Conecte-se agora

“O Estado é o maior fornecedor de mão-de-obra para as facções”, diz juíza Luana Campos

Publicado

em

A juíza da Vara de Execuções Penais Luana Campos se contrapõe frontalmente ao argumento do aparelho de Segurança Pública do Estado que afirma ter controle de 100% dos presídios do interior e 80% na capital. Segundo ela, os presídios são dominados pelas facções. “Qualquer jovem que for preso pela primeira vez terá que escolher entre um pavilhão dominado por uma das facções. O Estado é o maior fornecedor de mão de obra para as facções”, disse aos jornalistas Luís Carlos Moreira Jorge e Astério Moreira no programa Boa Conversa.

Como qualquer cidadão, Luana Campos afirmou ter medo de andar nos bairros de Rio Branco. “Não vou no Calafate, Taquari e Cidade do Povo”, declarou, relatando o episódio em que duas de suas secretárias foram assaltadas quando foram organizar uma palestra. Para a juíza, que deixa a Vara de Execuções Penais no dia sete de janeiro, transferindo-se para a Vara do Tribunal do Júri, os cargos da área de Segurança Pública não deveriam ser indicações políticas. Afirmou ainda que apenas cumpre a lei quando garante aos presos direitos básicos como, por exemplo, permitir o uso de ventiladores nas celas. A Vara em que atua hoje tem mais de cinco mil processos; a que vai comandar pouco mais de 160. Veja a entrevista completa.

video

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Leia Também

Mais lidas