Conecte-se agora

FIEAC faz balanço de 2019 e apresenta relatório de visita técnica à ponte do Rio Madeira

Publicado

em

Em Café com a Imprensa nesta terça-feira, 10, o presidente da Federação das Indústrias do Estado do Acre, José Adriano, fez um balanço das atividades do setor industrial em 2019 e falou das perspectivas do segmento para o próximo ano. Durante o encontro na sede da FIEAC, as instituições que participaram da 2ª visita técnica à ponte do rio Madeira também apresentaram um relatório sobre o andamento da obra e os encaminhamentos que serão feitos para que as intervenções sejam concluídas em 2020.

De início, o presidente José Adriano agradeceu a imprensa pelo apoio às ações da FIEAC e do setor produtivo como um todo. Entre as principais iniciativas protagonizadas pela instituição ao longo do ano, o empresário citou as discussões levantadas pelo Fórum Permanente de Desenvolvimento, a Caravana do Desenvolvimento (que neste ano teve a parceria do Sebrae e Fecomércio), convênios firmados com o Tribunal de Justiça para inclusão social de jovens infratores, revitalizações, melhorias e ampliações das unidades do SENAI e do SESI no Acre, a posse da nova diretoria da FIEAC, entre outras atividades relevantes.

Ao fazer uma análise de como foi o ano de 2019 para os empreendedores do setor industrial, o presidente destacou que a classe empresarial conseguiu colocar de forma positiva suas propostas em debate, no entanto, enfatizou que ainda falta um pouco de maturidade por parte dos poderes Executivos para discutir com os segmentos e entender como isso pode ser feito de maneira mais eficaz.

“O governo que entrou tem uma proposta clara que quer fazer diferente, porém, ainda precisa de um amadurecimento em algumas questões. E também precisamos de uma política fiscal de resgate da condição financeira das empresas, pois não adianta fazer nenhum tipo de parcelamento com viés arrecadador e dizer que é um Refis, já que o Refis é algo que recupera devedor baseado em seu faturamento, e não um parcelamento que dá condições temporárias para fazer um resgaste da sua condição de pagamento junto ao governo estadual ou municipal”, frisou José Adriano.

Já o relatório da segunda visita técnica à ponte do rio Madeira, que aconteceu no dia 21 de novembro, foi apresentado pela presidente do Sindicato das Empresas de Logística e Transporte de Cargas do Acre (Setacre), Nazaré Cunha. Ela assinalou que a ponte já está pronta, entretanto, ainda falta a construção das cabeceiras, o que requer um investimento de R$ 23 milhões.

“Esse relatório já está nas mãos do Dnit e precisamos lutar para eles aprovarem o valor deste aditivo até o fim deste mês para que a obra seja concluída ainda em 2020. Se não ocorrer isso, não temos previsão de data para entrega. E se continuarem adiando, o nosso prejuízo é imensurável. O tempo para o empresário é muito valoroso. Com a tecnologia que temos hoje, não dá para admitir termos que entrar em um Estado em uma balsa”, ressaltou Cunha.

Também participaram do encontro com a imprensa diretores da FIEAC, presidentes de sindicatos industriais, além de representantes do Comitê do Plano Acreano da Cultura Exportadora (Pacex).

Assessoria FIEAC

Anúncios

Destaque 4

“Temos que saber do resultado do DNA”, diz goleiro Bruno sobre filho com Eliza Samúdio

Publicado

em

O goleiro Bruno Fernandes, do Rio Branco Futebol Clube, publicou uma foto nas redes sociais ao lado da filha caçula, dizendo que estava com saudades, entretanto, a publicação acabou viralizando após o goleiro responder um internauta.

No comentário, o internauta falou que só faltava o Bruninho na foto, filho que Bruno teve com a modelo Eliza Samúdio, assassinada em 2010.

Logo abaixo, o goleiro afirmou que ainda espera o resultado do DNA para saber se Bruninho é mesmo seu filho.

“Primeiro temos que saber do resultado do DNA, se for comprovado com certeza terá muitas fotos com ele”, respondeu o goleiro, num post que fez com a filha caçula com a atual mulher.

Bruno foi condenado a 22 de anos e três meses de prisão pelo homicídio triplamente qualificado de Eliza Samúdio, além do sequestro e cárcere privado do filho que teve com a modelo.

O goleiro obteve a progressão de pena e está em regime semiaberto desde julho de 2019. No início deste mês, ele foi apresentado como novo goleiro do Rio Branco Football Club. O contrato é de seis meses e prevê a disputa da série “D” do Brasileirão, da Copa Verde e do Campeonato Acreano.

Continuar lendo

Destaque 4

Escritório do novo secretário da Fazenda foi processado pelo sumiço de mais de R$ 100 mil

Publicado

em

O novo secretário estadual da Fazenda no governo do Acre, Rômulo Antonio de Oliveira Grandidier, é conhecido no mundo empresarial e comercial do Estado por ser o proprietário do principal escritório de contabilidade de Cruzeiro do Sul e responsável pela parte contábil dos principais empresários da cidade mais importante do Vale do Juruá.

No entanto, o Audicontas, escritório de Grandidier, já esteve envolvido em uma polêmica que foi parar na justiça. No final do ano de 2012, o casal Rafael Ciccone Pinto e Amanda Oliveira de Souza Ciccone Pinto processaram o escritório de contabilidade pelo fato de que os repasses de valores semanais ao servidor Carlos André Grandidier de Akmeira não eram recolhidos.

Rômulo Antonio de Oliveira Grandidier – Foto: Reprodução

As vítimas dizem que no final daquele ano descobriram que os tributos não haviam sido recolhidos, resultando em uma dívida de R$ 176.608,55.

Rômulo Grandidier, em sua defesa, alegou que o escritório não tinha responsabilidade pelo pagamento de guias, apenas por sua emissão, e por isso não poderia ser responsabilizado pelo ato praticado por seu funcionário. Diz ainda que se os autores entregaram dinheiro ao então funcionário do escritório, o fizeram com base em relação de confiança desenvolvida entres estes, sem sua participação ou conhecimento, dado que o escritório não prestava serviço financeiro, concluindo que o dano decorreria de culpa exclusiva das vítimas.

A justiça enxergou o assunto de forma diferente e decidiu pelo fato do pagamento ser feito direto ao servidor. Na decisão, foi dito que: “Essa premissa fática, no entanto, não afasta completamente a possibilidade de responsabilização do escritório de contabilidade, porquanto o presente caso não é de responsabilidade negocial ou contratual, mas sim extranegocial, onde importa a regra do art. 932, III, do Código Civil, pela qual os empregadores respondem civilmente pelos atos de seus empregados que, no exercício do trabalho que lhe competir, ou em razão dele, causem danos a terceiros”.

A justiça, no entanto, reconheceu que o comportamentos das vítimas “elevou o risco da fraude a que ao final foram vítimas. É que a entrega de valores significativos a funcionário jovem do escritório de contabilidade, para que este operasse o pagamento de guias, sem, em contrapartida, adotar-se uma rotina minuciosa de prestação de contas, encerra postura evidentemente imprudente, inclusive porque a experiência comum da atividade empresarial diz que o manuseio de dinheiro em qualquer espécie de estabelecimento é sempre ponto deveras sensível, que recomenda cautela redobrada”, diz a sentença.

O processo encerrou em 30 dia abril de 2019, quando, durante uma audiência de conciliação, Rômulo Grandidier se comprometeu a pagar a importância de R$ 115.628,71 às vítimas. O valor foi dividido em uma entrada de R$ 30.628,71 e mais 17 parcelas no valor de R$ 5 mil reais.

A reportagem do ac24horas procurou Grandidier para falar sobre o caso. O secretário da Fazenda disse que o assunto já estava resolvido e preferiu não comentar o caso. “Estamos assumindo os trabalhos, os desafios são gigantescos, temos medidas a serem incrementadas na economia do Estado do Acre, que temos a certeza que são do interesse da coletividade. Não vão faltar pessoas maliciosas querendo sujar a imagem, a honra, a integridade física e moral das pessoas de sucesso, e que para elas a justiça poderá ser acionada sempre que possível”, disse.

Continuar lendo

Destaque 4

Prefeitura de Cruzeiro do Sul inicia arborização de rotatórias e praças da cidade

Publicado

em

A prefeitura de Cruzeiro do Sul, através das Secretarias Municipais de Meio Ambiente e de Trânsito, iniciou nesta terça-feira (11) a arborização das rotatórias e praças de todo município. O prefeito Ilderlei Cordeiro plantou a primeira muda de ipê amarelo, na rotatória da Rodovia AC-405, próxima ao Estádio Arena do Juruá. Ao todo serão mais de 1200 mudas de ipês rosa, amarelo e branco, além de palmeiras de açaí solteiro e touceira e seringueira e outras árvores nativas.

A ação além de levar mais beleza para os locais, proporcionará um meio ambiente agradável. De acordo com a Secretária Municipal de Meio Ambiente, Suzana Farias, as plantas foram doadas pela Secretaria Estadual de Meio Ambiente e pela Secretaria Municipal de Meio Ambiente de Rio Branco, após uma articulação realizada pelo prefeito Ilderlei Cordeiro.

“Nossa ideia é revitalizar todas as rotatórias e praças do município. Nossa equipe é bem integrada, e o trabalho está sendo muito bem desenvolvido. A Secretaria de Trânsito também entra como parceira nessa ação”, destacou a secretária.

Ilderlei Cordeiro anunciou que a Avenida Ildefonso Cordeiro será a referência da cidade com o plantio de ipês. A prefeitura está executando a obra que dá continuidade da Avenida, com abertura do acesso até a cidade da justiça.

“Já apresentei um novo desafio para nossas equipes. Vamos plantar pés de ipê em toda extensão da Avenida Ildefonso Cordeiro, será uma referência na nossa cidade, a avenida dos ipês. Parabenizo o empenho da nossa equipe que não tem medido esforços para levar mais beleza e também um ambiente bem cuidado para toda nossa população”, pontuou o prefeito.

Para que a manutenção dessas árvores aconteça, a prefeitura firmou parceria também com a comunidade. Um grupo de senhoras e de comerciantes que têm estabelecimentos próximo dos locais de implantação das mudas, vão ajudar nos cuidados.

Continuar lendo

Destaque 4

“Estamos trabalhando um novo edital”, diz Sawana sobre empresas de transporte coletivo

Publicado

em

Em visita à Câmara, a Superintendente Municipal de Transportes e Trânsito, Sawana Carvalho, explicou as ações que a pasta está realizando para reduzir as reclamações acerca do serviço de transporte coletivo. Nas últimas semanas, vários acreanos têm reclamado do transporte coletivo devido a demora nas paradas de ônibus.

Segundo a gestora, na faixa amarela há 52 ônibus circulando pelos bairros de Rio Branco. A Superintendente levou um gráfico apontando a queda das receitas devido à pandemia da Covid-19.

Na planilha consta que Julho de 2019 teve a venda de 2 milhões de passagens e Julho de 2020 houve apenas 290 mil com a frota de 45 ônibus resultando na baixa de 86%.

A Superintendente explicou que os transportes coletivos estão fragilizados devido à Covid-19, mas descartou qualquer aumento na tarifa do transporte coletivo.

Sawana afirmou que a Superintendência vem trabalhando em um novo edital para abrir concessões para outras empresas atuarem no transporte coletivo, mas destacou que devido aos trâmites jurídicos não será um processo tão fácil de iniciar.

“As últimas concessões de 2015 foram feitas através de um Termo de Ajuste de Conduta (TAC) assinada junto ao MP e nós estamos fazendo uma revisão e estamos fazendo um relatório para pontuar para a gente poder dar a oportunidade do princípio do contraditório e da ampla defesa as empresas que estão trabalhando. Estamos trabalhando com um novo edital para tá abrindo novas concessões e um certame. Sabemos que isso não é um processo tão simples de se iniciar”, pontuou.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas