Conecte-se agora

Emerson Jarude, Gabriel Santos e Jackson Viana debatem “Cidades Inteligentes” no Acre 2050

Publicado

em

Fotos: Douglas Barros

Na noite desta quinta-feira (05), no Cine Teatro Recreio, por volta das 18h, iniciou o evento Acre 2050, com o tema “Rio Branco do futuro – como pensar uma Rio Branco inteligente e economicamente viável?”.

O encontro foi dividido em três painéis com tempo médio de 20 minutos de duração/cada.

No primeiro Painel do Acre 2050, o tema foi “Cidades Inteligentes” com a mediação do advogado Marcelo Zamora, e os convidados: Gabriel Santos, Jackson Viana e Emerson Jarude.

O vereador Emerson Jarude (sem partido) disse que Rio Branco não é uma cidade inteligente e que a sociedade precisa traçar um planejamento para o futuro.

Fotos: Douglas Barros

“Precisamos investir nas pessoas e principalmente na educação infantil para a gente ter uma sociedade melhor no futuro, segundo precisamos criar soluções tecnológicas, nós temos um potencial enorme em energia solar e não temos ninguém fomentando isso e, precisamos ajudar a iniciativa privada e buscar as indústrias para trazer emprego e renda”, ponderou Jarude.

Para Gabriel Santos, do Movimento Acredito e Renova BR, só é possível discutir uma Rio Branco inteligente e economicamente viável se chamar todo a população para essa construção.

“Precisamos discutir um novo pacto federativo com a maior descentralização de recursos da União e depois saber qual é a prioridade da prefeitura de Rio Branco e hoje a gente não sabe. A gente precisa repensar isso e se perguntar porque a gente precisa de uma cidade inteligente. A gente precisa resolver os problemas básicos, como saúde e saneamento básico, e precisamos falar de sustentabilidade porque isso é um problema conjunto, é um caminho longo, mas tem muita gente pra resolver”.

Já para Jackson Viana, Presidente da AAJAL e Embaixador do Brasil em Harvard, disse que a cidade tem que pensar nas suas particularidades e pensar em investir em educação pública e destacou que é necessário investir e procurar a parceria público-privada.

Fotos: Douglas Barros




Propaganda

Acre

Previsão indica que nível dos rios deve voltar a subir no Acre

Publicado

em

Chuvas intensas ocorreram nesta sexta-feira, 17, desde as primeiras horas do dia na maior parte do Acre, principalmente nos vales dos rios Acre, Xapuri, Rola, Iaco, Macauã, Caeté, Chandless, Purus e Tarauacá. Um acúmulo de chuva significativo foi registrado na maioria dos municípios da região. Choveu entre 30 e 60 milímetros em Xapuri, Capixaba, Manuel Urbano, Tarauacá e Feijó.

Agora, conforme o portal O Tempo Aqui, do pesquisador Davi Friale, o nível dos rios deve volta a subir rapidamente. A elevação deve ser percebida nos rios Acre, Iaco, Purus e Tarauacá. Segundo Friale, o nível do rio Rola, principal afluente do rio Acre, tem subido ininterruptamente nos últimos três dias, tendo atingido, nesta sexta-feira, a maior cota deste verão, até o momento, no seu alto curso.

A previsão é de muita chuva a partir da próxima semana, o que influencia diretamente no aumento do nível desses rios. Nesta sexta-feira, às 15h, em Rio Branco, o rio Acre marcava 9 metros, se encontra estável, mas deve voltar a subir nos próximos dias conforme o índice de chuvas.

Em Brasileia, o rio Acre marcava 3,2 metros hoje, tendo subido 20 centímetros nas últimas horas. Em Sena Madureira, o rio Iaco marcava 8,5 metros nesta tarde, registrando elevação conforme medição anterior.

Em Cruzeiro do Sul, o rio Juruá marcava 6, 8 metros, está estável, mas com as chuvas também pode voltar a subir nos próximos dias. Este fim de semana deve ser de chuvas fortes e pontuais no Acre.




Continuar lendo

Acre

Motoristas de ônibus paralisam serviços por uma hora no Terminal

Publicado

em

FOTO: SÉRGIO VALE - AC24HORAS

Nesta sexta-feira (17) trabalhadores do transporte público em Rio Branco interromperam os serviços por volta de uma hora no Terminal Urbano. A paralisação ocorreu por volta das 14h, em demonstração de protesto de funcionários pela atraso no pagamento.

Segundo informações repassadas ao ac24horas, a manifestação ocorreu pela falta de compromisso da empresa e pelo temor de novos atrasos nos salários e a falta de fiscalização no transporte clandestino.

Essa já é a segunda manifestação em menos de três meses, em Dezembro de 2019, o presidente do Sindpac, Marinho, disse que a manifestação que tinha ocorrido na época foi por falta compromisso da empresa.

A promessa é de que o salário dos trabalhadores seja quitado até a próxima segunda-feira, dia 20. Caso não ocorra, a categoria promete um novo movimento no centro de Rio Branco.

FOTO: SÉRGIO VALE – AC24HORAS




Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas