Conecte-se agora

Mega-Sena: último concurso regular do ano vale R$ 2,5 milhões; veja como apostar

Publicado

em

Mega-Sena terá realizado hoje em São Paulo o seu último sorteio regular do ano. Após uma bolada de R$ 40 milhões ter saído para uma aposta da cidade de Franca (SP) na última quinta-feira (19), o concurso 2219 tem prêmio estimado em R$ 2,5 milhões.

O evento de hoje está marcado para as 20h (horário de Brasília) e será transmitido ao vivo pela internet, no canal oficial da Caixa no YouTube, e com possibilidade de exibição simultânea pela RedeTV!. Na edição passada, além do prêmio máximo que saiu para o interior de SP, o banco informou que 42 apostas levaram R$ 64.678,28 cada uma na faixa da quina, enquanto outras 3.345 foram contempladas na quadra com prêmios individuais de R$ 1.160,14. Os números sorteados na ocasião foram 06-16-22-38-48-52.

A partir de amanhã (22), as lotéricas credenciadas e os canais eletrônicos da Caixa vão vender apostas da Mega-Sena exclusivamente para a Mega da Virada, marcada para o dia 31 de dezembro às 20h.

A Mega da Virada 2019 terá prêmio estimado em mais de R$ 300 milhões, projeção na qual entram os valores já acumulados durante o ano (R$ 93,3 milhões até agora), a arrecadação com as vendas específicas da edição especial (ainda não divulgada pelo banco), o percentual acumulado normalmente para concursos com finais “5” e “0” (R$ 12 milhões até aqui) e também o que ficar acumulado após o sorteio de hoje, se não houver vencedor. No último sorteio do ano, o prêmio não acumula e é distribuído nas faixas menores (quina e quadra) se ninguém acertar a sena.

Como posso participar da Mega-Sena 2219?

Você precisa fazer uma aposta de seis a 15 números nas lotéricas credenciais pela Caixa, ou no site especial de loterias do banco. Participam do próximo concurso todas as apostas registradas até as 19h de hoje.

Quanto custa apostar na Mega-Sena 2219?

Depende de quantos números você pretende colocar no jogo. A aposta mínima custa R$ 4,50, e você tem direito de escolher seis dezenas de 1 a 60. Se quiser colocar um número a mais para aumentar as chances de acerto, o preço do jogo sobe para R$ 31,50. No cenário mais caro, com 15 números no volante, a aposta chega a custar R$ 22.522,50.

E quais são as minhas chances de ganhar na Mega-Sena 2219?

Isso também varia de acordo com a quantidade de dezenas na sua aposta. Com a menor (R$ 4,50), com seis números, a chance de acertar todas as bolinhas sorteadas e faturar o prêmio maior é de uma em 50.063.860. Jogando uma dezena a mais (R$ 31,50), a probabilidade aumenta. Passa a ser de uma em 7.151.980. Quem estiver disposto a pagar mais de R$ 22,5 mil na aposta com 15 dezenas terá uma chance em 10.003 de cravar tudo e ficar milionário.

Como funciona o bolão que a Caixa vende nas lotéricas?

Esses bolões são organizados pelas próprias lotéricas credenciadas pela Caixa. São apostas em grupo com preço mínimo estipulado em R$ 10 no caso da Mega-Sena. A cota mínima obrigatória por participante é de R$ 5. Nessa modalidade, pode existir uma taxa de serviço adicional de 35% do valor da cota. O bolão da Mega-Sena permite de duas a 100 cotas. Em cada bolão, é possível fazer dez apostas diferentes.

Como faço para participar da Mega da Virada 2019?

Caixa está vendendo desde o dia 11 de novembro as apostas paralelas da Mega da Virada, que neste ano tem prêmio inicialmente estimado em R$ 300 milhões e não acumula. É necessário usar um volante exclusivo desse sorteio disponibilizado pelo banco para as apostas presenciais nas lotéricas. A partir de amanhã, as lotéricas e os canais eletrônicos vão vender apenas apostas da edição especial.

Anúncios

Destaque 3

Mortes por Covid-19 cai 4% e consolida tendência de redução no Acre na fase amarela

Publicado

em

Vários Estados, entre eles o Acre, apresentaram desaceleração na média móvel de mortes por Covid-19 nesta sexta-feira (7). Conforme dados levantados pelo consórcio de imprensa, apenas cinco estados registraram movimento oposto, com escalada na variação dos últimos 14 dias. Os dados são do UOL.

Na média móvel das duas últimas, o número de mortes caiu 4% no Acre, taxa que recoloca o Estado na zona de queda ou estabilização da doença.

Depois de subir muito no fim de julho, a média móvel começou a cair no começo de agosto. A tendência se confirma mesmo que o Estado tenha avançado para a fase amarela do risco de Covid-19.

Continuar lendo

Destaque 3

Novos casos de Covid-19 baixam para 113 nesta sexta e mais 4 mortes são confirmadas

Publicado

em

O novo boletim divulgado pela secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) nesta sexta-feira, 7, mostra que o Acre registrou nas últimas 24 horas um número de novas pessoas infectadas por Covid-19 menor do que o registrado ao longo dos últimos dias.

De ontem para hoje, foram confirmados 113 novos casos da doença, fazendo com que o número total de contaminados subam de 21.263 para 21.376 em todo o estado.

Já as mortes registradas nas últimas 24 horas foram de mais 4 pessoas vítimas da doença. Desta vez, todas as vítimas fatais são do sexo masculino, com idades entre 61 e 92 anos. Entre os novos óbitos, 2 são de Rio Branco , 1 de Feijó e 1 de Xapuri, fazendo com que o total de óbitos suba de 552 para 556 em todos os municípios.

Continuar lendo

Destaque 3

Polícia Civil faz operação no Acre e Rondônia contra grupo acusado de golpes milionários

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira, 07, a Delegacia de Repressão ao Crime Organizado, de Rondônia em parceria com agentes da polícia civil do Acre deflagraram a Operação “Faces da Liberdade. Eles deram cumprimento a oito mandados de busca e apreensão em residências e efetuaram oito prisões temporárias.

Os mandados foram cumpridos nos estados de Rondônia e Acre, nas cidades de Alta Floresta do Oeste, Ji-Paraná, Rio Branco (AC) e Assis Brasil (AC), e contou com o apoio da Polícia Civil do Acre e das Delegacias Regionais de Rolim de Moura e Ji-Paraná (RO).

Segundo informações, a associação criminosa consistia em um conluio entre funcionários do Banco do Brasil e falsificadores, que juntos agiam para subtração de dinheiro depositado em cifras milionárias de pessoas falecidas, lesando, assim, o espólio e o patrimônio dos herdeiros.

Os criminosos, em posse da documentação falsa, procuravam os empregados da agência bancária e faziam o saque das altas quantias. Os empregados davam cobertura à ação dos falsificadores e mediante o recebimento de propina deixavam de observar uma série de procedimentos de segurança exigidos pelo Banco do Brasil, aceitando a documentação como idônea.

Segundo a Delegacia Especializada foi possível identificar, até o momento, a subtração de saldo bancário de três contas correntes de pessoas falecidas, com valor total que ultrapassa os R$ R$ 9 milhões.

O nome da Operação remete a uma das obras publicadas por Affonso Arinos chamada “As Três Faces da Liberdade”. Affonso Arino era diplomata, político, professor e escritor e faleceu no dia 15 de março deste ano. Ele teve seu patrimônio lesado pela organização criminosa.

Continuar lendo

Destaque 3

Filho de Márcio Bittar esclarece que não foi responsável por acidente durante racha

Publicado

em

Desde a hora que aconteceu o acidente na manhã desta quinta-feira, 6, durante uma racha quando uma BMW atropelou e matou Jonhliane Paiva de Souza, de 30 anos, funcionária do supermercado Arasuper do 2° Distrito de Rio Branco, situado no bairro Seis de Agosto, que a indústria de fake news não parou.

Rapidamente se espalhou que o condutor do carro de luxo que teria assassinado Jonhliane seria o filho do senador Márcio Bittar (MDB), João Paulo Bittar. A informação não passa de uma fake news.

João Paulo foi às redes sociais explicar que não é responsável pelo acidente, que não possui veículo e que se encontra em Brasília desde a última segunda-feira, 3.

Veja a publicação:

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas