Conecte-se agora

Noite de cão: três pessoas são mortas e um é ferido a tiros

Publicado

em

A violência não para e a guerra declarada entre facções deixou três mortos e um ferido durante a noite de quinta-feira (5) e a madrugada desta sexta-feira (6) na capital e no interior do estado. Os crimes ocorreram nos bairros Novo Calafate e Habitasa, em Rio Branco, e no bairro São Francisco, no município de Manoel Urbano, interior do Acre.

O jovem Railson Granjero do Nascimento, de 23 anos, foi ferido com um tiro na noite desta quinta-feira, 5, na frente de sua casa localizada na rua Misael Martins, no bairro Novo Calafate.

De acordo com informações da polícia, a vítima estava no portão de sua residência quando dois membros de uma facção se aproximaram em uma motocicleta e o garupa de posse de uma arma de fogo efetuou 10 tiros contra o jovem. Um dos projéteis atingiu Railson na perna esquerda. Mesmo ferido, o jovem correu para dentro de sua casa e conseguiu escapar dos criminosos que se evadiram do local. Familiares acionaram o Samu, que prestou os primeiros atendimentos e conduziu a vítima ao Pronto Socorro de Rio Branco em estado de saúde estável.

Outra vítima da guerra foi o adolescente Antônio Sebastião, de 16 anos, que foi morto a tiros e degolado por membros de uma organização criminosa. O crime aconteceu em uma região conhecida como Baixada, próximo ao Bairro São Francisco, no município Manoel Urbano, no interior do Acre.

Segundo informações da polícia repassadas a reportagem do ac24horas, Antônio caminhava em via pública quando homens armados se aproximaram e efetuaram 3 tiros contra o adolescente. Após os disparos, os criminosos ainda se aproximaram da vítima e o degolaram.

Já na madrugada desta sexta-feira, 6, um duplo homicídio foi registrado em Rio Branco. Dois adolescentes ainda não identificados foram mortos a tiros na rua Bolívia, no bairro Habitasa.

De acordo com informações da polícia, os adolescentes estavam na rua, quando faccionários se aproximaram e efetuaram três tiros. Uma das vítimas foi morta com um tiro na cabeça e o outro com dois tiros na região do peito. Após a ação os criminosos fugiram do local.

A Polícia Militar foi acionada e ao chegar no local isolou a área para os trabalhos dos peritos em criminalística. Os corpos foram encaminhados ao Instituto Médico Legal (IML) para os exames cadavéricos e identificação. No local, moradores não souberam informar como o duplo homicídio ocorreu, pois prevalece a lei do silêncio.

Propaganda

Acre

Professores em manifesto fecham avenida em frente à Casa Civil

Publicado

em

IMAGEM ILUSTRATIVA - FOTO: SÉRGIO VALE

Dezenas de professores se reuniram na manhã desta segunda-feira, 27, para fazer um ato de protesto em frente à Casa Civil, em Rio Branco. O manifesto fechou parte da Avenida Brasil, na região central da capital acreana. A categoria usou alto-falantes para reivindicar “o que lhes é de direito”, disseram.

Eles cobram a convocação de cerca de 800 professores que fizeram o último concurso público da educação estadual. O governo afirma que já chamou mais de 200 professores até o momento. “Até os policiais que fizeram concurso, o governador prometeu chamar e até agora nada”, disse uma das manifestantes.

“Estamos ansiosos esperando a convocação”, afirmaram os professores durante o ato. Segundo a categoria, a expectativa é de que o governo convoque o restante dos candidatos até o início do próximo ano letivo, previsto para iniciar no mês de fevereiro.

Eles isolaram a avenida em forma de “cordão humano”, em frete à Casa Civil. Funcionários do Batalhão de Trânsito foram ao local orientar os condutores sobre o trânsito modificado. Ficou acordado com os manifestantes que uma equipe do governo deve se reunir ainda hoje com uma comissão representante dos professores insatisfeitos.

Continuar lendo

Acre

Após críticas ao IAPEN, Renê Fontes é exonerado do governo Cameli

Publicado

em

O ex-candidato à deputado estadual pelo PTB, Renê Fontes, que conseguiu mais de 2 mil votos nas últimas eleições, não faz mais parte do time de Gladson Cameli, já que na edição desta segunda-feira, 27, do Diário Oficial, o governador acreano exonerou Renê do cargo de chefe de departamento da Secretaria de Estado de Desenvolvimento Urbano e Regional (SEDUR).

Até agora, nem Renê Fontes, nem o governo deram explicações sobre a exoneração.

O ex-candidato que também é policial penal fez duras críticas na semana passada ao diretor-presidente do Instituto de Administração Penitenciária, Lucas Gomes, ao afirmar em uma rede social que o gestor comprou uma briga desnecessária com o poder judiciário e que há uma insatisfação muito grande da categoria, entre outras acusações.

A exoneração foi assinada pelo deputado estadual Nicolau Júnior, presidente da Assembleia Legislativa do Estado do Acre e que ocupou a função de governador em exercício nas ausências de Gladson Cameli e Major Rocha, governador e vice, respectivamente.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas