Conecte-se agora

Em Xapuri, vereadores pedem retirada de “tartarugas” de rua principal

Publicado

em

Uma medida tomada pela prefeitura de Xapuri com o objetivo de melhorar as condições do trânsito na principal via da cidade se transformou em polêmica. Com várias reclamações feitas pela população, os nove vereadores do município resolveram solicitar da municipalidade a retirada dos tachões refletivos, mais conhecidos como “tartarugas”, instalados na rua Cel. Brandão.

A implantação dos tachões trouxe ao trecho de rua beneficiado um resultado mais estético do que prático. A falta de espaço para estacionamento de veículos e para a circulação de bicicletas, o principal meio de transporte da cidade, deixou as duas mãos muito estreitas, o que já ocasionou alguns pequenos acidentes após a efetivação da “melhoria”.

“Esse pedido se faz necessário tendo em vista que são inúmeras as reclamações de pedestres, ciclistas e motoristas, pois as ruas são estreitas para estacionamento e ultrapassagens, já tendo havido uma série de pequenos acidentes por conta das referidas tartarugas, estando os motoristas estacionando nas calçadas e bicicletas circulando pelo espaço destinado aos pedestres”, diz o pedido de providência encaminhado pelos vereadores à prefeitura.

O secretário municipal de Infraestrutura, José Cecílio Evangelista, afirmou ao ac24horas que a prefeitura está providenciando a sinalização indicadora de proibido estacionar e parar no trecho onde estão colocados os tachões em que não há locais destinados à parada e estacionamento. Contudo, ele admitiu que a medida não será suficiente para resolver a questão e afirmou que a saída será a adoção de mão única para a rua Cel. Brandão.

“É uma medida que a prefeitura já tem em mente, pois a situação da rua Cel. Brandão é muito complicada, uma vez que os comércios e residências estão todos localizados na beirada na rua sem deixar espaço para duplicação. O prefeito está ciente da situação e as soluções para essa situação estão sendo pensadas. Sem dúvidas que a definição de uma mão única será a saída mais viável para esse problema”, afirmou o secretário.

A reportagem tentou falar também com o prefeito Ubiracy Vasconcelos a respeito do assunto, mas ele não atendeu às ligações feitas. De acordo com um funcionário da assessoria do gabinete municipal, o prefeito conversou com os vereadores na manhã desta terça-feira, 3, sobre o assunto, mas não há, ainda, uma manifestação oficial a respeito do pedido da Câmara.

Bombando

Newsletter

INSCREVER-SE

Quero receber por e-mail as últimas notícias mais importantes do ac24horas.com.

* indicates required

Recomendados da Web

Mais lidas