Conecte-se agora

Médicos denunciam que governo do Acre não pagou salário

Publicado

em

Os médicos que foram contratados recentemente por meio do último processo seletivo realizado pelo governo do estado não ficaram nada satisfeitos com o que caiu em suas contas.

A bronca, segundo um dos médicos contratados e que prefere não ter o nome divulgado, é que o valor do salário está abaixo do que especifica o edital.

“Esse processo seletivo já veio com ajuste nos nossos salários, mas esse ajuste não caiu na conta dos médicos. Até agora ninguém deu nenhuma explicação”, afirma.

Há relatos de profissionais que também não receberam o décimo terceiro salário proporcional como determina a lei.

O último processo seletivo realizado pelo governo do Acre contratou mais de 200 médicos de forma temporária para substituir os profissionais que eram contratados por meio de contratos emergenciais e que o término causou a falta de médicos em várias especialidades, atrasando cirurgias e atendimentos especializados.

O ac24horas procurou Carmem Sílvia Nogueira de Sousa, Chefe do RH da Secretaria Estadual de Saúde (Sesacre), que confirmou a informação. Afirmou ainda que o erro foi identificado e que os médicos vão receber a diferença já no próximo mês. “Quando os novos médicos ingressaram no sistema, a nova tabela de vencimentos não estava atualizada. O que vamos é agora no pagamento de dezembro pagar o valor correto e pagar também a diferença do que não foi recebido pelos profissionais no mês de novembro”, explicou.

Propaganda

Acre

Após críticas ao IAPEN, Renê Fontes é exonerado do governo Cameli

Publicado

em

O ex-candidato à deputado estadual pelo PTB, Renê Fontes, que conseguiu mais de 2 mil votos nas últimas eleições, não faz mais parte do time de Gladson Cameli, já que na edição desta segunda-feira, 27, do Diário Oficial, o governador acreano exonerou Renê do cargo de chefe de departamento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional (SEDUR).

Até agora, nem Renê Fontes, nem o governo deram explicações sobre a exoneração.

O ex-candidato que também é policial penal fez duras críticas na semana passada ao diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária, Lucas Gomes, ao afirmar em uma rede social que o gestor comprou uma briga desnecessária com o poder judiciário e que há uma insatisfação muito grande da categoria, entre outras acusações.

A exoneração foi assinada pelo deputado estadual Nicolau Júnior, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Acre e que ocupou a função de governador em exercício nas ausências de Gladson Cameli e Major Rocha, governador e vice, respectivamente.

Continuar lendo

Acre

Bandidos armados em moto fazem arrastão na estrada do Amapá

Publicado

em

O jornalista e pré-candidato a prefeitura de Rio Branco Rogério Wenceslau denunciou um arrastão ocorrido em plena manhã deste domingo, 26, na estrada do Amapá, em frente ao restaurante Manto Verde, na capital acreana. Wenceslau afirmou que dezenas de pessoas foram vítimas de dois bandidos, que estavam numa motocicleta.

“Uma situação muito desagradável agora pela manhã. A violência no Acre está fora de controle”, disse Rogério num vídeo publicado por ele nas redes sociais. O jornalista explica que estava saindo do local – onde estava a trabalho – quando os suspeitos passaram, um desceu da motocicleta e começou a render quem estava na estrada, local que fica bem em frente ao restaurante.

“As pessoas tiveram vários objetos roubados. Tinha gente lá fora [do restaurante], tinha ciclistas. Eles desceram da moto já com a arma na calça anunciando o assalto”. O jornalista conta que teve de entregar seu celular e outro equipamento de gravação de vídeo. “De outras pessoas eles pegaram relógio, carteira também”.

Os criminosos ainda fecharam uma caminhonete que ia passando pela estrada e abordaram as pessoas que estavam no carro. Tudo isso por volta das 10 horas da manhã de hoje.

Wenceslau aproveitou para destacar que a estrada é movimentada e mesmo assim “o governo do Acre não conseguiu dar resposta à falta de segurança. As pessoas que se propuseram a atuar na segurança fracassaram”, disparou.

Ele diz que estava com a esposa no momento do ocorrido, que teve de se esconder dentro do carro para não ser vítima do arrastão. “Chegou a minha vez, assim como milhares de acreanos também foram vítimas”.

Após o arrastão, Rogério foi até a Delegacia de Flagrantes registrar um Boletim de Ocorrências. “Sei que a possibilidade de ter o meu equipamento recuperado é muito remota”. Cerca de uma hora depois de ser assaltado, o jornalista recebeu a informação de que os bandidos continuavam no local fazendo mais vítimas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas