Conecte-se agora

Por medo de assalto, motorista de ônibus não para e pedreiro “dorme fora de casa”

Publicado

em

Que a criminalidade tem mudado a rotina dos cidadãos em Rio Branco, não é novidade. A informação mais recente que se tem é que no meio do caos que assola a segurança dos moradores, um trabalhador precisou dormir na casa de uma família desconhecida esta semana porque não conseguiu embarcar num ônibus e retornar para sua casa. O caso aconteceu com o pedreiro José Ramison, nessa quarta-feira, 18, na região da Transacreana.

Segundo ele, o motorista do ônibus que faz a linha do Colégio Agrícola, na Estrada da Transacreana, não tem parado nos pontos da zona rural no período noturno, por medo de ser vítima dos frequentes assaltos que ocorrem aos coletivos no local.

Ramison alerta que a situação já vem ocorrendo há muitos meses, desde que a sensação de insegurança aumentou significativamente entre os rio-branquenses. Porém, nunca havia chegado ao extremo de ter que dormir fora de casa por conta da criminalidade.

O pedreiro tem quatro filhos e mora na zona urbana de Rio Branco, mas sempre presta serviços em residências situadas na Transacreana. “É algo muito chato o que vem acontecendo com a linha que faz o Colégio Agrícola. Quem precisa retornar para casa no último ‘balão’ do ônibus tem passado muito constrangimento porque o ônibus não tem parado”, explica o trabalhador.

Não só ele, mas outros passageiros também têm reclamado e se sentindo prejudicados. O horário mais difícil de conseguir embarcar num ônibus na região é após as 21h30. “Após esse horário não conseguimos mais entrar no coletivo. Isso tem sido constante. Tive que pedir dormida em casa alheia porque [o ônibus] não parou para mim”, lamenta o pedreiro.

O morador ressalta que tentou embarcar em todos os pontos na noite, mas foi rejeitado pelos motoristas, que depois explicaram para ele o medo de serem assaltados. “Lá, de fato, está muito perigoso. Mas os passageiros não podem sofrer por isso. Se ninguém tivesse me dado dormida, teria ficado na rua”, pontua o homem.

José diz que até passam alguns policiais militares pela região, mas “só o que moram por lá mesmo”, afirma. O ac24horas procurou a superintendência municipal de Transportes e Trânsito de Rio Branco, a RBTRANS. O órgão informou que “infelizmente não há nada que a RBTRANS possa fazer. Essa situação é inerente ao Sistema Integrado de Segurança Pública”, disse o representante Nélio Anastácio.

Já o comandante-geral da Polícia Militar do Acre, Coronel Ulysses Araújo, garantiu que existem rondas policiais em todos os horários na região da Transacreana. “Rondas inopinadas são realizadas na principal e também nos ramais”, afirma Ulysses.

Propaganda

Cotidiano

Com medo da onda de violência, entregador se assusta com manequim em bairro periférico

Publicado

em

O entregador, Liiu Delefrati, usou as redes sociais na noite desta quinta-feira (23) para relatar um “susto” que passou quando fazia a sua última entrega da noite, no bairro Recanto dos Buritis, em Rio Branco.

O motoboy relatou que estava subindo a ladeira no bairro, quando a moto “morreu” e ao levantar a cabeça viu a sua frente o que parecia um fantasma com a metade de um corpo.

“Na hora, o ** trancou, tremedeiras nas pernas e comecei a suar frio. Achei que era uma pessoa só com as pernas, quase morri, fui ver, era um manequim”, relatou aos risos.

Ele decidiu registrar o momento, e a foto caiu na internet e arrancou boas gargalhadas dos internautas acreanos.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia recupera caminhonete e quadriciclo roubados a caminho de cidade boliviana

Publicado

em

A Polícia Militar de Plácido de Castro conseguiu recuperar uma caminhonete e um quadriciclo roubados no Brasil e levados para a Bolívia. O PMs contaram com apoio da Armada Boliviana nas proximidades da comunidade de Santa Rosa.

Antes, os assaltantes passaram pela Vila Evo Morales. “Foi possível identificar, através de sistema de monitoramento, que os veículos adentraram a Vila Puerto Evo Morales e com o apoio imprescindível da Armada Naval Boliviana, uma ação rápida fora realizada para recuperação dos veículos, localizados próximo à comunidade boliviana Santa Rosa”, informou a PM.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

welcome image