Conecte-se agora

Amamentando, mãe leva filho à Parada gay para incentivar respeito e tolerância

Publicado

em

Nicolas tem apenas 9 meses de vida, mas já convive em meio ao respeito e à tolerância com apoio da própria família. A mãe, a jovem estudante Hanna Laura, de 19 anos, foi incentivada pela irmã a levar o pequeno para a Parada Gay neste domingo (15), na capital acreana.

É a primeira vez que ela participa da Parada do Orgulho LGBT e diz que “é importante ensinar às crianças desde cedo que todos somos iguais”. Hanna foi para festa acompanhada de boa parte da família, entre irmãs e também amigos.

Agnes Cristine é tia do bebê e reforça a ideia de inserir a criança num mundo sem preconceitos. “É totalmente importante mostrar, principalmente para as crianças, que todos devem ser respeitados, independente da escolha sexual”.

As irmãs têm um primo transexual e destacam a relevância do movimento para com o progresso das causas LGBT.

Anúncios

Acre 01

Acre registra mais 89 casos e duas mortes em decorrência da Covid-19 neste domingo

Publicado

em

Em boletim parcial, a Secretaria de Estado de Saúde do Acre, por meio do Departamento de Vigilância em Saúde, registrou mais 89 novos casos de contaminação pelo novo coronavírus no Acre, neste domingo (09).

O número de infectados pela Covid-19 saltou de 21.498 para 21.587, nas últimas 24 horas. Mais duas mortes foram registradas, 2 do sexo masculino com idades entre 59 e 75 anos, sendo 1 de Rio Branco e 1 do Bujari, fazendo com que o total de óbitos suba de 559 para 561 em todo o estado.

De acordo com o último boletim o total de óbitos subiu de 559 para 561 em todo o estado. Mais informações no boletim completo, após às 16 horas.

Continuar lendo

Acre 01

Tião Fonseca é solto, após ser acusado de desvio de recursos públicos no Depasa

Publicado

em

O ex-diretor presidente do Departamento Estadual de Água e Saneamento (Depasa) Tião Fonseca foi solto nesta sexta-feira, 7, após ser preso durante a Operação ‘Toque de Caixa’, da Polícia Civil, deflagrada na última segunda, 3, em Rio Branco.

As investigações da Polícia Civil duraram cerca de dois meses e apontam que Fonseca é suspeito de beneficiar a empresa de Delba, sua esposa, a Bucar Engenharia, com um contrato que desviou verba pública. De acordo com a polícia, o montante desviado seria de pelo menos meio milhão de reais.

A Operação Toque de Caixa foi deflagrada, pela Polícia Civil, que constatou que a empresa ligada aos ex-gestores do Depasa, TIão Fonseca, ex-diretor presidente, e Edson Siqueira, ex-diretor financeiro, era beneficiada com o pagamento irregular no desvio de verbas públicas que chegou ao montante de R$ 500 mil.

A soltura de Tião Fonsecca foi confirmada pelo advogado Gelson Neto, que acompanhou os procedimentos de soltura tanto de Fonseca quanto da mulher dele, Delba Bucar. “Ele já está em casa. Ele cumpriu a prisão temporária e foi liberado ontem [sexta]”, informou.

Em relação a esposa de Tião, Delba Bucar, a informação é de que a prisão temporária dela foi convertida em domiciliar e ela está em casa desde a quinta-feira (06).

Os dois foram presos na segunda, quando foram cumpridos quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão temporária. A polícia apreendeu materiais, mídia, documentos, tanto na casa dos alvos como também na sede do Depasa.

Após a deflagração da Operação, o Ministério Público do Acre (MPE/AC) instaurou inquérito civil para aprofundar as investigações sobre o desvio de recursos públicos no Depasa. O MP informou que as investigações vão focar em um contrato feito entre o Depasa e a empresa Bucar Engenharia, que tem como sócia Delba Nunes Bucar, esposa do ex- diretor da autarquia, Sebastião Fonseca.

Continuar lendo

Acre 01

Goleiro acreano Weverton pega dois pênaltis e Palmeiras é Campeão Paulista 2020

Publicado

em

Em uma final emocionante e com destaque para um acreano, o Palmeiras conquistou na tarde deste sábado, 8, o Campeonato Paulista 2020.

O jogo do título foi de matar o torcedor do coração. O Palmeiras vencia até os 50 minutos do segundo tempo, quando o Corinthians empatou. Com a igualdade no placar, a decisão foi para os pênaltis.

E foi nas penalidades máximas que mais uma vez Weverton, goleiro nascido em Rio Branco e revelado pelo Atlético Clube Juventus, se consagrou mais uma vez. Ao pegar os pênaltis cobrados por Michel e Cantillo, o Palmeiras conquista o título e Weverton levanta mais um troféu em sua vitoriosa carreira.

O goleiro acreano, de 32 anos, é hoje considerado um dos melhores do país em sua posição. Não é à toa que constantemente é convocado para a Seleção Brasileira. Em seu currículo, Weverton tem a medalha de ouro das Olimpíadas de 2016, foi campeão brasileiro em 2018 pelo próprio Palmeiras, além de ter sido campeão paranaense e também tem o título da série B pela Portuguesa em 2011.

No ano de 2018 ganhou o reconhecido troféu Bola de Prata como o melhor goleiro do país na temporada.

Continuar lendo

Acre 01

Promotor diz que quem mata usando um carro não difere daquele que usa uma faca ou arma

Publicado

em

O promotor Efrain Henrique Mendoza, titular da 6º Promotoria Criminal da 2º Vara do Tribunal do Júri de Rio Branco, responsável por acompanhar o caso envolvendo o acidente que vitimou a jovem Jonhliane Paiva de Souza, 30 anos, afirmou neste sábado, 8, ao ac24horas que ‘quem mata usando um carro” não difere daquele que usa uma faca ou arma de fogo, em clara referência a situação do condutor responsável pela morte, o fisioterapeuta José Icaro Pinto, de 33 nos.

“Quem mata usando um carro, dirigindo em alta velocidade, totalmente incompatível com a via, fazendo racha ou não, alcoolizado ou não, não difere daquele que usa uma faca ou uma arma de fogo, o verbo é o mesmo, matar alguém, o que muda é meio de execução”, defendeu o promotor.

O Inquérito investigatório ainda está nas mãos do delegado Alex Danny, 1º Regional da Polícia Civil. A princípio o motorista Ícaro Teixeira vai responder em liberdade até a conclusão das oitivas, mas tão logo seja concluído a investigação o Ministério Público Estadual (MPE) poderá pedir a prisão preventiva por crime doloso quando há intenção de matar.

Em depoimento na sexta-feira, 08, na Delegacia da 1º Regional, Ìcaro decidiu permanecer em silêncio. O delegado Alex Danny afirmou que Ícaro deverá responder por crime doloso quando há intenção de matar.

“O Ícaro se apresentou com os advogados e manifestou o direito de permanecer em silêncio, porém o fato dele ter ficado em silêncio não trouxe prejuízos. Por outra via, a partir das imagens e elementos de informações que nós já temos juntados ao inquérito policial fica muito claro a participação dele no evento morte da Jonhliane, que seguia no trânsito normalmente com o seu veículo para o seu local de trabalho”, pontuou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas