Conecte-se agora

Primeiro viaduto da Capital irá ligar Avenida Ceará com a Via Verde

Publicado

em

O que era apenas um sonho do morador de Rio Branco, agora já está mais perto de se tornar uma realidade. O primeiro viaduto de grande porte do estado será construído na capita acreana, mais precisamente na Avenida Ceará. A construção, conforme divulgação da maquete eletrônica da obra, irá ligar a Avenida Ceará, nas proximidades da AABB, com a Via Verde.

O deputado federal Alan Rick (DEM) é quem garantiu os recursos de R$ 20 milhões para o início do projeto, que deve começar a sair do papel em 2020. O parlamentar garante que continuará ajudando com suas emendas até 2023.

No total, o custo da obra será de R$ 80 milhões. Rick esteve com o superintendente da Superintendência do Desenvolvimento da Amazônia (Sudam), Paulo Correia, para tratar da parceria com o estado do Acre na alocação dos recursos dos parlamentares pra o desenvolvimento regional.

“É um dos maiores marcos de infraestrutura urbana e mobilidade na capital. São R$ 20 milhões para construção de uma nova interligação da Avenida Ceará com a Via Verde” explicou o deputado.

A escolha do local que receberá o viaduto se deu tamanho o engarrafamento que atinge a região, principalmente em horário de pico. “A Sudam já me ajudou com mais de R$ 30 milhões em investimentos no Acre, ela tem sido parceria de nosso mandato”, disse Alan Rick.

Correia agradeceu a visita do deputado e destacou o sonho dos acreanos. “Realmente é um sonho para os acreanos ter um viaduto na capital. Graças ao seu trabalho conseguiu esse recurso, e junto com o governo vai tornar esse sonho uma realidade”, pontuou o superintendente da Sudam.

O primeiro viaduto de grande porte de Rio Branco promete desafogar o trânsito na região da Avenida Ceará e transformar a mobilidade urbana da capital acreana. Segundo o parlamentar, o governo Gladson Cameli também é parceiro da obra.

Propaganda

Destaque 5

Golpistas anunciam venda de vagas residuais da Ufac na internet

Publicado

em

Desde a semana passada um anúncio de origem, até então, desconhecida circula por meio das redes sociais informando supostas vendas de vagas residuais na Universidade Federal do Acre (Ufac). O informe destaca preços cobrados para quatro cursos: Nutrição, Jornalismo, Medicina e Engenharia Civil, cada um com um preço distinto e até com possibilidade de parcelamento.

O número que começou a divulgar a informação possui DDD de outro estado. Temendo que pessoas pudessem se atrair, o Diretório Central dos Estudantes (DCE) da instituição procurou a Pró-reitora de graduação e recebeu a confirmação de que o caso se trata de um golpe.

“Não existe esse edital, não existe essa cobrança, não sabemos de onde partiu. Inclusive algumas pessoas da Ufac já estão perguntando”, afirma o presidente do DCE na Ufac, Richard Brilhante.

Procurada pelo ac24horas, a professora responsável pela Pró-Reitoria de graduação disse que a orientação é que as pessoas, ao verem esse tipo de publicação, denunciem imediatamente, uma vez que a Ufac não faz esse tipo de cobrança. “Com certeza se trata de um golpe. A única coisa a se fazer é denunciar para a Polícia Federal”, diz Ednaceli Damasceno, responsável pelos editais de residuais.

Esta não é a primeira vez que a Ufac se torna alvo desse tipo de publicação. “Sempre surge algum tipo de tentativa de ganho em cima dos processos da universidade por estelionatários alheios a universidade. No ano passado denunciamos a PF um caso de uma pessoa que cobrava por supostas vagas de estágio e enganava jovens”, destaca Brilhante.

Vagas residuais fazem parte de um processo seletivo destinado a alunos da própria Ufac, alunos de outras instituições de ensino superior e aos portadores de diploma de nível superior que queiram fazer um curso de graduação na Ufac. Porém, o processo só ocorre a partir da publicação de um Edital específico no qual constam todos os procedimentos, como os relativos às inscrições.

Continuar lendo

Destaque 5

Vídeo mostra momento exato em que caminhão manobra e bate em hélice de helicóptero

Publicado

em

O helicóptero Harpia 1, mais conhecido como “Estrelão”, se envolveu em um acidente quando levantava vôo, na manhã deste sábado (18) próximo ao Posto Correntão, no Segundo Distrito, em Rio Branco.

O acidente ocorreu no momento em que um caminhão invadiu área de segurança e bateu na hélice da aeronave quando levantava vôo para realizar uma operação no Belo Jardim. Segundo o Corpo de Bombeiros, apenas um tripulante da aeronave sofreu ferimentos leves e passa bem.

Em contato com o Major Falcão, do Corpo de Bombeiros do Acre, o militar relatou que o helicóptero estava em procedimento de decolagem. No caminhão tinha três passageiros, mas segundo ele, nenhum se feriu . Os envolvidos no acidente receberam atenção médica e prestaram esclarecimento às autoridades responsáveis.

“O veículo acabou invadindo área de segurança e veio a colidir com a hélice do helicóptero. Houve danos no caminhão e no helicóptero, já está tudo sob controle e a Polícia Civil e a Militar está no local”, afirmou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas