Conecte-se agora

Vanda Milani tem mandato reconhecido por Organizações das Cooperativas Brasileiras

Publicado

em

A deputada Vanda Milani (Solidariedade) expressou seu extremo contentamento em ser uma das agraciadas com o Certificado de Reconhecimento conferido pela Organização das Cooperativas Brasileiras no Acre e o Serviço de Aprendizagem do Cooperativismo no Estado do Acre(Sistema OCB/AC). O Certificado é um marco da gratidão da entidade pelo trabalho da parlamentar em prol do fomento e fortalecimento do cooperativismo.

O Reconhecimento, de acordo com o Sistema OCB/AC, foi uma forma de deixar claro ,junto às mais de 250 lideranças do cooperativismo acreano( de mais de 60 cooperativas em todo o Estado), o trabalho de apoio da deputada . O evento de entrega do Certificado ocorreu no último sábado,14, em Rio Branco, quando a deputada – por motivo de compromisso anteriormente agendado – recebeu o Certificado de Reconhecimento através de representante, numa cerimônia dirigida por Waldomiro Francalino, presidente da OCB/AC.

Integrante da Frente Parlamentar de Apoio ao Cooperativismo no Congresso Nacional, Vanda Milani fez questão de destacar a importância do cooperativismo na economia nacional e estadual.

A cooperativa, lembrou a parlamentar , é uma empresa de propriedade e interesses coletivos cujo objetivo é atender ao mercado consumidor de maneira mais fácil, negociar melhores condições para a compra de insumos e dar vazão à produção.

A parlamentar reiterou sua disposição de apoiar o setor cooperativo no Congresso Nacional e colocou seu gabinete à disposição da categoria, “que com seu trabalho colaborativo fortalece a economia, gerando mais emprego e renda”.

Propaganda

Destaque 5

Acre tem que reduzir despesas em 6% para adequação à Lei de Responsabilidade Fiscal

Publicado

em

O Acre está representado na reunião desta terça-feira (28) do Conselho Fazendário (Consefaz) que debate temas como Pacto Federativo, Federalismo Fiscal, Fundos Públicos e as PEC’s (nº 185,186 e 188) – projetos de lei que tramitam no Congresso Nacional.

A secretária de Fazenda, Semírames Dias, busca repactuar a dívida do governo do Estado com a União, para equacionar o problema da redução das despesas com a folha de pagamento que já ultrapassa o limite prudencial da Lei de Responsabilidade Fiscal (LRF).

O Acre gasta com os servidores ativos e inativos a bagatela de 55,17% da sua receita corrente líquida com a folha de pagamento e o governador Gladson Cameli precisará reduzir as despesas em pelo menos 6% do limite prudencial estipulado em torno de 49%, conforme recomendação da legislação atual.

(CN/A Tribuna)

Continuar lendo

Destaque 5

Lei institui exame para constatar predisposição a trombose antes de tomar anticoncepcional

Publicado

em

O governo do Acre sancionou o projeto da deputada estadual Meire Serafim (MDB) que determina que as mulheres acreanas passem por exame para constatar predisposição a trombose antes de tomar anticoncepcional. O objetivo é detectar e combater a trombofilia antes da prescrição médica do anticoncepcional.

A Lei, de Nº 3.611/2020, foi publicada no Diário Oficial do Estado (DOE) neste mês de janeiro de 2020 e diz que o poder Executivo deve criar mecanismos de monitoramento e avaliação de políticas e estratégias e meios de prevenção, cuidados para garantir a efetivação da lei.

A ideia para criação da Lei, segundo a parlamentar surgiu em meio a “inúmeros casos de trombose em mulheres estão sendo relacionados ao uso de anticoncepcional”. Segundo Meire, não havia uma prática pelos médicos de solicitarem exame para detectar a trombofilia antes de prescreverem contraceptivos hormonais às mulheres. “Trata-se de um simples procedimento que, certamente, pode salvar muitas vidas”, explica.

A Lei visa fazer com que todas as prescrições de anticoncepcionais femininos por médicos no Estado do Acre sejam, obrigatoriamente, precedidas de exames para a detecção de trombofilia.

Como justificativa, a deputada afirma que a intenção é “diminuir os casos de tromboembolismo decorrentes do uso de anticoncepcionais femininos”. A Trombofilia é uma predisposição para desenvolver trombose, causada por defeitos na coagulação do sangue, que favorecem a formação de coágulos (trombos). A doença não pode ser hereditária ou adquirida.

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas