Conecte-se agora

Novos Conselheiros Tutelares são diplomados no município de Epitaciolândia

Publicado

em

O Conselho Municipal dos Direitos da Criança e do Adolescente (CMDCA) de Epitaciolândia já realizou a diplomação dos novos Conselheiros Tutelares do município, eleitos no processo eleitoral realizado no último dia 6 de outubro.

O Evento aconteceu nesta terça-feira, 10, na plenária da Câmara de Vereadores e contou com as presenças do prefeito Tião Flores, do presidente do CMDCA, João Pereira da Silva, vereadores, conselheiros, suplentes eleitos, convidados e familiares.

O presidente João Pereira da Silva deu as boas-vindas aos novos conselheiros e destacou que a partir de janeiro há muito trabalho a ser realizado.

“Espero que vocês consigam fazer a diferença na vida de cada criança e adolescente que precisar do apoio do Conselho Tutelar. Os candidatos tiveram a oportunidade de realizarem as campanhas, tudo de forma muito pública. O mérito é todo dos candidatos eleitos”, afirmou.

Queila da Silva Oliveira foi a candidata mais votada em Epitaciolândia, com 189 votos. A nova conselheira falou sobre a expectativa para o início dos trabalhos em 2020.

“Estou com muita disposição e sei que haverá muito trabalho. Com o apoio dos demais conselheiros, das autoridades e da população, tenho a certeza de que realizaremos um bom trabalho. Precisamos cuidar melhor das crianças e adolescentes que são submetidos aos mais diversos tipos de desrespeito e abusos”, destacou.

O prefeito Tião Flores (PP) ressaltou a maneira democrática como ocorreram as eleições, sem a interferência dos poderes públicos.

“Quero parabenizar a todos os eleitos, pois foram escolhidos pelos seus méritos, e hoje assumem uma missão que será árdua, mas que valerá a pena, pois estão lutando por nossas crianças e adolescentes”.

Os novos Conselheiros Tutelares para o quadriênio 2020/2024 no município de Epitaciolândia são:

Titulares:

Queila Oliveira da Silva

Marilza Lima Cardoso

Deina Mônica Jerônimo de Holanda

Elton Jhon da Silva Souza

Maria Islene Mendes Venâncio

Suplentes:

Gecileidi da Conceição de Oliveira

Raimundo de Oliveira

Liliane Viana Cavalcante

Hérica da Silva Vieira

Edimar Ferreira de Souza

Anúncios

Cidades

Saúde de Sena Madureira testou mais de 300 moradores na campanha Julho Amarelo

Publicado

em

A campanha do Julho Amarelo, ocorrida em prol da prevenção e tratamento de hepatites virais em Sena Madureira, encerrou com sucesso atingindo o público-alvo e realizando testes rápidos. Houve blitz em barreiras, distribuição de panfletos, álcool em gel, preservativos, entre outras ações. A secretaria municipal de saúde destacou que, mesmo diante de uma pandemia, os moradores não podem se descuidar das outras doenças.

“As hepatites virais, infelizmente, estão presentes em nossa região e temos que fazer esse combate, a prevenção e o tratamento”, explica a gestora da pasta, Nildete Lira. Segundo a secretária, a campanha atuou em locais estratégicos, atendendo empresas, órgãos públicos, comércio. “Foi uma ação bem intensificada. Tomamos todo o cuidado, estabelecido pela Organização Mundial de Saúde (OMS) evitando aglomeração, mantendo distanciamento e higienização das mãos”.

A campanha deu certo e a secretaria agradeceu o empenho da equipe de vigilância em saúde. “O mês de julho foi de grande proveito, conseguimos passar por várias instituições privadas e públicas, alcançamos nosso público-alvo, policiais militares e civis, bombeiros, trabalhadores do ramo moveleiros, que são trabalhadores braçais que vivem distante da cidade e não têm tanta oportunidade de ir às unidades de saúde. Atendemos também profissionais da secretaria municipal de serviços urbanos (Semsur)”, diz a coordenadora de saúde Wendy Carolina.

Carolina ressalta que foram feitos testes rápidos, distribuição de kits de higiene, máscaras, preservativos, e panfletos com orientações de prevenção. “Queremos prevenir a doença antes de ela contaminar as pessoas. Porém, no caso de a pessoa já estar contaminada, também atendemos na Atenção Primária de Saúde. Testamos 140 trabalhadores e 560 testes, alcançamos a zona rural, na comunidade Cazumbá/Iracema, no Rio Caeté, onde mais de 200 testes foram feitos”, afirma.

A secretaria de saúde vê a ação como um grande alcance por, em plena pandemia, conseguir tamanha abrangência da campanha Julho Amarelo. “Foram feitas ainda algumas notificações de Hepatite B, C e sífilis. Agora, vamos procurar seguir com o tratamento dessas pessoas para que elas possam viver melhor”, conclui a coordenadora.

Continuar lendo

Cidades

Prefeitura de Brasiléia retira site oficial e redes sociais do ar a partir do dia 14 de agosto

Publicado

em

Visando atender as medidas da legislação eleitoral, a prefeitura de Brasiléia irá retirar do ar, a partir do dia 14 de agosto, todas as redes sociais e site oficial da gestão. A administração continuará realizando seus trabalhos porém toda e qualquer notícia e divulgação dos mesmos não estarão sendo publicados no site oficial e nas redes sociais. 

A secretaria de comunicação continuará realizando seu trabalho, atendendo e a disposição dos demais meios de comunicação do município e estado para assuntos de utilidade pública. 

A prefeita Fernanda Hassem, do Partido dos Trabalhadores, poderá ser candidata a reeleição. 

Continuar lendo

Cidades

Corpo carbonizado encontrado em Feijó será examinado no IML de Cruzeiro do Sul

Publicado

em

Será feita nesta quarta-feira, 12, no Instituto Médico legal de Cruzeiro do Sul, a necropsia no corpo que seria de José Lima, 27 anos. O cadáver foi encontrado queimado e em estado de decomposição na área da aldeia Morada Nova, em Feijó, nesta terça-feira 11.

O exame deverá confirmar a identidade e revelar a causa da morte do homem. Segundo a polícia de Feijó, que investiga o caso , Raimunda Evarista Lima, afirma que o corpo é do filho dela, que estava desaparecido desde o último domingo. Ela confirmou que o homem usava entorpecente e bebida alcoólica. No dia em que desapareceu teria sido visto gritando na mata próximo do local onde o corpo foi encontrado.

Continuar lendo

Cidades

Xapuri vai reunir instituições locais para rediscutir enfrentamento à pandemia

Publicado

em

Com média móvel de 14 novos casos diários de Covid-19 nos últimos 7 dias e um acumulado de 134 confirmações nesse período, totalizando 605 diagnósticos do novo coronavírus desde o começo da pandemia, a prefeitura de Xapuri vai realizar nesta quarta-feira, 12, um encontro com as várias instituições locais para discutir novas estratégias de combate à disseminação do vírus.

Depois de apresentar dados que indicavam a estabilização da curva de contágios no mês de julho, o município voltou a registrar elevações que culminaram com números recordes de novos casos no começo de agosto. O novo aumento de infecções atingiu de maneira contundente os profissionais de saúde em atuação no hospital e nas unidades de saúde locais.

Outras duas consequências do avanço da pandemia foi a infecção de um número maior de idosos e o aumento das internações hospitalares. Fatores esses, entre outros, que levaram a gestão municipal a propor um novo ajuste no enfrentamento à crise de saúde. O relaxamento da população e a ocorrência de constantes aglomerações têm sido alguns dos desafios que a cidade enfrenta.

Há cerca de uma semana, o prefeito de Xapuri, Ubiracy Vasconcelos, havia feito um apelo à população e a todas as instituições locais para enfrentar o que ele chamou de “o pior momento da pandemia no município”. Segundo o gestor municipal, a prefeitura mais do nunca está precisando da ajuda de todos para combater a Covid-19.

“Precisamos nos unir novamente em torno dessa situação e eu, como prefeito, vou continuar fazendo isso, como sempre fiz. Vou convidar todas as instituições de Xapuri, do delegado ao juiz, Polícia Militar e quem mais puder, para que a gente discuta de forma clara como é que as instituições podem se ajudar a combater a pandemia em nossa cidade”, afirmou.

Outro dado negativo para o município é o referente à incidência da doença. Nos últimos boletins divulgados pela Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre), Xapuri vem subindo nesse quesito e já é o 6º colocado no estado com uma taxa de 2.970,6 casos por grupo de 100 mil habitantes. Assis Brasil e Brasiléia, com 5.285,2 e 3.459,2 casos por 100 mil/hab, respectivamente, são os dois municípios com maior incidência de Covid-19 no Acre.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas