Conecte-se agora

Governo publica autorização da Aleac para obter financiamento de mais de meio bilhão

Publicado

em

A semana começa com o Governo do Acre autorizado oficialmente a contrair mais um empréstimo junto à Caixa Econômica Federal.

Na edição desta segunda-feira, 23, está publicado no Diário Oficial a autorização da Assembleia Legislativa para que Gladson Cameli vá em busca de mais um empréstimo para tornar 2020 o ano de decolagem de seu governo.

Desta vez, são mais de 560 milhões de reais (R$ 560.897.407,71 junto à Caixa, por meio da da linha de crédito do Financiamento para Infraestrutura e Saneamento – FINISA.

A operação é chamada de dois em um, já que A primeira finalidade seria a amortização e reestruturação da dívida até o valor de R$ 292 milhões e o segunda para financiamento de investimentos estruturantes e demais despesas de capital relacionadas a estes, até o valor de R$ 268 milhões.

ESTADO DO ACRE LEI Nº 3.591, DE 19 DE DEZEMBRO DE 2019 Altera dispositivos da Lei nº 3.547, de 13 de novembro de 2019, que “Autoriza o Poder Executivo a contratar operação de crédito com a Caixa Econômica Federal e dá outras providências.” O GOVERNADOR DO ESTADO DO ACRE FAÇO SABER que a Assembleia Legislativa do Estado do Acre decreta e eu sanciono a seguinte Lei: Art. 1º O art. 1º da Lei nº 3.547, de 13 de novembro de 2019, passa a vigorar com a seguinte redação: “Art. 1º Fica o Poder Executivo autorizado a contratar, com garantia da União, operação de crédito junto à Caixa Econômica Federal até o valor de R$ 560.897.407,71 (quinhentos e sessenta milhões, oitocentos e noventa e sete mil, quatrocentos e sete reais e setenta e um centavos), por meio da linha de crédito do Financiamento para Infraestrutura e Saneamento – FINISA, objetivando financiar programas de investimentos, com abrangência de: I – amortização e reestruturação da dívida, até o valor de R$ 292.897.407,71 (duzentos e noventa e dois milhões, oitocentos e noventa e sete mil, quatrocentos e sete reais e setenta e um centavos); e II – financiamento de investimentos estruturantes e demais despesas de capital relacionadas a estes, até o valor de R$ 268.000.000,00 (duzentos e sessenta e oito milhões)”. (NR) Art. 2º Esta Lei entra em vigor na data de sua publicação. Rio Branco-Acre, 19 de dezembro de 2019, 131º da República, 117º do Tratado de Petrópolis e 58º do Estado do Acre. Gladson de Lima Cameli Governador do Estado do Acre

Propaganda

Acre 01

Base integrada de Polícia Comunitária será inaugurada na Cidade do Povo nesta quinta (23)

Publicado

em

FOTO: INTERNET

Durante reunião entre representantes do governo do estado ocorrida ontem no Palácio Rio Branco com a secretaria de segurança pública, foi divulgada a inauguração de uma base integrada de polícia comunitária no Conjunto Habitacional Cidade do Povo, que será realizada nesta quinta-feira (23).

Segundo o secretário-adjunto da segurança, Coronel Ricardo Brandão, inicialmente, a base será composta por policiais militares e civis. Daqui a alguns meses, a base também deve contar com policiais penais e bombeiros militares. De acordo com a secretaria, a ideia é ter uma guarnição do sistema de segurança pública à disposição da população que reside naquela área.

Ainda conforme a reunião, o objetivo dessa ação é levar soluções de curto, médio e longo prazo. Ontem, quarta-feira, a Polícia Militar já iniciou com o policiamento específico voltado para as unidades de saúde, como as Upas da Cidade do Povo e da Baixada. “A partir desse policiamento, vamos buscar construir uma solução jurídica para garantir segurança para essas unidades de maneira definitiva”, disse o coronel Ricardo.

Continuar lendo

Acre 01

Polícia Civil identifica inocentes entre os mortos de chacina em bar na Transacreana

Publicado

em

O diretor-geral de Polícia Civil, delegado Henrique, afirmou que existiam inocentes entre os assassinatos na conhecida Chacina da Transacreana ocorrida na noite do último sábado em Rio Branco. “Pessoas que estavam no lugar e hora errada” disse o investigador.

Entre os identificados como inocentes estava o mecânico Wilson Macedo Brito, 34 anos, segundo a Polícia Civil, ele ainda conseguiu avisar a família sobre o tiroteio quando tentava escapar dos tiros na cozinha do bar.

Um segundo suspeito foi preso pela policia judiciária, trata-se de José Cleiton Alves da Silva, vulgo Mandoca, que ao visitar a esposa e filho na Maternidade Barbara Heliodora, foi flagranteado por agentes.

“Não descartamos nenhuma linha de investigação, mais, ainda é muito cedo para afirmar que tipo de chacina se configurou” disse o delegado.

Mandoca era condenado por tentativa de homicídio contra dois policiais militares em 2015. Ele integrava organização criminosa e passou para regime semiaberto. Sem cumprir com as exigências do regime, Mundoca passou a ser considerado foragido.

Ele é acusado pela investigação de participar da Chacina da Transacreana. Outro envolvido, cujo nome é mantido em sigilo, confessou participação nos assassinatos. Embora se configure guerra entre facções, a polícia trabalha com outras linhas de investigação, inclusive, do acerto de contas entre furtadores de gado na região.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

welcome image