Conecte-se agora

Em resposta à Folha, governo diz que “não precisa desmatar para desenvolver economia”

Publicado

em

Após uma reportagem do Grupo Folha publicada nessa segunda-feira, 16, afirmando que declarações de políticos antiambientalistas estariam contribuindo para o aumento da taxa de desmatamento – entre elas a de Gladson Cameli (Progressistas), o governo do Acre emitiu uma nota dizendo que “o Acre sabe que é no meio ambiente sustentável que o agronegócio se viabiliza”. O texto, enviado pela porta-voz do governador Gladson Cameli, afirma que “não existe agronegócio sem políticas ambientais estruturantes e as baixas emissões de carbono como caminho para o desenvolvimento”, afirma Mirla Miranda.

O estado diz que não detectou nenhum registro de operações para o combate ao desmatamento e queima ilegal no ano de 2018, o que gerou o referido percentual publicado na reportagem. “Lembrando que esta feita parte de um governo pautado na “florestaria”, um discurso vazio, que na prática só promoveu mais desmatamento e miséria às populações tradicionais, rurais e urbanas do Acre”, declara o governo Gladson referindo-se a gestões do Partido dos Trabalhadores.

A atual gestão do estado esclarece que a política ambiental de agora não somente respeita as leis, “bem como se comprometeu junto ao consórcio dos governos que compõem a Amazônia, ao assinar a Carta do Amapá, logo em sua criação”. Recentemente, o governo acreano assinou o termo de compromisso na COP25.

A nota ressalta que 80% das matas no Acre são intactas, e dos 20% permitido por lei, para que se dê oportunidades para agricultura familiar, agronegócio e a pecuária. “Ainda temos 5,5% de área não utilizadas, o que figura 1 milhão de hectares de terras para o desenvolvimento econômico do estado e de sua população, neste caso, notadamente rural”, diz o governo. “Assim, nosso estado não necessita do desmatamento para seu desenvolvimento econômico”.

O governo ainda pontua que os acreanos não podem aceitar que tornem o Acre e a população criminosos diante de questões ambientais. Questões estas que “muito antes de nosso governo, já estavam estabelecidas, mas sem gerar renda no campo e promoção de qualidade de vida para o povo acreano, que padecia sem uma política desenvolvimentista. Jamais perderemos nossas florestas”.

Dados do Instituto do Meio Ambiente do Acre levantados pela nota apontam que o governo autorizou pouco mais de 2,2 mil ha de supressão no Vale do Purus, Tarauacá e Envira e Rio Branco, abrangendo o percentual de 0000,81% da área de conversão de vegetação do Estado. “Isso equivale dizer que no Acre não houve “fracasso” e pela primeira vez na história, os órgãos de comando e controle atuam de forma rigorosa para combater a prática de crimes ambientais”, garante.

A Folha apresentou um estudo do Instituto Socioambiental (ISA) vinculando as declarações do governo Bolsonaro e do governador do Acre, Gladson Cameli, ao aumento na taxa de desmatamentos nas áreas citadas pelos dois. A reportagem lembrou o discurso de Cameli em Sena Madureira, no dia 31 de maio, quando o governador teria orientados os produtores a não pagar multa emitida pelo Imac (Instituto do Meio Ambiente do Acre). Segundo os dados, houve 2.574 alertas nos meses de junho e julho, 225% a mais do que os mesmos meses de 2018.

Anúncios

Destaque 3

Mega-Sena acumula e vai a R$ 11 milhões no próximo sorteio; veja números

Publicado

em

O prêmio de R$ 6,5 milhões do concurso 2287 da Mega-Sena acumulou.

Em sorteio realizado em São Paulo, ninguém acertou as seis dezenas (02—04-06-29-41-56) sorteadas pela Caixa. Por conta disso, o próximo sorteio terá uma premiação máxima de R$ 11 milhões.

45 apostas acertaram a quina, ganhando R$ 45.775,06 cada.

Também houve 3.261 bilhetes que acertaram a quadra. Eles embolsarão R$ 902,38.

Quando será o próximo sorteio da Mega-Sena?

O concurso 2288 está marcado para a próxima terça-feira (11). O evento começará a partir das 20h (horário de Brasília) e terá transmissão ao vivo pela internet, no canal oficial da Caixa no YouTube, e com possibilidade de exibição simultânea pela RedeTV! (o calendário oficial de loterias não informa mais com antecedência qual sorteio será exibido em TV aberta, sendo sempre um por dia).

Como faço para participar do próximo sorteio da Mega-Sena?

Você precisa fazer uma aposta de seis a 15 números nas lotéricas credenciais pela Caixa, ou no site especial de loterias do banco. Participam do próximo concurso todas as apostas registradas até 19h da terça-feira.

Quanto custa apostar na Mega-Sena?

Depende de quantos números você pretende colocar no jogo. A aposta mínima agora custa R$ 4,50, e você tem direito de escolher seis dezenas de 1 a 60. Se quiser colocar um número a mais para aumentar as chances de acerto, o preço do jogo sobe para R$ 31,50. No cenário mais caro, com 15 números no volante, a aposta chega a custar R$ 22.522,50.

Continuar lendo

Destaque 3

Mortes por Covid-19 cai 4% e consolida tendência de redução no Acre na fase amarela

Publicado

em

Vários Estados, entre eles o Acre, apresentaram desaceleração na média móvel de mortes por Covid-19 nesta sexta-feira (7). Conforme dados levantados pelo consórcio de imprensa, apenas cinco estados registraram movimento oposto, com escalada na variação dos últimos 14 dias. Os dados são do UOL.

Na média móvel das duas últimas, o número de mortes caiu 4% no Acre, taxa que recoloca o Estado na zona de queda ou estabilização da doença.

Depois de subir muito no fim de julho, a média móvel começou a cair no começo de agosto. A tendência se confirma mesmo que o Estado tenha avançado para a fase amarela do risco de Covid-19.

Continuar lendo

Destaque 3

Novos casos de Covid-19 baixam para 113 nesta sexta e mais 4 mortes são confirmadas

Publicado

em

O novo boletim divulgado pela secretaria Estadual de Saúde (Sesacre) nesta sexta-feira, 7, mostra que o Acre registrou nas últimas 24 horas um número de novas pessoas infectadas por Covid-19 menor do que o registrado ao longo dos últimos dias.

De ontem para hoje, foram confirmados 113 novos casos da doença, fazendo com que o número total de contaminados subam de 21.263 para 21.376 em todo o estado.

Já as mortes registradas nas últimas 24 horas foram de mais 4 pessoas vítimas da doença. Desta vez, todas as vítimas fatais são do sexo masculino, com idades entre 61 e 92 anos. Entre os novos óbitos, 2 são de Rio Branco , 1 de Feijó e 1 de Xapuri, fazendo com que o total de óbitos suba de 552 para 556 em todos os municípios.

Continuar lendo

Destaque 3

Polícia Civil faz operação no Acre e Rondônia contra grupo acusado de golpes milionários

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira, 07, a Delegacia de Repressão ao Crime Organizado, de Rondônia em parceria com agentes da polícia civil do Acre deflagraram a Operação “Faces da Liberdade. Eles deram cumprimento a oito mandados de busca e apreensão em residências e efetuaram oito prisões temporárias.

Os mandados foram cumpridos nos estados de Rondônia e Acre, nas cidades de Alta Floresta do Oeste, Ji-Paraná, Rio Branco (AC) e Assis Brasil (AC), e contou com o apoio da Polícia Civil do Acre e das Delegacias Regionais de Rolim de Moura e Ji-Paraná (RO).

Segundo informações, a associação criminosa consistia em um conluio entre funcionários do Banco do Brasil e falsificadores, que juntos agiam para subtração de dinheiro depositado em cifras milionárias de pessoas falecidas, lesando, assim, o espólio e o patrimônio dos herdeiros.

Os criminosos, em posse da documentação falsa, procuravam os empregados da agência bancária e faziam o saque das altas quantias. Os empregados davam cobertura à ação dos falsificadores e mediante o recebimento de propina deixavam de observar uma série de procedimentos de segurança exigidos pelo Banco do Brasil, aceitando a documentação como idônea.

Segundo a Delegacia Especializada foi possível identificar, até o momento, a subtração de saldo bancário de três contas correntes de pessoas falecidas, com valor total que ultrapassa os R$ R$ 9 milhões.

O nome da Operação remete a uma das obras publicadas por Affonso Arinos chamada “As Três Faces da Liberdade”. Affonso Arino era diplomata, político, professor e escritor e faleceu no dia 15 de março deste ano. Ele teve seu patrimônio lesado pela organização criminosa.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas