Conecte-se agora

Chef dá dicas de como fazer uma ceia de Natal barata

Publicado

em

Mais um mês de dezembro está chegando ao fim e uma das prioridades na mesa dos acreanos é a tradicional Ceia de Natal. Ocorre que um agravante tem preocupado as famílias: a alta no preço dos produtos nos supermercados. Por isso, o ac24horas procurou o chef de cozinha acreano Natalino dos Santos para dar dicas preciosas de como manter a refeição de Natal gastando pouco.

Segundo o especialista na cozinha, é perceptível a elevação nos preços do peru e demais aves à venda nessa época do ano, como o Chester e Fiesta. “Está tudo bem caro, então a dica é substituir essas proteínas pelo frango simples mesmo. Montar uma Ceia com frango recheado, vinagrete e farofa. Não tem erro”, diz Natalino.

O chef esclarece que já caiu por terra a prerrogativa de que a Ceia precisa, necessariamente, de um peru assado na mesa. “As pessoas não estão mais gastando muito, por isso o cardápio de Natal também vem mudando. Não é mais obrigatório ter o peru na mesa. A ave vem sendo substituída por frango, carne suína e até mesmo pelo churrasco bovino”, explica dos Santos.

Entretanto, com a alta no preço da carne bovina, ele diz que é mais provável que os acreanos substituam o peru pelo frango ou o suíno – uma carne mais rica em proteína do que a carne vermelha.

Ceia com R$ 120

Nos supermercados de Rio Branco, o preço do peru varia de R$ 18 a 20 reais o quilo. O pernil de R$ 15 a R$. Já o frango está custando em torno de R$ 7 a R$ 9 o quilo. As cestas de Natal com 15 itens apresentam preço de R$ 60 reais, já as com 20 itens, algumas chegam a R$ 230. De acordo com o cozinheiro, é possível montar uma Ceia completa em casa gastando no máximo R$ 120.

“O segredo é pesquisar. Usar a segunda e a terça-feira para procurar, já que são os dias da semana com promoções de frutas e verduras nos mercados. Os produtos da Ceia têm uma variedade de preços significativa, então, quem quer economizar, deve pesquisar”, pontua Natalino dos Santos.

Segundo o chef, a receita do frango recheado é simples e pode se adequar ao paladar e costume de cada família. “Pode fazer um mel com açúcar e passar por cima do frango no momento de assar. O arroz natalino, branco com uva passas, também é barato e simples de fazer. As uvas passam estão com preço baixo este ano”.

Na mesa, as frutas tradicionais da Ceia podem ser substituídas por frutas da estação ou produtos mais “em conta”, como a melancia e o melão. “Outro meio de economizar no prato principal é usar o lombo suíno recheado no lugar do frango”.

O mesmo pode ser feito com a sobremesa. “A famosa Taça da Felicidade também pode ser feita com outras frutas mais baratas que o kiwi, o morango e o pêssego”. “É exatamente o que vou fazer em casa. Um salpicão e um frango assado recheado”, diz o chef.

As dicas sugeridas por Natalino podem fazer uma compra de até no máximo R$ 120. “Servem perfeitamente para uma família de quatro ou cinco pessoas. Assim, a pessoa vai gastar em torno de R$ 100 a 120 fazendo uma ceia de frango recheado, vinagrete, farofa e uma sobremesa, com os produtos mais baratos”, garante.

Mesmo com alta nos preços, nos supermercados, a expectativa dos gerentes é de boas vendas neste Natal. O Índice de Preços ao Consumidor (IPC) da Fundação Instituto de Pesquisas Econômicas (Fipe) afirma que a cesta de 15 itens mais procurados pelos consumidores durante o Natal ficou 3,19% mais cara este ano se comparada a 2018. Mas nem por isso os consumidores pensam em deixar de comemorar a data.

“O importante é se reunir com a família e celebrar o nascimento de Jesus. A mesa farta ou não importa. O que não pode faltar no Natal é a comunhão com as pessoas mais queridas e a esperança de um dia melhor”, salienta o aposentado Raimundo Nonato Feitosa, de 68 anos, que tem pesquisado os preços nos supermercados em busca de uma Ceia que caiba no bolso da família.

Anúncios

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Mais lidas