Conecte-se agora

Cabeceiras de ponte na BR-317 ameaçam ruir e isolar três cidades na regional do Alto Acre

Publicado

em

Epitaciolândia, Brasiléia e Assis Brasil correm o risco de ficar isoladas do resto do estado por via terrestre em razão de as cabeceiras da ponte sobre o igarapé Entroncamento, distante cerca de cinco quilômetros da primeira das três cidades fronteiriças, está cedendo e ameaçando ruir a qualquer momento.

O alerta foi feito pelo jornal O Alto Acre neste domingo, 22, depois de receber denúncias de moradores da zona rural de Epitaciolândia que trafegam com frequência pela ponte. Os relatos e as imagens demonstram que o risco de acidentes é grande e que um rompimento das cabeceiras pode ocorrer a qualquer momento.

De acordo com o jornalista Alexandre Lima, a ponte está com uma das cabeceiras já bastante comprometida pela erosão. Já há, no local, uma medida paliativa, feita com uma cobertura de lona, para impedir um possível desmoronamento, o que pode ser facilitado pelas fortes chuvas que têm caído na região.

No lado oposto, a ponte apresenta uma depressão considerável também causada pelo processo erosivo. Pode-se de notar ainda que rachaduras nas laterais do aterro estão aumentando a cada dia aumentando o risco de rompimento. O tráfego na ponte, inclusive, já está bastante comprometido com uma das mãos já bloqueada.

No Twitter, o superintendente do Departamento Nacional de Infraestrutura Rodoviária (Dnit) no Acre, Carlos Henrique de Assis Moraes, respondeu a um internauta que cobrou providências por parte da empresa responsável pela obra de recuperação da cabeceira da ponte.

“Parabéns @DNIToficial. Agora vamos cobrar a empresa que ficou responsável pela obra da cabeceira da ponte sobre o igarapé Entroncamento na BR-317 em Epitaciolândia, que já está desmoronando”, comentou o internauta Marcel Pedralino.

“A contratada já está ciente que tem que corrigir e concluir esse serviço no encabeçamento da ponte sobre o Igarapé Entroncamento e só receberá pelo serviço quando concluir. Estamos cobrando e acompanhando de perto essa situação”, respondeu o superintendente.

Propaganda

Cotidiano

Polícia diz que acreana sofreu “estupro virtual”; acusados foram presos em MG e PE

Publicado

em

Na manhã desta quarta-feira (22), a Polícia Civil do Estado do Acre informou que uma acreana que não teve a sua identidade revelada, vinha sofrendo estupro virtual desde 2019, e que dois suspeitos de participação no crime foram presos em outros estado da federação.

O delegado Nilton Boscaro, explicou que o autor da prática teria feito vítimas Brasil a fora. “O principal acusado está nesse exato momento na delegacia de Pernambuco prestando esclarecimentos”, concluiu.

A delegada Juliana D’Angelis, da Delegacia Especializada de Atendimento à Mulher (DEAM), falou sobre o caso em coletiva na sede da Polícia Civil, na manhã desta quarta-feira (22).

“São crimes que estão se tornando comum nesse mundo de redes sociais. Uma vítima procurou a Polícia Civil para dizer que estava sendo coagida a praticar atos sexuais. A partir de então, foi instalado um inquérito policial, e todas as diligências foram tomadas e que culminou na operação conjunta com os Estados de Pernambuco e de Minas Gerais”, afirmou.

O delegado Nilton Boscaro alertou aqueles que costumam trocar mensagens sexuais com desconhecidos.

“Ele adicionou a vítima no Facebook, e aos poucos foi enviado videos de roupas íntimas para encorajá-la a enviar vídeos também. Posteriormente, ela enviou vídeos. Logo depois, ele exigiu que ela enviasse nudes. Com os vídeos salvos, ele deflagrou o golpe e começou a ameaçá-la, exigindo dinheiro para não divulgar o conteúdo nas redes sociais.

Abalada psicologicamente, a vítima teria tentado até em suicídio.

“A vítima chegou a ser hospitalizada e o sujeito como não conseguiu mais contato, acabou divulgando alguns videos. Graças ao trabalho, em conjunto com o Ministério da Segurança Pública e o laboratório de crimes cibernéticos, conseguimos localizar as residências de onde estavam saindo a conexão de internet e nesta quarta-feira (22), com o apoio da Polícia Civil de Minas Gerais e de Pernambuco, foram presas duas pessoas. O alvo de pernambuco, era o principal suspeito”.

Continuar lendo

Cotidiano

Justiça condena homem a 21 anos de prisão por estuprar sobrinha em Brasileia

Publicado

em

Um homem foi condenador pelo Juízo da Vara Criminal da Comarca de Brasileia por cometer estupro de vulnerável contra sua sobrinha. O acusado deve cumprir 21 anos e oito meses de reclusão, em regime inicial fechado sem direito a recorrer em liberdade. A prisão preventiva foi a única medida eficaz à garantia da integridade física da vítima.

Na sentença, o juiz de Direito Clovis Lodi enfatizou que o réu agiu com dolo em grau elevado, visto que era tio da criança e se utilizou da relação de confiança e parentesco para dormir na residência da vítima e cometer o crime enquanto os moradores da casa estavam dormindo.

Segundo o magistrado, a vítima sofreu abusos desde os sete anos até os 14 anos de idade. “Dos depoimentos, restou nítido que o crime causou grande abalo psicológico e emocional na vítima”, informou o juiz.

Fonte: Agência TJ/AC

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas