Conecte-se agora

Chá das Mulheres: solidariedade em prol do Hospital do Câncer

Publicado

em

Evento teve objetivo de arrecadar recursos para revitalizar Ala Infantil da Unacon

A sociedade respondeu ao chamado das Mulheres da Indústria do Acre e compareceu em peso ao primeiro Chá Beneficente do grupo, realizado na noite de quarta-feira, 4 de dezembro, no Afa Jardim. Com objetivo de arrecadar fundos para a revitalização da Ala Infantil do Hospital do Câncer/Unidade de Alta Complexidade em Oncologia (Unacon), o evento foi um grande sucesso, contando com diversas atividades, como bazar, música ao vivo com a cantora Verônica Padrão, desfile das misses e mister Brasil – Hadassa Flores, Giovana Thomas, Yasmin Castro e Miguel Gomes – e sorteios de muitos brindes.

“Parabenizo o grupo das Mulheres da Indústria na pessoa da Raimundinha Holanda, que é a coordenadora. Essa iniciativa tão importante para a nossa população e para as crianças da Unacon deve ser cada vez mais apoiada e fortalecida”, reconheceu a prefeita de Rio Branco, Socorro Neri. “Tanto o governador Gladson Cameli e a primeira-dama Ana Paula ficaram muito felizes com essa iniciativa, porque isso, sim, se chama parceria. O hospital precisa desse olhar diferenciado, as crianças precisam desse afeto. A FIEAC está de parabéns”, destacou a secretária de Estado de Ação Social e Direitos Humanos, Claire Cameli.

De acordo com a desembargadora e coordenadora da Infância e Juventude do Tribunal de Justiça do Acre (TJ/AC), Regina Ferrari Longuini, o Poder Judiciário sempre estará colaborando com ações humanitárias. “Nós agradecemos por essa oportunidade. Que a solidariedade seja uma constante em nossas vidas. É tempo de superação, de espírito colaborativo e de mãos amigas, especialmente com a proximidade do Natal”, declarou a magistrada.

A gerente geral da Unacon, Áurea Freitas, afirmou que a iniciativa foi recebida com muito carinho por ela e sua equipe. “A gente agradece muito, de coração, esta iniciativa espetacular. Que venham muitos outros eventos desta natureza. Se todo mundo fizer sua parte, esse tipo de projeto dará sempre certo. Ninguém consegue fazer nada sozinho. O Estado precisa da união da comunidade para obter êxito com pleitos sociais”, destacou ela.

Para o presidente da FIEAC, José Adriano, esta primeira experiência foi gratificante e muito positiva, apontando que este caminho que a instituição trilhou está na direção certa. “O grupo tomou uma proporção muito maior, não se restringindo apenas às mulheres da indústria. É uma felicidade constatar a adesão e o apoio às causas sociais que abraçamos, e também é uma grande responsabilidade. Não podemos parar por aqui. Há muito a se fazer”, comemorou o empresário.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas