Conecte-se agora

Friale alerta chegada de frente fria e diz que rio Acre poderá transbordar até o natal

Publicado

em

Em boletim especial na tarde desta terça-feira (17) o meteorologista, Davi Friale, informa que ocorrerá uma mudança de tempo nas próximas horas.

Segundo ele, o mau tempo que se aproxima é consequência da chegada de uma fraca frente fria e uma intensa incursão de ar úmido do Atlântico.

Friale destacou que já nesta quarta-feira (18) os acreanos sentirão essa mudança que deixará o tempo extremamente instável, com chuvas a qualquer momento desde as primeiras horas do dia. Em Rio Branco, Brasileia e cidades próximas, as chuvas devem começar já a partir desta terça-feira (17), principalmente durante a noite.

Friale relatou que a estimativa para os próximos três dias são de chuvas acumuladas entre 80 e 160mm na maior parte do Acre e das áreas próximas.

“O nível dos principais rios do Acre deverá subir muito nos próximos dias. Alguns rios, inclusive o rio Acre, poderão transbordar na semana do Natal. Em Rio Branco, o nível do rio Acre, às 14h desta terça-feira marcava 12m e continuava subindo. Nesta quarta-feira (18), seu nível deverá superar a marca de 12,2m registrada no último dia 19 de novembro”, afirmou.

Friale emitiu um alerta para população dizendo que pode ocorrer transtornos em decorrência do mau tempo.

“Rápida inundação de ruas, transbordamento de córregos e igarapés, queda de galhos e árvores e deslizamentos de terra”, alertou o meteorologista.

Propaganda

Cotidiano

Preso que engoliu celular pode passar por cirurgia para retirada do aparelho

Publicado

em

Um dos presos pegos com um celular no estômago durante revista por scanner corporal na Unidade Penitenciária Evaristo de Moraes, em Sena Madureira, passou a noite com o aparelho dentro do corpo e teve de ser transferido para Rio Branco. Nesta quinta-feira, 23, ele deve ser avaliado por uma equipe médica para decidir se ele deverá passar por cirurgia para retirada do aparelho.

Em entrevista ao G1 Acre, o diretor da unidade, Denis Araújo, explicou que o outro detento conseguiu expelir o aparelho através do vômito. A situação se torna inusitada porque geralmente os presos costumam envolver o celular em algum material, que facilita a remoção. Mas nestes dois casos, os aparelhos foram ingeridos sem nenhum tipo de proteção.

Para os agentes penais, os aparelhos conseguiram adentrar o presídio após serem jogados sobre os muros da unidade, localizada na região urbana da cidade. O reeducando que conseguiu “vomitar” o celular vai sofrer punição de dez dias e um procedimento administrativo vai ser instaurado para apurar o caso.

O outro que foi transferido para avaliação médica em Rio Branco ficará de sanção, ainda deve ser aberto uma sindicância e ele pode pegar até mais 20 dias de corretivo – onde fica isolado e perde o direito a visitas e banho de sol.

Com informações do G1/Acre

Continuar lendo

Cotidiano

Caminhoneiros e camponeses bloqueiam pontes e estradas que dão acesso à Cobija

Publicado

em

Nesta quarta-feira (22) um movimento de pequenos produtores de castanhas decidiram bloquear a ponte Wilson Pinheiro, que liga a cidade de Brasileia à Cobija, capital de Pando.

O motivo do bloqueio seria preço da lata de castanha que será reduzido por volta de 40%. A redução do preço irá afetar os pequenos produtores do país vizinho.

Segundo informações, o bloqueio começou devido a vários protesto no lado boliviano que vêm ocorrendo a mais de dez dias. De acordo com as informações, o movimento começou bloqueando alguns pontos de estradas no interior do estado de Pando e Riberalta.

Já no lado de Epitaciolândia, a ponte da Internacional que é o principal acesso de caminhões de grande porte, produtos alimentícios e outros, também está bloqueada, devido um impasse entre a categoria dos caminhoneiros dos dois países e, segundo eles, a causa é a burocracia boliviana

Quem também decidiu aderir ao movimento foi a categoria de transporte urbano por meios de vans, que está exigindo mais melhorias por parte do governo.

De acordo com informações, o acesso ao lado boliviano e brasileiro, ocorre somente a pé.

No lado do comércio boliviano, as compras reduziram devido o pouco fluxo de turistas que estão apreensivos, temendo uma radicalização total com o bloqueio total das pontes.

Com informações do Alto Acre

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

welcome image