Conecte-se agora

Paciente acreano vai parar no hospital por comer tijolo

Publicado

em

De hábitos alimentares duvidosos a costumes bizarros, quem não tem nenhuma mania estranha que atire a primeira pedra, ou coma uma. Nada demais, desde que esses hábitos sejam benéficos para a pessoa, pois quando passa a trazer incômodos ou impactos negativos, deixam de ser uma simples mania se transformando em algo extremamente perigoso e até patológico.

Exatamente o que aconteceu com José Leonilson Soares da Silva, de 42 anos de idade, por causa da estranha obsessão de comer tijolo, vício que ele tem há cerca de cinco meses. Isso não podia acabar bem e ele foi parar no hospital no mês passado, levado às pressas pela família. Quase morreu.

O paciente, morador de Cruzeiro do Sul, município distante 630 quilômetros de Rio Branco, ficou internado 12 dias na Unidade de Tratamento Intensivo, no Hospital do Juruá. O detalhe é que essa não foi a primeira vez que esteve à beira da morte. Leonilson já esteve na UTI outras três vezes, não apenas em consequência da sua compulsão em comer tijolo. Com uma saúde que já era debilitada por ser portador de insuficiência renal crônica e ter sido usuário de drogas por muitos anos, o paciente que realiza hemodiálise três vezes por semana, conta que começou a comer tijolo dois meses depois de largar o consumo de cocaína.

“Desde antes da adolescência, ainda quando criança, sempre gostei do cheiro do barro. Dois meses depois que deixei de cheirar cocaína comecei a comer tijolo e não parei mais. Na época estava trabalhando em uma construção, quando quebrando uma parede senti o cheiro do concreto que me atraiu de uma forma incontrolável. Passei a acordar de madrugada, depois que minha família dormia, para procurar tijolo e comer escondido. Já não conseguia parar, mesmo me sentindo mal e tendo cortes na boca, o desejo de continuar comendo tijolo era mais forte que eu”, lembra.

Consciente dos riscos, inclusive de morte, José Leonilson afirma que não come mais tijolo desde que deixou a UTI, mas confessa que a vontade é imensa em consumir o produto. “O médico me falou dos riscos, especialmente por ser paciente renal. Não me lembro dos dias que passei na UTI, mas sei que a situação era bem grave. A vontade de comer tijolo é imensa, mas evito andar atrás, passar em construções, onde sei que vou encontrar tijolo. Decidi que tenho uma vida, que tenho uma filha e que, portanto, não vou mais fazer isso comigo. Mas a vontade é imensa”, confessa.

Essa mania de comer coisas estranhas, sem gosto e bem nojentas tem um nome: alotriofagia, também conhecida como Síndrome de Pica, é uma rara condição e se caracteriza por um apetite por substâncias não nutritivas, como terra, alimentos crus, palito de dente, esmalte, desinfetante, carvão, tecido e tijolo. Essa condição de consumir substâncias não comestíveis pode causar sérios problemas de saúde, podendo facilmente levar à intoxicação e até à morte devido a deficiências nutricionais, obstrução intestinal, entre outras complicações mais graves, como explica o médico Victor Hugo Panont, que acompanhou José Leonilson Soares da Silva em Cruzeiro do Sul.

“Quando ele chegou ao hospital seu estado de saúde era tão grave que não foi possível nem realizar uma cirurgia de urgência para desobstrução intestinal, daí foi para a UTI para estabilizar. Por sorte o trânsito intestinal desobstruiu sozinho. Esse fato de comer tijolo é um risco muito grave, podendo ocorrer várias complicações, começando com lesões na boca até a consequência mais grave, como uma perfuração ou obstrução intestinal, como a que ocorreu com o paciente, que chegou com um quadro de abdome agudo obstrutivo”, informa Panont.

Nesta semana, em decorrência ainda dos resíduos de tijolo presos ao intestino, José Leonilson Soares da Silva voltou a ser internado no Hospital do Juruá com fortes dores abdominais. Os médicos avaliam o paciente e a possibilidade de operá-lo nos próximos dias, o que vai depender do seu estado de saúde para suportar a cirurgia.

Manias

Bizarras, esquisitas ou saudáveis, na maioria das vezes essas manias causam sofrimento e muito constrangimento para quem não consegue controlar suas obsessões. É o caso do próximo entrevistado, formado em Direito, que pediu para não ter o nome divulgado. Aos 35 anos de idade, o advogado trouxe à vida adulta um vício bastante peculiar na infância: chupar chupeta. Embora menos inofensivo à saúde, a mania pouco convencional para um adulto, precisa ser escondida a sete chaves pelo constrangimento da situação.

“Hoje moro sozinho, o que ficou mais fácil quando tenho vontade de chupar chupeta. Há uns dois anos, por um vacilo, uma garota que eu namorava descobriu minha mania, rindo e prometendo contar para nossos amigos. Aquilo me incomodou tanto que algumas semanas depois terminei com ela. As pessoas podem achar engraçado, fazer piadas. Mas a verdade é que todo mundo tem sua mania. É como um viciado em cigarros, por exemplo, quando a vontade bate, ele vai lá e fuma. É uma forma de aliviar a pressão e o estresse do dia. Tudo isso são manias e ninguém escapa de ter pelo menos uma delas ao longo da vida. Chupar chupeta não é tão bizarro assim. É apenas um hábito bobo que cresceu comigo, mas que ninguém entende ou respeita, por isso mantenho escondido”, conta.

Anúncios

Acre

Com coronavírus em alta, igrejas querem realizar Semana Evangélica

Publicado

em

Mesmo com os números indicando que não há uma trégua da pandemia do novo coronavírus no Acre, a Associação de Ministros Evangélicos de Xapuri (Amex) pretende realizar a 14ª Semana Evangélica, um dos maiores eventos religiosos e culturais do município, que costuma acontecer no começo de agosto.

Em reunião realizada na semana passada, envolvendo representantes das igrejas e da administração municipal, a prefeitura propôs que o evento ocorra de maneira virtual, ou seja, por meio das “lives” transmitidas via internet. Os pastores prometeram analisar a ideia, mas não gostaram da proposta.

O vice-presidente da Amex, pastor Moisés Madeira, da igreja Assembleia de Deus – Ministério de Madureira, considera que é possível que a Semana Evangélica seja realizada no mês de setembro, com base no decreto estadual que liberou o funcionamento dos templos com 20% de ocupação.

Normalmente realizado na Praça de Eventos de Xapuri, este ano, segundo Madeira, o evento ocorreria no ginásio de esportes do município, com o respeito à porcentagem de capacidade de público prevista no decreto, além da observância a todas as medidas de prevenção exigidas pelas autoridades em saúde.

A Assessoria de Divulgação Social da prefeitura afirmou que uma nova reunião sobre o assunto está marcada para o próximo dia 10, com os líderes religiosos, mas adiantou que a intenção do município é mesmo oferecer suporte técnico para que os eventos da festa evangélica ocorram por meio de lives diárias.

Igrejas podem voltar a fechar

É importante salientar que na última quarta-feira, 29 de julho, o Comitê do Pacto Acre sem Covid decidiu recomendar ao governo do estado que o funcionamento dos templos religiosos – com capacidade de até 20% do público – volte a ser liberado somente na bandeira amarela e não na fase laranja, como está vigorando há alguns dias.

Antes da recomendação do Comitê, os Ministérios Públicos Estadual e Federal já haviam feito a mesma orientação e dado prazo de 48 horas para que o governo se manifestasse. Ao que tudo indica, o governador Gladson Cameli está aguardando a nova avaliação do Pacto Acre sem Covid, que deve sair na próxima quarta-feira, 5, para tomar uma decisão a respeito do assunto.

Coronavírus em alta

Em Xapuri, os números divulgados diariamente pela Secretaria de Saúde não conspiram a favor da realização de eventos públicos. Com uma constante oscilação no registro de novos casos no decorrer dos meses de junho e julho, na última sexta-feira (31/7), o município voltou a apresentar uma nova elevação na curva de contágios.

Foram 76 novos casos apenas no último dia de julho, mês que terminou com um acúmulo de 223 confirmações para o novo coronavírus, quase a mesma quantidade (240), registrada no período anterior desde o início da pandemia – 27 de abril a 30 de junho. Até a última atualização do Boletim Municipal, Xapuri tinha 463 casos confirmados e 6 mortes por Covid-19.

Continuar lendo

Acre

Energia elétrica de inadimplentes pode ser cortada a partir de hoje

Publicado

em

A energia elétrica dos consumidores inadimplentes pode voltar a ser cortada a partir desta segunda-feira, dia 3, desde que os consumidores sejam avisados. As interrupções estavam suspensas por determinação da Agência Nacional de Energia Elétrica (Aneel) desde o dia 24 de março.

Como o prazo final para a isenção ocorreu no sábado, dia 1°, os cortes só estão autorizados a acontecer a partir de hoje porque o desligamento de serviços públicos não pode acontecer nas sextas-feiras, sábados, domingos e feriados.

Baixa renda

Segundo a Aneel, enquanto durar o estado de emergência da pandemia, continua proibido o corte para alguns grupos de consumidores. Conforme o Decreto Legislativo nº 6/2020, esse prazo atualmente vai até o final de 2020.

Neste grupo estão consumidores de baixa renda; unidades onde more pessoa que dependa de equipamentos elétricos essenciais à preservação da vida; unidades que deixaram de receber a fatura impressa sem autorização do consumidor, além daquelas cobradas em locais sem postos de arrecadação em funcionamento como bancos e lotéricas, por exemplo, ou nos quais a circulação de pessoas seja restringida por ato do poder público.

Agência Brasil

Continuar lendo

Acre

Próximos pagamento do Auxílio Emergencial tem novo calendário

Publicado

em

O Ministério da Cidadania publicou nesta segunda-feira (3) no Diário Oficial da União o novo calendário para pagamento do Auxílio Emergencial. O novo calendário, que começa dia 5 de agosto e vai até 17 de setembro a depender da data de nascimento e forma de uso, leva em conta a disseminação do novo coronavírus (Covid-19) e as medidas adotadas no âmbito do Estado e municípios para prevenir a disseminação do vírus, e também as recomendações de distanciamento social.

O Ministério lembra que no âmbito do Programa Bolsa Família, existem 14,29 milhões de famílias, com mais de 40 milhões de beneficiados e o calendário de pagamento do Programa Bolsa Família está sendo realizado entre 20 de julho de 2020 e 31 de julho de 2020.

O público beneficiário do auxílio emergencial que tenha recebido a primeira parcela em abril de 2020 e teve o pagamento reavaliado em julho de 2020, decorrente de atualizações de dados governamentais, receberá o crédito da terceira e quarta parcelas em poupança social digital aberta em seu nome.

Veja:

Continuar lendo

Acre

“Começou”, diz Jorge Viana após prisão de Tião Fonseca

Publicado

em

O ex-governador e ex-senador do Acre, Jorge Viana (PT), usou o Twitter na manhã desta segunda-feira, 03, para dar aquela alfinetada básica na gestão de Gladson Cameli (Progressistas).

JV resumiu a mega-operação da Polícia Civil que prendeu na manhã desta segunda-feira, 3, o ex-diretor-presidente do Depasa, Tião Fonseca, e também fez buscas na casa do irmão do senador Márcio Bittar (MDB), o ex-diretor-financeiro do Depasa, Edson Siqueira.

Com uma única palavra: “começou”, ele insinuou que a prisão dos “poderosos” pode ser só o começo de muita coisa que escondida que poderá impactar e até mesmo manchar a atual gestão.

Apesar de “inflamar” a atual operação da polícia, Viana ficava calado quando as operações policiais miravam os governos da Frente Popular nos últimos 20 anos e só se manifestava para defender pessoas próximas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas