Conecte-se agora

Festa de Natal “prometida” por Gladson, com a entrega de mil bicicletas, para crianças pobres é cancelada

Publicado

em

Este ano não vai ter aquela Caloi tão esperada. O governador desistiu de cumprir com a sua palavra de doar centenas de bicicletas às crianças pobres de Rio Branco, em festa popular idealizada por ele a ser realizada nas escadarias do Palácio Rio Branco no dia do natal. No entanto, o evento foi cancelado pelo próprio governador e a decisão de Cameli acabou frustrando milhares de crianças que imaginavam se divertir no calçadão do Palácio em uma grande festa com direito a Pipoca, pula-pula, sorvete e cachorro-quente.

No início deste mês de dezembro Cameli afirmou que já havia entrado em contato com a fábrica da Caloi, em Manaus (AM), para comprar mil bicicletas para doar. Ao ac24horas, o chefe do executivo enfatizou que a doação das bicicletas seriam uma forma de “proporcionar um dia feliz para elas [as crianças]. Para mim, um sorriso vale mais que mil gestos, é de coração”.

O evento que seria organizado pela Família Cameli, que contaria com a presença até mesmo dos pais de Gladson, o empresário Eládio Cameli e sua esposa Linda Cameli como padrinhos do evento, não saiu do papel e do discurso, infelizmente.

Nas redes sociais, alguns pais afirmaram que nem todas as cartas enviadas aos correios foram adotadas pelo governador, o que ocasionou mais uma vez a frustração de novo. Independente da opinião, Cameli tem feito várias entregas de presentes em várias escolas da capital e do interior. O ac24horas apurou que o sonho de Gladson em doar as mil bicicletas ainda continua, mas deverá ser feito por todo o ano de 2020.

Procurada para explicar o cancelamento da agenda, a porta-voz do governo do Acre, Mirla Miranda, esclareceu que “em virtude de todas as entregas [de presentes] que já foram realizadas, foi de entendimento do governo cancelar”.

“O governador Gladson Cameli e a primeira-dama, Ana Paula Cameli, adquiriram, incluindo doações, uma média de mais de 5 mil itens desde kits escolares, roupas e brinquedos variados. Gladson contou, ainda, com outras pessoas dispostas em ajudar. Cestas básicas foram doadas, também, por servidores do estado”, disse Miranda.

Segundo a porta-voz, mais de 3 mil crianças foram contempladas com entrega de presentes. “(…) tanto o governador quanto a primeira-dama fizeram questão de ir pessoalmente até as creches e outros lugares, os quais foram devidamente orientados pelo programa dos Correios”.

Mesmo sem a tão esperada bicicleta Caloi, as crianças devem continuar sorrindo e acreditando que Papail Noel existe.

Anúncios

Cidades

Cruzeiro do Sul inicia campanha do Agosto Dourado, mês de conscientização a amamentação

Publicado

em

A campanha dura o mês todo, com ações que incentivam o aleitamento materno

Muitas doenças crônicas, alergias ou alterações orgânicas podem ser evitadas ou terem os riscos reduzidos graças ao aleitamento materno. Por isso, a prefeitura de Cruzeiro do Sul, através da Secretaria de Saúde adotou a campanha Agosto Dourado, realizada pra incentivar este ato de amor.

Oficialmente lançado em 2017, o Agosto Dourado foi criado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). O dia 01 de Agosto é considerado o Dia Nacional de Amamentação.

Devido a pandemia causado pelo Covid-19, durante todo o mês de agosto serão realizados encontros agendados, por idade com limite de crianças. Unidades de Saúde que não são Sentinelas estarão empenhadas com a campanha, como frisou a secretária de saúde Juliana Pereira.

“Esse mês é tão importante para a mãe quanto para a criança, a amamentação é um alimento gratuito, mas que é uma vacina contra muitas doenças, então convidamos todas as mães a realizar esse ato com amor. Devido isso nossas Unidades de Saúde e equipes estão intensificando suas ações”, destacou ela.

Muitas atividades serão desenvolvidas durante a campanha, como a atualização vacinal com a vitamina A, pesagem e medicação, avaliação do estado nutricional, exame físico e consulta médica, caso seja necessária.

Um dos principais objetivos da campanha é incentivar as mães sobre a importância do ato, mostrando que o leite materno é uma forma de proteção, aumentando a imunidade da criança, tendo também ligação com o meio ambiente e com as mudanças climáticas. “Queremos informar as pessoas sobre a ligação da amamentação e o ambiente, estamos nos baseando na Agenda 2030 que frisa o desenvolvimento sustentável, esperamos que esse mês seja positivo”, finalizou a coordenadora da saúde da mulher, Renata Barbosa.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia de Xapuri captura suspeito de matar produtor rural morto com tiro na cabeça

Publicado

em

Terminou na tarde desta quinta-feira, 6, a perseguição da polícia de Xapuri ao acusado de matar, com um tiro de rifle na cabeça, o produtor rural Fábio Júnior Flores de Andrade, de 36 anos.

Moisés Evangelista de Brito, de 22 anos, foi localizado em uma propriedade localizada no seringal Floresta, Reserva Extrativista Chico Mendes. Segundo as informações, ele não reagiu ao cerco da polícia.

Durante a prisão, efetuada ainda no prazo do flagrante, não foi encontrada nenhuma arma com o foragido. Segundo as informações que a polícia obteve, ele estava armado com dois rifles, tendo abandonado um deles no dia anterior – exatamente o que foi usado para a prática do crime.

O assassinato aconteceu na manhã da última quarta-feira, 5, na colocação União, no seringal Nazaré. A suspeita principal da polícia é de que ele matou o trabalhador para roubar uma motocicleta e um rifle.

O fato ocorreu depois de o acusado ter fugido da polícia após haver disparado um tiro contra a sua ex-mulher, na noite anterior. Fábio Júnior foi surpreendido quando estava deitado em uma rede.

Moisés já tem passagem pela polícia por tentativa de homicídio. No dia 14 de dezembro do ano passado, ele esfaqueou Jonas Lima de Souza, de 18 anos, deixando-o com as vísceras expostas.

Continuar lendo

Cotidiano

Pandemia impede festa da Revolução e aniversário do 6 de Agosto

Publicado

em

A pandemia do coronavírus provocou uma cena inédita neste dia 6 de agosto em Rio Branco: pela primeira vez em cerca de 35 anos, não se tem uma festa em comemoração da Revolução Acreana e ao aniversário do primeiro bairro da capital acreana.

O Mercado Municipal do bairro, que é palco de todas as festas de aniversário do bairro e comemoração da Revolução, ficou vazio e sem o tradicional bolo. A cerimônia precisou ser adiada para evitar aglomerações em meio ao risco de contaminação da Covid-19.

Muitos moradores também lamentam a perda de pessoas importantes para o bairro que acabaram perdendo a luta para o vírus nesta pandemia. A Revolução Acreana, liderada pelo coronel José Plácido de Castro, é um momento histórico para o Acre.

O governador Gladson Cameli usou as redes sociais para celebrar os 118 anos do início da Revolução Acreana. O gestor aproveitou para pedir apoio da população em prol da luta contra o vírus.

Fotos: Reprodução/RedeAmazônica Acre

Continuar lendo

Acre

Em Xapuri, funcionários da OCA e de creche ficarão desempregados

Publicado

em

Servidores não efetivos da esferas estadual e municipal em Xapuri foram surpreendidos em plena pandemia com comunicados de que ficarão desempregados em uma das maiores crises da história recente. Isso ocorreu na Central de Serviço Público – Oca de Xapuri – e no Centro de Educação Infantil Olhar de Criança, a única creche existente na cidade.

No caso da Oca, a coordenação local diz que o desligamento de funcionários, 7 no total, alguns com cerca de 10 anos de atuação na organização, se dá em razão de o contrato com a empresa terceirizada Tecnews ter sido encerrado no último dia 31 de julho e, tendo a mesma empresa vencido a nova licitação, não há meios legais para a imediata recontratação.

O impedimento seria motivado pelo fato de a empresa ter feito uma redução no valor dos salários que vinham sendo pagos aos servidores e não ser possível a recontratação deles, com vencimentos inferiores aos que vinham sendo efetuados anteriormente, pelo prazo de três meses. Essa é a explicação oficial dada pela coordenadora da Oca Xapuri ao ac24horas, Vera Mendonça.

A gestora reagiu a comentários que repercutem nas redes sociais atribuindo as demissões a uma suposta manipulação de políticos locais ligados ao atual governo para substituir servidores antigos por outros alinhados ideológica ou partidariamente ao grupo vigente. Segundo ela, a saída de funcionários antigos não é interessante para a organização.

“Eu não teria interesse nenhum em trocar esses servidores porque para mim, como gestora, significa a dificuldade de ter que capacitar novamente pessoas para substituir os antigos prestadores de serviços. Mas não são apenas funcionários antigos que não serão recontratados, pessoas que entraram já nessa gestão também estão saindo por conta desse impedimento”, explicou.

Já na creche Olhar de Criança, o problema que resultou na dispensa de 21 funcionários tem a ver com o encerramento de um convênio mantido até recentemente com a Associação Beneficente Vitória Régia, entidade que administra o centro educacional. O Departamento Jurídico da prefeitura orientou o prefeito Ubiracy Vasconcelos a cessar com os repasses à instituição, sob pena de responsabilização futura, por conta da paralisação das aulas causada pela pandemia.

A fundamentação feita pelo setor jurídico é a de que, como os serviços que constam como objeto do convênio não estão sendo oferecidos, o prefeito poderá, futuramente, ser obrigado a devolver os recursos para os cofres públicos, além de ficar sujeito a outras sanções. Assim, o convênio foi finalizado, o que levou a associação beneficente a dispensar o quadro composto por 21 funcionários, a maioria mulheres.

O ac24horas entrou em contato com a secretária municipal de Educação, Fernanda Pinheiro, para saber como está a situação. Ela informou que apenas poderia falar sobre o assunto depois de uma nova reunião que seria realizada com a Associação Vitória Régia. O encontro estava marcado para esta quinta-feira, 6. No entanto, a reportagem apurou que uma solução para o problema pode sair nos próximos dias.

Uma fonte na prefeitura informou que o prefeito Ubiracy Vasconcelos esteve recentemente no Tribunal de Contas do Estado (TCE), onde buscou possíveis saídas para a assinatura de um novo convênio que possa contemplar pelo menos as despesas com o pagamento dos funcionários pelo período em que as atividades estiveram suspensas por conta da pandemia.

Na semana passada, dois vereadores, Gessi Capelão (PSD) e Ronaldo Ferraz (MDB), também estiveram no TCE, onde conversaram com o corregedor Antônio Malheiro a respeito do assunto. Segundo informou à reportagem o vereador do PSD, a orientação do conselheiro foi a de que prefeitura e câmara discutissem um caminho para que a manutenção dos empregos fosse possibilitada.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas