Conecte-se agora

Macaco resgatado no Juruá vai ser tratado em Rio Branco até poder voltar para natureza

Publicado

em

Bombeiros de Cruzeiro do Sul resgataram na tarde de terça-feira, 17, um filhote Sagui (macaco).

Como o animal não teria condições de sobreviver sozinho, caso a soltura imediata fosse realizada, e lá não há Centro de Tratamento de Animais (CETAS), empreendeu-se uma operação em parceria com o CETAS de Rio Branco e ICMBIO para trazer o animal para a capital, onde será reabilitado até que tenha condições de ser reinserido na natureza.

A ação demonstra a preocupação do Corpo de Bombeiros no manejo de animais silvestres, atividade que representa cerca de 30% de nossas atividades de resgate.

“É importante falar que é muito comum que as pessoas peguem macacos para criar, e quando eles alcançam a maturidade sexual se tornam agressivos, mordem, destroem coisas e aí a pessoa se arrepende e nos chamam dizendo que o “bicho” apareceu por lá. Por isso, sempre em caso de primatas, temos que enviar para o CETAS”, afirma Major Falcão, da assessoria do Corpo de Bombeiros do Acre.

Com informação da assessoria de comunicação CBMAC

Anúncios

Cotidiano

Alan Rick se reúne com secretário de indústria e chefe da representação do Acre em Brasília

Publicado

em

A implantação da Infovia, que interligará o Estado via Internet, a reestruturação do Polo Moveleiro de Tarauacá, a reestruturação da ZPE e soluções digitais que melhorem e agilizem a prestação dos serviços públicos foram temas tratados pelo deputado federal Alan Rick junto ao secretário de Indústria, Ciência e Tecnologia, Anderson Abreu de Lima, em reuniões em Brasília, juntamente com o representante do governo na capital federal Ricardo França.

Alan Rick, Anderson e Ricardo se reuniram com o objetivo de unirem forças junto ao Governo Federal para a indicação de recursos e emendas parlamentares para os projetos da Infovia e dos polos industriais do estado, como o moveleiro de Tarauacá.

“Hoje a população do Acre sofre com problemas de conectividade e constantes interrupções nos serviços de Internet, principalmente no interior. A Infovia visa resolver o problema ao levar internet com qualidade e custos mais acessíveis para todos os municípios, inclusive os mais distantes”, explicou Anderson Lima.

Segundo o secretário, “a Infovia permitirá a interligação dos órgãos públicos via Internet em todos os municípios, melhorando o acesso aos serviços públicos, além de tornar o ambiente de negócios mais favorável em todo o Estado”. A iniciativa, explicou ele, será realizada por meio de uma rede de fibras óticas em parceria com pequenos provedores de Internet do estado.

Já o projeto de reestruturação do Polo Moveleiro de Tarauacá abrange a construção de um galpão coletivo em concreto armado para a implantação de 20 marcenarias, uma estufa e uma área coberta para depósito de matéria prima. O objetivo é regularizar o funcionamento das marcenarias e movelarias do município, melhorar as condições de operação e fortalecer o setor com a geração de emprego e renda no município.

“Sei da importância da industrialização do estado e farei todas as ações políticas necessárias à concretização desses projetos para a geração de emprego e renda no Acre”, disse Alan Rick.

Continuar lendo

Cotidiano

Durante pandemia, Rio Branco já fez mais de 4 mil procedimentos médicos na zona rural

Publicado

em

Oito comunidades rurais receberam ação em saúde durante a pandemia do novo coronavírus na cidade de Rio Branco. Conforme dados coletados com o município, entre os dias 1° de julho e 8 de agosto, cerca de 1.000 pessoas foram atendidas e realizados 4.163 procedimentos médicos.

Os procedimentos médicos ofertados à comunidade rural neste período englobam: consulta de enfermagem, pré-natal, testes rápidos -HB, HC, SIFILIS, HIV- distribuição de medicamentos mediante receita, aferição de pressão arterial, e teste de glicemia capilar.

Além destas, outras atividades também foram realizadas. As comunidades atendidas são Cajazeira, Barro Alto, Moreno Maia, Ramal do Rodo, Ramal do Remansinho; Quixadá, Colibri; e Ramal do Riozinho.

Continuar lendo

Cotidiano

Governo diz que aumentou contratação de brigadistas contra queimadas na Amazônia

Publicado

em

Por

O Governo Federal autorizou e já iniciou a contratação de 3326 brigadistas pelo Ibama e pelo ICMBio esse ano, contra 2080 em 2016. São 1481 brigadistas contratados pelo Ibama e 1660 no ICMBio.

Este ano o Instituto Chico Mendes de Conservação da Biodiversidade (ICMBio) aumentou em 44% o número de brigadistas contratados para as unidades de conservação (UCs) federais em relação a 2016.

Em 2016, foram 1.152 contratações, sendo 960 brigadistas e 192 chefes de esquadrão, para atuarem em 83 unidades de conservação. Esse ano, saltou para 1.660 profissionais, sendo 1.445 brigadistas e 215 chefes de esquadrão, para trabalharem em 154 unidades.

A cobertura nas unidades de conservação subiu 85% nos últimos 5 anos. Em relação ao ano passado, são 507 brigadistas a mais neste ano.

Com as contratações, o ICMBio abastece as unidades de conservação federais de mão de obra qualificada, além de deixá-las aptas a executarem as ações de prevenção e combate aos incêndios. Os contratos temporários variam de 6 a 24 meses e as contratações são de pessoas da comunidade do entorno onde a unidade de conservação está inserida.

Pelo Ibama esse ano, são 1.481 brigadistas florestais para prevenir e combater incêndios florestais durante a seca, de junho a outubro, em 17 estados e no Distrito Federal. Em 2016, foram contratados 928 brigadistas, um aumento de 59%. No total, serão 77 brigadas sendo 41 brigadas em terras indígenas, 15 em assentamentos e três em comunidades quilombolas, além de 13 especializadas em diferentes biomas e cinco de acionamento imediato, prontas para atuar em qualquer lugar do país em até 24 horas.

Os brigadistas contratados pelo Ibama vão atuar nos estados do Acre, Amapá, Amazonas, Bahia, Ceará, Goiás, Maranhão, Mato Grosso, Mato Grosso do Sul, Minas Gerais, Pará, Pernambuco, Piauí, Rio de Janeiro, Rondônia, Roraima, Tocantins e no Distrito Federal.

Continuar lendo

Cotidiano

Reconhecimento internacional do Acre como zona livre de aftosa só em 2021

Publicado

em

O reconhecimento nacional do Acre como Zona Livre de Aftosa sem vacinação pelo Ministério da Agricultura e Pecuária é um dos passos para alcançar o reconhecimento internacional junto à Organização Mundial de Saúde Animal (OIE).

A expectativa é ter esse reconhecimento pela organização em maio de 2021, segundo o diretor do Departamento de Saúde Animal do Ministério da Agricultura, Geraldo Moraes.

A instrução normativa com o novo status do Acre –e Estados como Rio Grande do Sul, Rondônia, parte do Amazonas e Mato Grosso – foi publicada nesta sexta-feira (14) no Diário Oficial da União.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas