Conecte-se agora

Associação Comercial diz que dengue causa prejuízos às empresas de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O presidente da Associação Comercial do Alto Juruá, Luís Cunha, disse que a epidemia de dengue em Cruzeiro do Sul está causando prejuízo ao comércio, que está com muitos colaboradores doentes ” É grande o número de funcionários com dengue, sem condições de trabalhar e com Atestado Médico” , ressalta ele.

Segundo Luís, o problema está em todos os setores como de supermercado, de olaria, restaurante e outros. ” uma dona de restaurante contou que estava com 5 funcionários de atestado médico ao mesmo tempo, por causa da dengue, o que precariza o atendimento. Em uma olaria são 14 doentes este mês e em um supermercado, 10 com dengue”.

A preocupação, de acordo com ele é grande entre o empresariado porque o inverno está apenas no início. ” Ainda virá muita chuva e nós não percebemos muita movimentação das autoridades de saúde para amenizar a situação. Entendemos que é urgente a adoção de medidas drásticas no combate à epidemia. Nos preocupamos não somente porque as empresas estão ficando desfalcadas de colaboradores, mas porque a dengue está matando gente aqui em Cruzeiro do Sul” , desabafa o presidente da Associação Comercial do Alto Juruá.

Este ano em Cruzeiro já são 2.230 casos de dengue confirmados. Uma morte foi confirmada por dengue e duas não tiveram ainda o resultado divulgado.

O chefe do Departamento de Endemias de Cruzeiro, Nicolau Abdala, diz que a prefeitura, por meio da secretaria de Saúde e de Obras, desenvolve várias ações de combate à dengue. Cerca de 300 pessoas atuam diariamente de casa em casa com o tratamento larvário e educação em saúde. Além disso, a prefeitura segue com a retirada de entulho dos bairros da cidade para eliminar criadouros do Aedes aegypti .

O diagnóstico para garantir tratamento rápido, segundo Abdala, é outra frente de ação da secretaria Municipal de Saúde. Na cidade além do Centro de Diagnóstico, outros seis locais realizam hemograma e testes rápidos que têm o resultado no mesmo dia:
Unidades de Saúde Jesuíno Lins no Bairro do alumínio, Francisco Souza dos Santos , no Centro, Raimundo Celso lima Verde noRemanso, João Braz no João Alves, Georgete Coelho Mariano no Cruzeirinho e 25 de Agosto no Bairro 25 de agosto.

” O esforço é grande e diário. Nem no natal ou ano novo as equipes estão parando e precisamos que a população colabore no sentido de manter os quintais sem vasilhas com água parada que possam ser criadouros do mosquito “, conclui Abdala.

Propaganda

Na rede

Enquanto a população necessita, novas ambulâncias de Santa Rosa estão guardadas em garagem

Publicado

em

No dia 27 de dezembro do ano passado, a prefeitura de Santa Rosa do Purus fez uma passeata na cidade com veículos das áreas de segurança e saúde que foram enviadas para o município pelo Governo do Estado. O fato foi registrado nas redes sociais.

A população imaginou que as duas ambulâncias serviriam para atender suas necessidades como o transporte de pacientes e doentes até a unidade de saúde.

Mas as duas ambulâncias estão guardadas em uma garagem atrás da prefeitura.

Um morador que não quer se identificar conta que em caso de necessidade, “as pessoas precisam ficar implorando a um, e outro, para realizar o resgate. Somente essa semana já foram 2 que precisaram e não conseguiram o resgate”

O caso mais grave teria sido de uma vítima de afogamento, que precisou de resgate e com a demora do resgate acabou indo a óbito no hospital. O jovem que se afogou no Rio Purus é filho do vereador Gregorio Kaxinawá.

O vereador de Santa Rosa, James Moura, diz que além do filho do vereador, uma mulher também teria morrido pela falta de agilidade no socorro e transporte ágil. “Não entendi por que as ambulâncias estão guardadas”, ressalta.

O prefeito de Santa Rosa, Assis Moura, disse que vai fazer Termos de Entrega para a saúde municipal e para a estadual e só depois os veículos vão começar a atender a população.

“Acredito que na próxima semana tudo estará resolvido. É conversa do povo que teve morte por causa das ambulâncias”, cita o prefeito que está em Rio Branco.

Continuar lendo

Na rede

Polícia não acredita que “Rambo” tente voltar para Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O comandante interino da Polícia Militar de Cruzeiro do Sul, capitão Éber, não acredita que o assaltante cruzeirense José Valdenes Viana da Silva, o Rambo, que é um dos fugitivos do Presídio Francisco D’Oliveira Conde, em Rio Branco, tente voltar para a cidade.

Éber cita que a Polícia Militar está atenta, mas que o foragido deve estar na região da capital. “Creio que ele não vem pra cá, pois aqui por ser menor fica mais fácil dele ser capturado. Mas estamos de prontidão”.

Outro fato que não favoreceria Rambo, é que a facção que atua no Juruá é rival à que ele pertence.

José Valdenes é considerado um dos líderes da fuga ocorrida na madrugada da última segunda-feira, 20, do Presídio Francisco D’ Oliveira Conde, onde ele cumpria pena de 47 anos pelo homicídio de um sargento da PM de Cruzeiro do Sul durante um assalto.

O latrocínio aconteceu em 2014. Durante o assalto de R$ 80 mil ao empresário João Gaspar, mais conhecido como Garapa, Rambo matou com um tiro nas costas o sargento, M. Araújo, que fazia a segurança do empresário Garapa.

Rambo foi preso em Rio Branco pra onde fugiu depois do crime. Foi capturado, levado para Cruzeiro do Sul, sentenciado a 47 anos de prisão e enviado pra cumprir sentença na capital por ser considerado de alta periculosidade.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

welcome image