Conecte-se agora

Médicos denunciam Maternidade por falta de medicamentos

Publicado

em

A falta de pelo menos quatro medicamentos essenciais para o bom atendimento na Maternidade Bárbara Heliodora, em Rio Branco, levou médicos ginecologistas a denunciarem o caso ao Conselho Regional de Medicina do Acre (CRM-AC). Após as reclamações, a entidade realizou uma fiscalização na unidade e constatou a deficiência de remédios como ocitocina, tramal, dipirona e tenoxican.

Segundo os profissionais de saúde, a falta dessas medicações para o atendimento de pacientes grávidas, implica em sérios problemas. A vistoria, feita pela presidente do CRM no Acre, Leuda Dávalos, ocorreu nessa segunda-feira (2). Para Dávalos, sem esses remédios a maternidade pode colocar em risco a vida das pacientes com patologias como Doença Hipertensiva Específica da Gravidez (DHEG).

Além disso, a fiscalização também identificou déficit de um profissional médico, uma vez que o padrão é de cinco profissionais e estavam com quatro no dia da fiscalização. “Apesar de constatar as deficiências dessas medicações importantes para o trabalho dos ginecologistas, percebi um ambiente de harmonia entre a equipe e a gestão. Mesmo com dificuldades que estão enfrentando, existe um clima de parceria e isso acaba amenizando um pouco as dificuldades de estrutura e condições de trabalho”, disse a presidente.

O gerente geral da maternidade garantiu que as medicações foram compradas, mas que ainda não chegaram até a unidade. Segundo ele, a expectativa é de que chegasse ainda esta semana.

Um relatório da vistoria deve ser elaborado e entregue tanto para a maternidade, como para a Secretaria de Estado de Saúde (Sesacre) e Ministério Público para que as providências sejam tomadas.

Com informações do CRM-AC

Propaganda

Destaque 5

Jenilson Leite cobra ações de combate à dengue em Tarauacá

Publicado

em

Na manhã desta sexta-feira feira, 24, o deputado Jenilson Leite, acompanhado do vereador Lauro Benigno, visitou as famílias que residem no bairro Triângulo, região da rotatória -BR 364.

Durante a visita os edis, receberam inúmeros relatos dos moradores, como a falta d’água, falta de iluminação, alto índice de casos de dengue, dentre outros.

Aproximadamente, 300 pessoas não dispõem de água em suas casas,tampouco de iluminação pública na via, haja vista, que todas as mais de 60 famílias que ali residem, pagam suas taxas da ENERGISA.

Jenilson Leite irá apresentar proposições para que sejam solucionados as reivindicações dos moradores, pois sabemos que a energia elétrica é fundamental para a melhoria da qualidade de vida e o desenvolvimento socioeconômico das comunidades, bem como, a Água é primordial para saciar as demandas humanas e, consequentemente a qualidade de vida das famílias.

Finalizando a visita, preocupado com os crescentes casos de dengue e determinado a colaborar no combate aos possíveis focos criadouros do Aedes aegypti, o mosquito transmissor da dengue, chikungunya e zika vírus, o deputado Jenilson Leite cobrará ações emergenciais da Prefeitura e Governo do Estado para combater a Dengue.

Segundo, Jenilson Leite precisamos somar esforços junto à Secretaria Municipal de Saúde e Governo do Estado. ” Precisamos usar de todas as ferramentas “, finalizou.

Este slideshow necessita de JavaScript.

Continuar lendo

Destaque 5

Acre já tem 1.210 casos suspeitos de dengue em 2020

Publicado

em

De 1 a 18 de janeiro deste ano o Acre foi assolado por 1.210 casos suspeitos de dengue. 353 deles foram confirmados e os pacientes entraram em tratamento.

O Departamento de Vigilância Epidemiológica do Acre confirmou oficialmente o o primeiro caso de morte por dengue em 2019. A vítima é uma adolescente de 16 anos, moradora de Cruzeiro do Sul.

A população deve manter o combate diário aos criadouros do mosquito, é importante estar atento à caixa d’água, se está aberta ou não; à limpeza das calhas; à verificação permanente da presença de água na bandeja do ar-condicionado, na bandeja da geladeira e nos pratinhos de vaso de planta; e acondicionar adequadamente os objetos que costumam ficar nos quintais, como garrafas e latas.

Continuar lendo

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required
Propaganda
Propaganda

Mais lidas

welcome image