Conecte-se agora

Funcionalismo Público no Brasil custa R$ 750,9 bilhões com 11,4 milhões de servidores

Publicado

em

O estudo Três Décadas de Evolução do Funcionalismo Público no Brasil (1986-2017), divulgado hoje (6), pelo Instituto de Pesquisa Econômica Aplicada (Ipea), revela que, em 2017, foram gastos R$ 750,9 bilhões com os servidores públicos ativos, o que corresponde a 10,5% do Produto Interno Bruto (PIB, soma dos bens e dos serviços produzidos no país) brasileiro.

Segundo a pesquisa, em 32 anos, o funcionalismo público ampliou-se em 123% e o número total de vínculos subiu de 5,1 milhões para 11,4 milhões. De acordo com o Ipea, o mercado de trabalho formal no setor privado teve crescimento de 95% no total de vínculos, no mesmo período.

No entanto, apenas um em cada dez servidores públicos é da esfera federal. O aumento no funcionalismo público está concentrado nos municípios. No período analisado, o número servidores municipais cresceu 276%, de 1,7 milhão para 6,5 milhões, enquanto o aumento foi de 50% na esfera estadual e de 28% na esfera federal, incluindo civis e militares. No caso dos municípios, diz o estudo, 40% das ocupações correspondem aos profissionais dos serviços de educação ou saúde como professores, médicos, enfermeiros e agentes de saúde.

“De 1986 a 2017, o total de vínculos no Poder Executivo – somando todos os níveis federativos – passou de 5 milhões para 11,1 milhões, um aumento de 115%. No Poder Legislativo, o crescimento foi de 436%, de 51 mil para 275 mil vínculos de trabalho. No Poder Judiciário, houve a maior expansão relativa, de 512%. O total de vínculos passou de 59 mil para 363 mil”, aponta o levantamento.

Remuneração

Em 2017, os dados mostram que permanece grande a discrepância na remuneração dos três níveis federativos. Apesar de representarem 60% dos vínculos do setor público, os servidores municipais ganham, em média, três vezes menos que os federais.

No Executivo federal, a remuneração média foi de R$ 4,8 mil em 1986 para R$ 8,5 mil, em 2017. No Executivo estadual, a remuneração média passou de R$ 3,6 mil para R$ 4,6 mil. No Executivo municipal, a remuneração média passou de aproximadamente R$ 2 mil para R$ 2,8 mil.

Na comparação entre os Três Poderes, o Judiciário tem os maiores salários. Em 2017, a remuneração média do Judiciário foi de R$ 12.081; no Legislativo, de R$ R$ 6.025, e no Executivo, de R$ 3.895.

A remuneração do Judiciário federal passou de R$ 7,4 mil em 1986 para R$ 14,1 mil, em 2017. No Judiciário estadual, a remuneração mensal média passou de R$ 5,8 mil para R$ 10,8 mil.

Nos 32 anos de análise da série histórica, as mulheres continuam ganhando menos que os homens, em todos os níveis. “Uma explicação possível para tal situação é que, provavelmente, elas estão predominantemente em ocupações com menor remuneração (uma vez que respondem pela maior parte das vagas nas áreas de saúde e educação). A média salarial dos homens era 17,1% superior à das mulheres em 1986, diferença que subiu para 24,2% em 2017”, diz o estudo do Ipea.

O levantamento mostrou também que houve aumento na escolaridade dos servidores públicos em todos os níveis da administração. Em 2017, 47% dos servidores públicos tinham nível superior completo, bem acima dos 19% com esse nível de escolaridade em 1986.

Atlas

A nova versão do Atlas do Estado Brasileiro também foi divulgada hoje. A plataforma interativa traz dados sobre a estrutura e a remuneração no serviço púbico federal, estadual e municipal do Executivo, Legislativo e Judiciário.

Propaganda

Destaque 3

Receita Federal apreendeu quase R$ 2 milhões em mercadorias irregulares no Acre em 2019

Publicado

em

A Receita Federal divulgou o balanço de mercadorias apreendidas em todo o país. Segundo a tabela, foram R$ 1,9 milhões em mercadorias apreendidas no Acre em 2019. No Brasil inteiro, foram R$ 3,26 bilhões em mercadorias irregulares.

Na Região Norte, o Acre foi o terceiro estado com menor valor em mercadoria apreendida, ficando atrás somente de Amapá e Tocantins. Por aqui, os itens mais apreendidos foram cigarros falsificados (35,67%), eletroeletrônicos (11,42%), itens de vestuário (7,02%) e brinquedos (4,71 %).

O Amazonas e o Pará foram os estados do Norte com os maiores valores de apreensões de mercadorias irregulares, o primeiro com R$ 10 milhões e o Pará mais de R$ 8 milhões.

Continuar lendo

Destaque 3

Companhia surpreende e lança passagem de avião de Cruzeiro do Sul por apenas R$ 70,70

Publicado

em

Nos voos da capital acreana para Brasília é possível comprar a ida e a voltapor R$ 580,00 e ainda parcelar em 12 vezes sem juros

A Gol está com várias promoções ano ar para festejar os seus 19 anos de fundação. Neste domingo é possível comprar passagens aéreas baratas para alguns destinos partindo e chegando pelo Acre. As passagens de ida e volta de Rio Branco para Cruzeiro do Sul custam apenas R$ 239,46, valor com todas as taxas incluídas. É mais barato que as passagens das longas viagens de avião. Quem comprar os bilhetes de ida e a volta em uma única reserva paga no retorno de Cruzeiro do Sul o valor de R$ 70,70 com a taxa incluída. (Confira na imagem abaixo).

Nos voos sem escalas da Gol de Rio Branco para Brasília a ida e a volta custam apenas R$ 580,00 e ainda com a opção de parcelamento em 12 vezes sem juros. A LATAM (antiga TAM) também lançou promoção nos voos do Acre. De Rio Branco para São Paulo a ida e a a volta podem ser compradas neste domingo por R$ 967,00. Quem está em São Paulo pode viajar para a capital acreana pagando o mesmo valor.

De Rio Branco para Manaus, em voo direto da Gol, a nossa equipe encontrou passagens de ida e volta por R$ 655,33. Para o Rio de Janeiro os bilhetes de ida e volta para embarque na capital do estado custam R$ 969,01 na promoção da LATAM. Pela mesma companhia a ida e a volta de Rio Branco para Belém custam R$ 879,84.

Hospedagem com desconto

Todas as passagens da lista abaixo estão com as taxas de embarque incluídas e há datas disponíveis para viagens nos meses de fevereiro, março, abril e maio deste ano, exceto nos feriados deste período. Neste domingo você pode reservar o hotel com descontos de até 40%. Mas atenção! As duas promoções acabam às 8 horas de segunda-feira. (26/01).

Passagens aéreas de ida e volta com taxas incluídas para embarque em Rio Branco

Partindo de Rio Branco

Garanta aqui as passagens para Cruzeiro do Sul a partir de R$ 239

Garanta aqui as passagens para Manaus a partir de R$ 655

Garanta aqui as passagens para Brasília a partir de R$ 580

Garanta aqui as passagens para Rio de Janeiro a partir de R$ 969

Garanta aqui as passagens para Belém a partir de R$ 879

Garanta aqui as passagens para Recife a partir de R$ 1222

Garanta aqui as passagens para Salvador a partir de R$ 1197

Garanta aqui as passagens para Porto Seguro a partir de R$ 1432

Garanta aqui as passagens para São Paulo a partir de R$ 967

Comprou as passagens aéreas? Acesse aqui as promoções de hotéis, pousadas e resorts

Acesse aqui as promoções de passagens aéreas de outras cidades

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas