Conecte-se agora

Labrador trajado de LGBT anima público na Parada Gay

Publicado

em

O dócil Damião, cachorro da raça Labrador, já participa da tradicional Parada do Orgulho LGBT em Rio Branco há três anos. Sempre acompanhado de seu dono – o comerciante Cosmo Pereira, atrai atenção do público com sua vestimenta a caráter, nas cores da bandeira LGBT.

O dono do cachorro diz que a ideia de levá-lo para a festa é de socializar e compartilhar o respeito ao próximo, “seja qual for sua opção sexual”, diz o comerciante, que se diz simpatizante do movimento: “o importante é respeitar o movimento, mesmo não fazendo parte da comunidade”, afirma.

Propaganda

Acre

Aparelho usado para radioterapia deve voltar a funcionar no Acre

Publicado

em

A Unidade de Assistência de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), o Hospital de Câncer do Acre, deverá receber algumas intervenções para melhorar os serviços oferecidos no estado. É o que garante a secretaria de Saúde após uma visita do secretário da Casa Civil, José Ribamar Trindade, e do secretário Alysson Bestene à unidade, feita nesta quarta-feira (22).

De acordo com o governo, o acelerador linear, equipamento usado para o tratamento de pessoas com câncer, estava parado há mais de um ano, mas em pouco tempo deverá estar funcionando. Até então, os pacientes que precisam fazer radioterapia precisavam viajar para outros estados para cumprir o tratamento.

O Acre foi contemplado pelo Ministério da Saúde com um dos 80 aceleradores enviados pelo país, que não estava em funcionamento porque as adequações no controle de umidade da sala não tinham sido feitas.

Os exames do acelerador linear, que vão permitir que sejam feitas as radioterapias no estado, serão retomados a partir do final de fevereiro, e as cirurgias na Fundhacre também devem ser impulsionadas, passando dos atuais 16 procedimentos cirúrgicos diários para até 30.

Fonte: Agência de Notícias do Acre

Continuar lendo

Acre

Subcomandante diz que sargento não deveria discutir assuntos da Polícia Militar nas redes sociais

Publicado

em

Na hierarquia militar é comum se ouvir dizer que acontece muito em algumas ocasiões, situações parecidas com a frase: “faça o que eu digo, mas não faça o que eu faço”.

Parece que a frase se aplica bem ao caso do sargento Ruberval Magalhães, que relatou em uma rede social que não havia combustível para abastecer as viaturas policiais. O fato foi, inclusive, confirmado pelo próprio Comando da Polícia Militar que disse que a falta de abastecimento foi provocado problemas de estoque nos postos de combustíveis que atendem a Polícia Militar.

Mesmo não estando faltando com a verdade, o ac24horas antecipou que o sargento pode sofrer um processo administrativo.

O curioso é que o fato foi confirmado pelo próprio subcomandante da Polícia Militar do Acre, coronel Luciano Dias Fonseca, que alegou que assuntos internos devem ser tratados dentro do sigilo profissional e da ética militar. Portanto, serão adotadas as medidas administrativas devidas contra o sargento.

Agora vem um fato ainda mais curioso. Essa declaração do subcomandante não foi transcrita de um ofício ou outro documento interno da PM, mas do facebook. Isso mesmo, assim como o sargento usou a rede social para mostrar que não havia combustível, o coronel, que afirma que os assuntos devem ser tratados de forma sigilosa, também usou a rede social para avisar à Ruberval que ele sofrerá medidas administrativas.

E agora, o subcomandante também vai ser punido por levar assuntos internos da PM para a rede social?

 

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas