Conecte-se agora

Justiça sentencia Estado a contratar médico plantonista para hospital de Xapuri

Publicado

em

O juiz da Vara Única de Xapuri, Luis Gustavo Alcalde Pinto, deferiu, nesta segunda-feira, 16, pedido de tutela de urgência formulado pelo Ministério Público Estadual, por meio de Ação Civil Pública, para determinar que o Estado do Acre e a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) procedam a contratação de médico plantonista para atuar no hospital local, Dr. Epaminondas Jácome.

A medida proposta no início de novembro pela promotora substituta Bianca Bernardes de Moraes se baseou em relato do próprio gestor do hospital, João Honorato Cardoso, de que a unidade de saúde se encontrava há cerca de 3 meses com déficit nos plantões médicos semanais referentes aos dias de segundas e quartas-feiras, momentos em que o hospital ficava totalmente desguarnecida de profissionais da área.

Na ocasião em que os fatos foram noticiados, o hospital possuía em seus quadros apenas quatro médicos, contratados por diferentes modalidades, que se revezavam para suprir as necessidades da comunidade local, esforço que não se mostrava suficiente.

Por diversas oportunidades, nos últimos meses, a população xapuriense se manifestou nas redes sociais ou por meio da imprensa local e estadual para reclamar da precariedade do atendimento ocasionada por essa deficiência na unidade hospitalar do município.

No último dia 22 de outubro, ainda antes do ajuizamento da Ação Civil Pública pelo Ministério Público, o diretor João Cardoso informou que a Secretaria de Estado de Saúde, por meio do setor competente, já havia garantido a contratação de mais 4 médicos para Xapuri até o fim do mesmo mês, quantidade que seria suficiente para sanar o problema.

No início do mês de novembro, a reportagem do ac24horas procurou a direção do hospital para confirmar se o problema da falta de médicos havia sido resolvido, mas foi comunicada na portaria de que o gerente não nos receberia. Tentamos ainda falar com o diretor de Assistência à Saúde da Sesacre, Hilder Halley Oliveira Dias, mas também não fomos atendidos.

Na decisão desta segunda-feira, além de estabelecer o prazo de 15 dias para o cumprimento da ordem judicial, o juiz Luis Gustavo Alcalde fixou multa diária de R$ 500,00 (quinhentos reais), a ser revestida ao Fundo Nacional de Saúde (FNS), para o caso de desobediência, sem prejuízo de responsabilização criminal ou por ato de improbidade dos gestores a quem a lei atribui a responsabilidade pelo cumprimento da decisão.

Ainda nesta segunda-feira, 16, o ac24horas apurou junto a funcionários que a escala de médicos nos plantões do hospital está coberta. Segundo uma das fontes, a unidade está dispondo atualmente de 5 profissionais cobrindo o mês, sem que estejam sendo registrados vazios na disponibilidade de médicos no atendimento. Um dos diretores da unidade de saúde, Kaico Ferreira Roques, confirmou a informação dizendo que não há falta de médicos no hospital desde o fim do mês de outubro.

Consultado se tinha conhecimento de que a deficiência apontada pelo Ministério Público foi sanada pela Secretaria de Saúde, o juiz Luis Gustavo respondeu de maneira otimista. “Não. Mas se foi, ótimo para a sociedade e para o Estado, que vai poder comprovar o cumprimento da ordem judicial”, afirmou o magistrado.

Anúncios

Destaque 4

Produtor rural é executado a tiros em Manoel Urbano por supostos grileiros de Rondônia

Publicado

em

Um irmão e um sobrinho da vítima estão desaparecidos

O produtor rural Raimundo Nonato de Souza, de 27 anos, foi brutalmente assassinado por volta das 6 horas dessa sexta-feira, 14, em sua propriedade situada no Ramal do Purus, no km 17 do município de Manoel Urbano. Nonato era natural de Tarauacá e, segundo informações repassadas ao ac24horas, o produtor foi executado com um tiro nas costas e um tiro de espingarda grosso calibre no pescoço.

Os disparos foram realizados dentro da propriedade da vítima. De acordo com testemunhas, há fortes indícios de que a morte tenha envolvimento com grileiros e pistoleiros vindos de Rondônia.

Até o momento, um de seus irmãos, identificado como Pedro, de 35 anos e o seu sobrinho Pedrinho de 12 anos, que trabalhavam com a vítima na propriedade, estão desaparecidos.

Segundo informações, o suposto mandante do assassinato fugiu em um carro por volta das 7 da manhã, sentido Jaci-Paraná, com cinco pessoas dentro do carro. Ele estaria nas imediações da propriedade de Nonato acompanhado por cinco homens. O mandante, que não teve o seu nome revelado pelas testemunhas, teria tido um desentendimento com a vítima, e por isso tornou-se o principal suspeito no crime.

Continuar lendo

Destaque 4

Xapuri fecha semana mais difícil da pandemia com 122 novos casos e 4 mortes por Covid-19

Publicado

em

A equipe da Unidade de Referência para a Covid-19 em Xapuri, o Centro de Saúde Dr. Félix Bestene Neto, encerrou a semana de trabalho nesta sexta-feira, 14, pedindo dias mais calmos a partir da próxima segunda-feira, 17 – nos fins de semana o atendimento fica a cargo do hospital Dr. Epaminondas Jácome.

“Vence-se a sexta e a semana mais pesada e difícil de todas desde o início. A saúde, municipal e estadual, sofreu muito esses dias, quem se isolou e quem permaneceu na luta foram guerreiros. Que dias foram esses. Que o tempo venha com dias calmos”, postou o coordenador da unidade, o enfermeiro Francisco Andrade, em sua página no Facebook.

Foi o período de cinco dias mais difícil desde que a pandemia do novo coronavírus aportou no município, no dia 27 de abril passado. Apenas para se ter uma ideia da evolução da epidemia em Xapuri, naquela primeira semana foram registrados apenas nove casos e o número assustou a população.

A atualização do Boletim da Secretaria Municipal de Saúde (Semusa) desta sexta trouxe 22 novos casos confirmados e o registro de mais 2 mortes. No total da semana mais complexa da pandemia em Xapuri foram 122 novos casos, perfazendo 679, e 4 óbitos, totalizando 11 vidas perdidas para a covid-19 na cidade.

Os óbitos registrados nesta sexta-feira foram:

J.I.S, 80 anos, sexo masculino, admitido no hospital Epaminondas Jácome no dia 10/08/2020. Testado positivo para covid-19, foi a óbito na quinta-feira dia 13/08/2020 – o paciente tinha comorbidades preexistentes;

E.B.O, 41 anos, sexo masculino, deu entrada na UBS Dr. Félix Bestene Neto no dia 05/08/2020, sendo testado positivo para covid-19 e encaminhado para o hospital Epaminondas Jácome devido suas condições clínicas. Posteriormente foi transferido para o Hospital Regional de Brasiléia e um dia depois para uma UTI do Into, em Rio Branco, e foi a óbito nesta sexta-feira, dia 14/08/2020.

Coronavírus em Xapuri

Com os números atualizados, Xapuri chegou a 679 casos positivos de covid-19, com 645 pessoas monitoradas pelo serviço de saúde, 30 casos em análise, 445 altas médicas, 10 internações e 11 óbitos. 214 pacientes seguem com o vírus ativo, em isolamento e tratamento domiciliar. A média móvel de novos casos nos últimos 7 dias foi de 14 confirmações diárias.

Coronavírus no seringal

A relativa dificuldade de acesso à maioria dos seringais acreanos não está sendo obstáculo para a disseminação do novo coronavírus. Em Xapuri, os casos de covid-19 já chegaram a 30 localidades rurais, inclusive algumas das mais distantes da sede do município, como o seringal Espalha. O número de contaminações na zona rural do município soma 119, o que corresponde a 17% do total de 679 casos positivos.

Continuar lendo

Destaque 4

Vagner Sales poderá recorrer de decisão do TRE para convocar eleição em Cruzeiro do Sul

Publicado

em

O ex-deputado estadual e ex-prefeito de Cruzeiro do Sul, Vagner Sales, afirmou que está avaliando se vai recorrer da decisão do Tribunal Regional Eleitoral (TRE/AC), que determinou a posse na prefeitura de Cruzeiro do Sul do então presidente da Câmara Municipal, Clodoaldo Rodrigues. Sales poderá requerer eleição indireta, com os vereadores elegendo o novo prefeito. “Posso entrar na justiça sim, vai depender do Clodoaldo”, garantiu.

Depois que o pleno do TRE cassou o mandato de Ilderlei, a juíza relatora do caso, Mirla Regina, determinou a posse de Clodoaldo, que já afirmou que vai assumir a gestão municipal pelos próximos 4 meses. Vagner esperava que depois da cassação, o rito fosse da eleição indireta entre os vereadores. Como a bancada do MDB tem 7 dos 14 vereadores e o mais velho da Câmara, Vagner achou que o partido voltaria a dar as cartas no município. Ele comentou que o TRE “atropelou a lei”.

“O Tribunal Regional Eleitoral atropelou a lei. De acordo com a legislação eleitoral, se o mandato for cassado em definitivo a menos de 6 meses do término, a Câmara Municipal elege indiretamente o novo prefeito”, destacou Sales.

Quanto à possibilidade de trocar a candidatura a prefeito de Cruzeiro do Sul do filho Fagner, pela da filha, a deputada federal Jessica Sales, o Leão do Juruá nega essa possibilidade. “O MDB já tem candidato que é Fagner Sales, que está como primeiríssimo lugar, sem pesquisar a área rural. Mas o bom é que na minha família tem vários nomes pra concorrer nessa eleição e posso escolher um deles pra ser prefeito”, citou ele, que é casado com a deputada estadual Antônia Sales.

Continuar lendo

Destaque 4

Promotor diz que quem ajudou Ícaro a fugir e se esconder também vai responder por crime

Publicado

em

O promotor de Justiça Efrain Mendonza Filho, do Ministério Público do Estado do Acre (MPAC), que concordou com o pedido de prisão preventiva do fisioterapeuta Ícaro José da Silva Pinto, acusado de dirigir a BMW que matou uma mulher a caminho do trabalho, contou ao ac24horas que “não só aquele que colidiu com a motocicleta tem que responder pelo crime de homicídio, como também o outro condutor”.

A fala do promotor é em relação a suspeita de que o acidente teria sido provocado por um racha, supostamente praticado por Ícaro e o estudante Alan Araújo de Lima, o motorista que passou pela Avenida Antônio da Rocha Viana ao lado da BMW que matou Jonhliane Paiva, de 30 anos. Segundo o promotor, “os dois vão responder por homicídio doloso contra a vítima porque estavam fazendo racha e são autores do crime”.

Para Efrain, ambos os condutores cometeram o mesmo crime. “A diferença que há é que o carro que passou por cima de vítima e a jogou no ar foi do Ícaro. Não foi um acidente, mas sim um homicídio doloso, não se importaram com quem estavam na frente deles”, afirma.

O promotor conclui dizendo que “todos aqueles que ajudaram eles a fugir do local e a se esconder vão responder pelo crime de favorecimento pessoal”. Os dois condutores receberam pedido de prisão preventiva. Alan já compareceu à delegacia. O advogado de Ícaro, Sanderson Moura, diz que ele está vindo de Fortaleza para se entregar em Rio Branco.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas