Conecte-se agora

Datafolha: Moro com aprovação de 53% acima de Bolsonaro

Publicado

em

Pesquisa Datafolha divulgada nesta segunda-feira (9) pelo jornal “Folha de S.Paulo” mostra os índices de aprovação de ministros do governo do presidente Jair Bolsonaro. Pelo levantamento, o ministro da Justiça e Segurança Pública, Sergio Moro, continua com a aprovação (soma dos entrevistados que o avaliam como “ótimo” ou “bom”) maior que a de Bolsonaro.

O instituto indica que Moro é conhecido por 93% dos entrevistados, a taxa mais alta entre os ministros. E, dentre os que afirmam conhecê-lo, Moro foi avaliado como ótimo ou bom por 53%, como regular por 23%, e como ruim ou péssimo por 21%; 3% não responderam.

A pesquisa foi feita nos dias 5 e 6 de dezembro e, no dia 8, o jornal já havia divulgado a avaliação de Bolsonaro: 30% consideram o governo do presidente ótimo ou bom; 32%, regular; e 36%, ruim ou péssimo; 1% não responderam.

Na pesquisa, os entrevistados eram perguntados se conheciam os nomes de alguns ministros do governo Bolsonaro que seriam citados, mesmo que fosse só de ouvir falar. Em seguida, eram questionados como avaliam o desempenho deles, com base em tudo o que sabiam ou tinham ouvido dizer.

O segundo ministro mais conhecido, com 80%, é Paulo Guedes (Economia). Mas o segundo ministro mais bem avaliado agora é Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos), com 43%. Na pesquisa anterior, feita em agosto, era Guedes.

Aprovação de ministros

Taxa de ótimo e bom, em %, levando em conta quem diz conhecer o ministro.

Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública): 53%

Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos): 43%

Paulo Guedes (Economia): 39%

Abraham Weintraub (Educação): 34%

Ernesto Araújo (Relações Exteriores): 33%

Tarcísio Freitas (Infraestrutura): 31%

Ricardo Salles (Meio Ambiente): 27%

(Observação: para efeito de comparação entre Bolsonaro e Moro, a “Folha de S.Paulo” levou em conta os percentuais de aprovação entre os entrevistados que dizem conhecer o ministro.)

Ministros mais conhecidos

Quem diz conhecer o ministro, em % em relação ao total de entrevistados

Sergio Moro (Justiça e Segurança Pública): 93%

Paulo Guedes (Economia): 80%

Damares Alves (Mulher, Família e Direitos Humanos): 55%

Ricardo Salles (Meio Ambiente): 51%

Tarcísio Freitas (Infraestrutura): 38%

Ernesto Araújo (Relações Exteriores): 37%

Abraham Weintraub (Educação): 32%

Sobre a pesquisa

Margem de erro: 2 pontos percentuais para mais ou para menos

Entrevistados: 2.948 pessoas em 176 municípios

Quando a pesquisa foi feita: 5 e 6 de dezembro

Nível de confiança: 95%

Contratante da pesquisa: “Folha de S.Paulo”

Anúncios

Destaque 6

Operação “Toque de Caixa” mira Tião Fonseca, esposa e irmão de Bittar em pagamento de R$ 500 mil

Publicado

em

Investigadores da Delegacia de Combate à Corrupção e aos Crimes contra a Ordem Tributária e Financeira (Decor) da Polícia Civil prenderam na manhã desta segunda-feira, 3, o ex-diretor do Depasa, Tião Fonseca, a sua esposa, Delba Nunes Bucar, dona da Bucar Engenharia, e cumpriu mandados de busca e apreensão na residência do irmão do senador Márcio Bittar (MDB), Edson Siqueira, que na gestão de Fonseca foi diretor-financeira da autarquia.

Batizada de “Toque de Caixa”, a operação objetivou o cumprimento de quatro mandados de busca e apreensão e dois de prisão em Rio Branco sob a coordenação do delegado Alcino Ferreira Júnior, responsável pelas investigações que resultaram na operação.

Os alvos são acusados de desvios de recursos públicos e o pagamento na ordem de R$ 561.853,06, realizado em março deste ano, em favor da empresa Bucar Engenharia, de propriedade da esposa de Fonseca, é o principal ponto investigado.

O mandado de prisão e das buscas e apreensões foram expedidos pelo juiz Cloves Augusto Alves Cabral Ferreira, da 4ª Vara Criminal da Comarca de Rio Branco.

Continuar lendo

Destaque 6

Sesacre nega “chegada ao pico” da pandemia do coronavírus no Acre

Publicado

em

A secretaria de Estado de Saúde do Acre (Sesacre) emitiu uma nota pública neste domingo, dia 2, informando ser falsa uma nota disseminada em redes sociais do estado, em nome do órgão, anunciando uma ‘chegada ao pico’ da pandemia no estado. A nota falsa continha, falsamente, a assinatura do secretário da pasta, Alysson Bestene.

“O texto, não assinado pelo secretário de Estado de Saúde do Acre, convida as pessoas a compartilharem a informação, que menciona, entre outras inverdades, ‘30 dias difíceis, de muita dor, de muitas perdas’”, diz a Sesacre.

De acordo com o governo, a mensagem não partiu de nenhum setor da pasta, muito menos do secretário Alysson Bestene. Disse ainda que “repudia notícias distorcidas, repassadas de forma incompleta ou irresponsavelmente”.

A pasta indica o acesso aos sites oficiais, como no endereço agencia.ac.gov.br, “além daqueles de imprensa que são considerados confiáveis”. A Coordenação de Comunicação também disponibiliza o e-mail [email protected] e o Facebook pelo endereço Saúde do Acre para esclarecer dúvidas da sociedade.

Continuar lendo

Destaque 6

Irmão de Chico Mendes está entubado no Into com Covid-19

Publicado

em

Francisco de Assis Alves Mendes, 58 anos, irmão mais novo do líder sindical Chico Mendes, é um dos pacientes de Covid-19 entubados no hospital de campanha do Instituto de Traumatologia e Ortopedia (Into), em Rio Branco.

Assis, como é mais conhecido, é diabético, cardíaco e hipertenso, o que torna o seu quadro muito mais delicado. Submetido a tratamento com plasma convalescente, ele necessita de doação de sangue de qualquer tipo.

A família orienta aos interessados em ajudar que procurem o Hemoacre – Centro de Hematologia e Hemoterapia do Acre. Os doadores precisam ter testado positivo para o novo coronavírus e estar sem sintomas por mais de 30 dias após a recuperação.

O ac24horas conversou com Deusamar Mendes, cunhada de Assis – ela é viúva de Zuza Mendes, que morreu em 2015 de problemas relacionados à diabetes. Zuza era o segundo mais velho dos 6 irmãos Mendes, mais novo apenas que Chico.

Em 4 de dezembro do ano passado, faleceu Celiza Mendes, de 56 anos, também diabética, uma das duas mulheres entre os irmãos. Os outros dois, Margarida e Lino, vivem, respectivamente, em Porto Velho e Guajará-Mirim, em Rondônia.

Deusamar informou que nas últimas horas foram muitas as pessoas que procuraram o Hemoacre para fazer doação de sangue em favor de Assis. Segundo ela, o médico responsável por ele chegou telefonar para a esposa informando do sucesso da campanha feita pela família e comunicando que o plasma ajudará também a outros pacientes.

“Graças a Deus, ontem fez fila para doar sangue para o Assis. O médico ligou para a esposa dele para agradecer, pois vai ajudar outras pessoas que estão precisando. Muito obrigado a todos que compartilharam. Ele ainda se encontra entubado grave, mas eu creio em Deus que ele vai sair dessa. Deus vai fazer um milagre”, disse.

De acordo com a última atualização do Boletim Informativo da Assistência à Saúde, o Acre tem hoje 246 de pacientes internados, dos quais 160 com resultado positivo para Covid-19. Destes, 51 estão em Unidade de Terapia Intensiva (UTI) e 195 em leitos (clínicos, obstétricos ou pediátricos). A média de internação geral dos últimos 7 dias foi de 241 pacientes, observando-se um aumento de 2,1%.

 

Continuar lendo

Destaque 6

Rio Acre amanhece marcando 2,10 metros na capital acreana

Publicado

em

O nível Rio Acre na capital acreana amanheceu neste domingo, dia 2 de agosto, marcando 2,10 metros. Não foi contabilizado nenhum milímetro de chuvas nas últimas 24 horas. Com o período de estiagem, o manancial está em situação de alerta máximo em Rio Branco. De acordo com o Corpo de Bombeiros, as previsões são de uma seca severa este no Estado, uma vez que a cota de alerta máximo, que é de 2,69 metros, já foi ultrapassada há alguns meses.

As bacias dos rios Acre, Juruá, Purus e Tarauacá-Envira também ficaram em situação de alerta ou alerta máximo este ano. O Rio Acre abrange os municípios de Assis Brasil, Brasileia, Xapuri, Capixaba, Porto Acre e Rio Branco.

O governo do Estado já se reuniu com especialistas que previram uma das secas mais severas dos últimos 15 anos no Acre e estipular medidas de contenção e preservação da água.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas