheque especial encerraram novembro em 12,4% ao mês, o que equivale a 306,6% ao ano.

Ao divulgar a medida, o Banco Central (BC) explicou que o teto de juros pretende tornar o cheque especial mais eficiente e menos regressivo (menos prejudicial para a população mais pobre). Para a autoridade monetária, as mudanças no cheque especial corrigirão falhas de mercado nessa modalidade de crédito.

Conforme o BC, a regulamentação de linhas emergenciais de crédito existe tanto em economias avançadas como em outros países emergentes. Segundo a autoridade monetária, o sistema antigo do cheque especial, com taxas livres, não favorecia a competição entre os bancos. Isso porque a modalidade é pouco sensível aos juros, sem mudar o comportamento dos clientes mesmo quando as taxas cobradas sobem.

Tarifa

Para financiar em parte a queda dos juros do cheque especial, o CMN autorizou as instituições financeiras a cobrar, a partir de 1º de junho, tarifa de quem tem limite do cheque especial maior que R$ 500 por mês. Equivalente a 0,25% do limite que exceder R$ 500, a tarifa será descontada do valor devido em juros do cheque especial.

Cada cliente terá, a princípio, um limite pré-aprovado de R$ 500 por mês para o cheque especial sem pagar tarifa. Se o cliente pedir mais que esse limite, a tarifa incidirá sobre o valor excedente. O CMN determinou que os bancos comuniquem a cobrança ao cliente com 30 dias de antecedência.

No último dia 23, o Banco do Brasil anunciou que dispensará os clientes da tarifa em 2020. Segundo a instituição financeira, a isenção tem como objetivo fortalecer a relação com os clientes.




Propaganda

Cotidiano

Instituto Federal do Acre divulga edital de vagas remanescentes para cursos técnicos

Publicado

em

O Instituto Federal do Acre (Ifac) publicou edital para preenchimento de vagas remanescentes dos cursos técnicos nesta segunda-feira (27). Trata-se de processo de seleção simplificado, sem necessidade de inscrição prévia. Interessados devem realizar matrícula no campus, a partir de hoje, por ordem de chegada. As aulas terão início em fevereiro.

As vagas remanescentes dos cursos técnicos integrados são: Alimentos EJA e Biotecnologia (Xapuri), Administração EJA (Sena Madureira), Agropecuária e Meio Ambiente (Cruzeiro do Sul). Para os técnicos subsequentes, há vagas nos cursos de Recursos Pesqueiros e Agroecologia (Rio Branco Baixada do Sol), Informática (Sena Madureira) e Recursos Pesqueiros e Zootecnia (Cruzeiro do Sul).

Para garantir uma vaga é necessário apresentar os documentos descritos no edital para a matrícula no campus onde o curso é ofertado. O preenchimento das vagas obedecerá, rigorosamente, a ordem de chegada dos candidatos.

Para a matrícula deverão ser apresentados uma foto 3×4 recente, além de original e cópia dos seguintes documentos: carteira de Identidade, CPF, Certidão de Nascimento ou Casamento, Título de Eleitor (maiores de 18 anos), Certificado de alistamento militar (candidatos maiores de 18 anos do sexo masculino), comprovante de residência, Histórico Escolar e Certificado de Conclusão do Ensino Fundamental/Médio.

Para mais informações, o interessado pode enviar e-mail para [email protected] ou ir até o Registro Escolar do campus.




Continuar lendo

Cotidiano

Mesmo com vazante, Sema mantém estado de “observação” no Riozinho do Rôla

Publicado

em

IMAGEM ILUSTRATIVA

Apesar de ter vazado 29 centímetros neste fim de semana, o Riozinho do Rôla segue em estado de ´observação´ para a Unidade de Situação e Monitoramento Hidrometeorológico da Secretaria de Estado do Meio Ambiente (SEMA).

No domingo (27) o Riozinho media 12,34 metros e amanheceu nesta segunda-feira (28) com 12,05. A vazante nesse tributário faz subir o nível do Rio Acre em Rio Branco.

A cota de inundação do Riozinho é de 14,50 metros. O estado de observação eleva o monitoramento a determinado manancial. Nenhum outro rio do Acre está nessa situação atualmente.




Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas