Conecte-se agora

Brasília tem os melhores colocados na Olimpíada de Matemática de 2019

Publicado

em

O estado Ceará é o primeiro lugar da região nordestina

Diferentemente dos anos anteriores da aplicação da Olimpíada Brasileira de Matemática das Escolas Públicas (OBMEP), em que os estudantes com melhor desempenho se concentraram entre as regiões Sul e Sudeste do Brasil, a edição de 2019 destacou a capital federal entre os melhores ensinos da disciplina em todo país. 

De acordo com o resultado do exame, divulgado no site oficial da OBMEP, os primeiros colocados com medalha de ouro são de Brasília – sendo os três primeiros alunos oriundos de Colégio Militar. Representando o Nordeste, em quarto lugar, logo após o trio Brasiliense, está o Ceará. 

Natural da cidade de Cocal dos Alves (Piauí), o estudante do 7º ano do ensino fundamental, Iago de Brito Vieira, 12 anos, participou a olimpíada pela segunda vez. Em sua primeira participação, ainda no 6º ano, foi premiado com a medalha de prata e, desta vez, terá direito a medalha de ouro, estando entre os trinta melhores colocados do país. 

Emocionado, Iago conta a sensação de ser medalhista por dois anos consecutivos: “Fiquei muito feliz e ainda mais animado do que o ano passado”, afirma, falando sobre a preparação para edição de 2019. Iago está entre os 15 alunos nordestinos dentre os cinquenta alunos premiados com a medalha de ouro. Além do Piauí, aparecem no ranking os estados da Bahia, Ceará, Pernambuco, Piauí e Alagoas.

 “Eu estudo em uma escola de tempo integral que me ajudou bastante. Durante o ano eu respondi questões de provas anteriores, contei com o apoio dos professores, participei de aulas intensivas às terças e quintas-feiras à noite e também aos sábados”, explica o estudante que obteve 94% de acertos na prova.

Aplicada pela primeira vez no ano de 2005, com o intuito de incentivar o estudo das ciências exatas na educação básica do país, a OBMEP foi criada tendo como principais pilares: a promoção do estudo da matemática, melhoria das condições educacionais na educação básica, além da qualificação dos professores que atuam diretamente na educação da rede pública de ensino do país. A avaliação é desenvolvida, principalmente, por alunos do 6º ano do Ensino Fundamental até último ano do Ensino Médio. 

Fonte: Agência Educa Mais Brasil 

 

Anúncios

Destaque 4

Justiça anula deportação de 18 migrantes acampados na ponte entre Assis Brasil e Peru

Publicado

em

O juiz Jair Facundes, da 3ª Vara da Justiça Federal do Acre, acatou o pedido da Defensoria Pública da União (DPU) e anulou a deportação sumária de 18 estrangeiros que ingressaram no Brasil pelo Peru no último dia 4 de agosto.

Segundo narrou a DPU, um grupo formado por 12 venezuelanos, 5 colombianos e 1 cubano, dos quais 8 são crianças ou adolescentes entrou em território brasileiro atravessando o Rio Acre na divisa com o Peru, depois de trilhar vários quilômetros por dia sob sol, chuva e frio. Ao ingressarem no Brasil, os estrangeiros não se submeteram ao controle migratório.

Por conta disso, e após ser constatada a situação pela Polícia Federal foram ouvidos e posteriormente deportados com base em portaria Interministerial que restringiu a entrada de estrangeiros no Brasil devido à pandemia do coronavírus.

Em cumprimento à medida, foram levados à ponte da divisa entre Assis Brasil e Iñapari, no Peru, onde permanecem, uma vez que o país vizinho não permitiu seu reingresso.

“Por se tratar de fato público e notório, desnecessária maior digressão sobre as graves violações das liberdades praticadas na Venezuela, país de origem da maioria dos integrantes do grupo. Esse contexto fático revela que os autores tentavam fugir de condições de vida pretéritas opressivas e insustentáveis, buscando no Brasil um futuro melhor, com maior liberdade e bem-estar”, observa Facundes em sua peça.

“Com essas razões, defiro parcialmente a tutela de urgência para suspender os atos de deportação, repatriação ou outra medida compulsória de saída dos autores, bem como assegurar-lhes o direito de requererem administrativamente o reconhecimento da condição de refugiado, sem prejuízo de reexame em final sentença”, conclui.

Essa decisão não exclui todas as medidas sanitárias necessárias à contenção da Covid-19.

 

Continuar lendo

Acre

Assuero alega que aterramento de geoglifos foi culpa de tratorista

Publicado

em

FOTO: REPRODUÇÃO/REDE SOCIAL

O atual proprietário da Fazenda Crixá, o pecuarista Assuero Veronez, lamentou em entrevista ao jornalista Altino Machado nesta quinta-feira, 06, o aterramento da área de terra de geoglifos. Ele afirmou que teria instruído o tratorista da existência do sítio arqueológico, mas, ao executar o trabalho, o mesmo findou não “observando os cuidados necessários” e aterrou as valas dos geoglifos quando realizava serviço de terraplanagem no solo para o cultivo agrícola.

“Eu, sinceramente, não sei como resolver isso. Vou aguardar as orientações do Iphan para ver o que pode ser feito para mitigar os danos. Além disso, o sítio arqueológico é semelhante a centenas de outros existentes na região. Se existem centenas de geoglifos semelhantes, no meu entendimento a gravidade do fato tem uma importância relativa…”, defendeu.

Assuero Veronez, que é presidente da Federação de Agricultura do Estado do Acre, disse estar ciente da possibilidade de ter sua propriedade embargada, porém alega que tal medida não irá contribuir para resolução do problema.

De acordo com relatório do Instituto do Patrimônio Histórico e Artístico Nacional (Iphan), o sítio arqueológico situado na Fazenda Crichá teria sido impactado pelo plantio de milho, “sendo possível, também, notar sinais de colheita recente com uso de maquinário”.

O Iphan destaca ainda que em nenhum momento houve registro de qualquer consulta prévia por parte de Assuero para execução do plantio, o que implica numa situação irregular do ponto de vista da Lei Lei Nº 3.924 /61 que proíbe, em todo o território nacional, o aproveitamento econômico, a destruição ou mutilação, para qualquer fim, das jazidas arqueológicas ou pré-históricas. Essas e outras informações constam em relatório minucioso encaminhado ao Ministério Público Federal (MPF) para adoção das medidas cabíveis.

Com informações de Altino Machado

Continuar lendo

Cidades

Cruzeiro do Sul inicia campanha do Agosto Dourado, mês de conscientização a amamentação

Publicado

em

A campanha dura o mês todo, com ações que incentivam o aleitamento materno

Muitas doenças crônicas, alergias ou alterações orgânicas podem ser evitadas ou terem os riscos reduzidos graças ao aleitamento materno. Por isso, a prefeitura de Cruzeiro do Sul, através da Secretaria de Saúde adotou a campanha Agosto Dourado, realizada pra incentivar este ato de amor.

Oficialmente lançado em 2017, o Agosto Dourado foi criado pela Sociedade Brasileira de Pediatria (SBP). O dia 01 de Agosto é considerado o Dia Nacional de Amamentação.

Devido a pandemia causado pelo Covid-19, durante todo o mês de agosto serão realizados encontros agendados, por idade com limite de crianças. Unidades de Saúde que não são Sentinelas estarão empenhadas com a campanha, como frisou a secretária de saúde Juliana Pereira.

“Esse mês é tão importante para a mãe quanto para a criança, a amamentação é um alimento gratuito, mas que é uma vacina contra muitas doenças, então convidamos todas as mães a realizar esse ato com amor. Devido isso nossas Unidades de Saúde e equipes estão intensificando suas ações”, destacou ela.

Muitas atividades serão desenvolvidas durante a campanha, como a atualização vacinal com a vitamina A, pesagem e medicação, avaliação do estado nutricional, exame físico e consulta médica, caso seja necessária.

Um dos principais objetivos da campanha é incentivar as mães sobre a importância do ato, mostrando que o leite materno é uma forma de proteção, aumentando a imunidade da criança, tendo também ligação com o meio ambiente e com as mudanças climáticas. “Queremos informar as pessoas sobre a ligação da amamentação e o ambiente, estamos nos baseando na Agenda 2030 que frisa o desenvolvimento sustentável, esperamos que esse mês seja positivo”, finalizou a coordenadora da saúde da mulher, Renata Barbosa.

Continuar lendo

Cotidiano

Polícia de Xapuri captura suspeito de matar produtor rural morto com tiro na cabeça

Publicado

em

Terminou na tarde desta quinta-feira, 6, a perseguição da polícia de Xapuri ao acusado de matar, com um tiro de rifle na cabeça, o produtor rural Fábio Júnior Flores de Andrade, de 36 anos.

Moisés Evangelista de Brito, de 22 anos, foi localizado em uma propriedade localizada no seringal Floresta, Reserva Extrativista Chico Mendes. Segundo as informações, ele não reagiu ao cerco da polícia.

Durante a prisão, efetuada ainda no prazo do flagrante, não foi encontrada nenhuma arma com o foragido. Segundo as informações que a polícia obteve, ele estava armado com dois rifles, tendo abandonado um deles no dia anterior – exatamente o que foi usado para a prática do crime.

O assassinato aconteceu na manhã da última quarta-feira, 5, na colocação União, no seringal Nazaré. A suspeita principal da polícia é de que ele matou o trabalhador para roubar uma motocicleta e um rifle.

O fato ocorreu depois de o acusado ter fugido da polícia após haver disparado um tiro contra a sua ex-mulher, na noite anterior. Fábio Júnior foi surpreendido quando estava deitado em uma rede.

Moisés já tem passagem pela polícia por tentativa de homicídio. No dia 14 de dezembro do ano passado, ele esfaqueou Jonas Lima de Souza, de 18 anos, deixando-o com as vísceras expostas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas